O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Qual é o tipo de franquia ideal para o meu perfil? Veja a resposta para essa pergunta aqui

Acesse uma parte específica do artigo

Qual é o tipo de franquia ideal para o meu perfil? Veja a resposta para essa pergunta aqui

Saiba agora qual o tipo de franquia ideal para você. Separamos dicas úteis para que possa fazer a melhor escolha na hora de apostar no franchising. 

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de franquias teve um crescimento de 14,3%, em 2022, em comparação com o ano anterior. Sendo assim, alcançou uma receita total de R$ 211,4 bilhões. Portanto, pode ser uma opção interessante para quem quer empreender e lucrar.

Mas, para quem deseja começar um negócio próprio, investir em franquia é uma boa opção. Mas claro, é preciso ter cuidado para encontrar a marca certa para cada pessoa, por isso, reunimos dicas importantes nesse texto. 

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Tipos de franquias mais comuns para abrir

Diversos modelos de negócio se ajustam às distintas condições financeiras e estruturais dos empreendedores, considerando também os objetivos estratégicos, missões, valores e o público-alvo. Portanto, é crucial ponderar diversos fatores ao escolher a franquia ideal para a sua empresa.

Logo, são diversos modelo, por exemplo, a franquia Unitária que permite ao franqueado estabelecer um ponto de venda em uma área específica, com exclusividade. Isso, enquanto a Máster oferece o direito de abrir vários pontos em uma região determinada.

Já a franquia de Desenvolvimento de Área é semelhante a Máster, com o franqueado responsável pela expansão em territórios específicos. Nesse sentido, as Microfranquias, com investimento acessível de até R$ 135 mil, são ideais para quem busca negócios com custos iniciais mais baixos.

O modelo “Home Based” opera a partir da casa do franqueado, e o modelo “Shop in Shop” envolve implementar um ponto de venda de uma franquia em um estabelecimento já existente.

A franquia de Conversão transforma um negócio existente em uma unidade de franquia. Por fim, na franquia Combinada, diferentes redes compartilham um mesmo ponto comercial, como postos de gasolina com lojas de conveniência.

Saiba como descobrir o tipo de franquia ideal

Se você está em busca do tipo de franquia ideal, precisa saber, antes de tudo, que existe todo um processo por trás de uma franquia. Afinal, estamos falando de uma escolha muito importante. 

Por isso, é essencial analisar certos detalhes e conferir determinados pontos para conseguir escolher a marca certa. Nesse sentido, separamos a seguir, um passo a passo para lhe ajudar nesse momento.

Advertisement

1. Entenda o que você gosta

Antes de aderir ao sistema de franquias, é muito importante que você tente entender mais sobre sí mesmo, seus gostos e preferências. Isso porque, esse também é um fator que pode impactar o seu negócio. 

Já parou para pensar como é frustrante trabalhar com algo que você não gosta e ter que dedicar horas do seu dia e energia com aquilo que você não tem vontade de fazer? Por isso, é essencial se conhecer e optar por algo que lhe agrade. 

Assim, não deixe de levar em consideração vários detalhes como o tipo de segmento. Você tem vontade de trabalhar com o setor de Alimentação? Ou prefere o de Educação, Serviço, Beleza e afins? 

O mercado tem várias oportunidades em setores diferentes e você pode escolher aquele com o qual mais se identifica. Mas claro, não esqueça de verificar também o modelo de franquia e como funciona a parceria com a marca. 

Inclusive, esse é um dos assuntos abordados no curso Franquias: Guia prático para iniciantes. Acesse e saiba mais sobre as aulas. Assim, potencialize o seu conhecimento sobre ter uma franquia de sucesso.

Advertisement

Lembre-se que existem opções de franquias que funcionam em Loja Física, outras em Quiosque e até Home Office. Portanto, tente saber que tipo de formato mais lhe agrada para fazer a opção certa. 

Neste momento, tenha em mente que sua unidade vai depender dos seus esforços, e para conseguir um bom desempenho, é preciso estar envolvido em algo que goste. 

2. Saiba qual seu perfil

Como dissemos, entender mais sobre você é um fator importante na hora de encontrar o tipo de franquia ideal. Mas além de saber sobre qual segmento é mais atrativo e o modelo de negócio, tente entender sobre a atividade. 

Isso porque, o franchising é um mercado vasto e conta com marcas que trabalham com diferentes tipos de produtos e serviços. Por isso, as atividades também variam muito e podem atrair empreendedores diferentes. 

Logo, não deixe de avaliar seu perfil para saber qual tipo de ocupação seria ideal para seu perfil. Depois, entenda se você se dará melhor como vendedor, lidando direto com pessoas, ou se prefere atuar com a gestão do negócio. 

Advertisement

Afinal, se você for uma pessoa mais comunicativa, que sabe manter boas relações com as pessoas, pode se dar melhor com algo que propõe um contato direto. Porém, se você é uma pessoa mais tímida, deve procurar  uma função mais reservada. 

Há opções de negócios para cada perfil de investidor, e você só precisa se conhecer bem e fazer uma pesquisa cuidadosa para encontrar algo que atenda as suas expectativas. 

3. Descubra quanto pode investir

Na hora de escolher um tipo de franquia ideal, você também precisa se preparar financeiramente. Isso porque, deverá arcar com o investimento inicial e também com possíveis taxas ao longo da operação. 

Então, o primeiro passo é descobrir o quanto você poderá investir, sem prejudicar suas finanças. Por isso, coloque todos os seus ganhos e gastos no papel e saiba o quanto poderá poupar e destinar para o novo investimento. 

Se for necessário realizar qualquer processo financeiro com empresas do ramo, pesquise todas as condições antes de assinar um contrato. Ou seja, se programe para saber quanto poderá gastar de forma segura. 

Advertisement

Todo o cuidado nessa hora poderá ajudar para que tenha um processo mais tranquilo, e claro, vai contribuir para que você possa conquistar o negócio que sempre sonhou. Assim, programe-se para o investimento inicial, taxas recorrentes e outros gastos relacionados. 

4. Reflita sobre seu mercado local

Outro detalhe que você precisa ficar atento na hora de escolher o tipo de franquia ideal, é o mercado local. Afinal de contas, o negócio que você deseja tem chances de sucesso na região de atuação? 

Por mais que você invista em uma marca reconhecida no mercado, com uma rede de franquias bem estruturada, nem sempre conseguirá se desenvolver no local. Desse modo, vários fatores podem influenciar nesse momento. 

Então, para começar, é necessário que haja um público-alvo interessado nos produtos ou serviços oferecidos. Além disso, esse público precisa ter capacidade para adquirí-los. Por isso, o poder de compra da população é algo determinante. 

Além de suprir essa demanda, a marca também deve “conversar” com essas pessoas e estar de acordo com os valores que buscam. Mas claro, não deixe de considerar também os seus concorrentes. 

Advertisement

Isso porque, a marca vai precisar de espaço para começar a se desenvolver e deve ser capaz de competir com outros negócios. Assim, pesquise bem sobre o mercado e veja todas as oportunidades presentes. 

5. Avalie várias franquias

Após avaliar todos os detalhes que mencionamos até aqui, é hora de você começar uma pesquisa completa até encontrar o tipo de franquia ideal. Dessa forma, é importante procurar informações sobre as marcas e realizar comparações. 

Ou seja, é nesse momento que você deve buscar entender qual a reputação da marca, qual seu modelo de negócio, os suportes oferecidos e valores. Quanto mais souber sobre a franquia, melhor para fazer um processo seguro. 

Além disso, não se esqueça de comparar suas opções, uma vez que você provavelmente encontrará muitas marcas interessantes. Mas para escolher, é preciso conhecer cada uma a fundo. 

Portanto, tente entender qual delas se encaixa nos seus objetivos, qual oferece uma parceria mais vantajosa, melhores suportes etc. Tome bastante cuidado durante a pesquisa e não tenha pressa para considerar cada detalhe. 

Advertisement

Lembre-se que abrir uma franquia vai exigir muito de você. Nesse sentido, considere todas as alternativas antes de fazer qualquer escolha. 

6. Converse com a franqueadora

Depois de fazer uma boa pesquisa e escolher o seu tipo de franquia ideal, é hora de entrar em contato com a marca. Ou seja, temos um momento destinado às negociações, para que você possa conhecer mais sobre o negócio. 

Sendo assim, entre no site da franqueadora e preencha um formulário. Esse método é comum entre as marcas, e é também a forma da empresa saber do seu interesse. Dessa maneira, a rede poderá entrar em contato com você para dar mais informações.

Então, ao fazer o primeiro contato, poderá estabelecer uma comunicação mais próxima com a marca. Logo, fica ainda mais simples para você tirar todas as dúvidas e tentar conhecer o negócio mais a fundo.

Nesse momento, é normal que aconteçam reuniões para que ambas as partes se conheçam melhor. Por isso, é preciso repassar suas informações para o representante da franquia e aproveitar para perguntar tudo sobre o negócio. 

Com isso, é possível começar as negociações de pagamento, entendendo quais são as condições da franqueadora e como será feito todo o processo. Por fim, você pode ter ainda mais certeza se deseja investir na marca e abrir sua unidade. 

7. Leia bem a COF

Quando você estiver em contato com a marca, poderá tirar todas as suas dúvidas, como explicamos. Além disso, você receberá a Circular de Oferta de Franquia (COF), um documento que reúne todas as informações do negócio.

Com isso, você pode ter ainda mais certeza por conhecer os detalhes sobre a franquia. Isso porque, o documento reúne todos os dados sobre modelos de negócio, valores, suportes oferecidos, produtos e serviços, entre outros. 

Nesse caso, você pode saber como irá funcionar a parceria e quais são os seus direitos e deveres como franqueado. Você recebe a COF antes de assinar o contrato para ter a chance de conhecer melhor o seu futuro negócio. 

Ao final, com antecedência, você pode entender se a franquia é realmente o que você espera, e tem a chance de fazer a opção certa. 

8. Avalie a reputação da marca com os consumidores

A reputação da franquia com os clientes é crucial. Então, converse com compradores anteriores, pesquise nas redes sociais e no Reclame Aqui para analisar reclamações. Isso é essencial para avaliar a solidez e determinar se franquias mais acessíveis são viáveis.

Em seguida, verifique se a marca demonstra atenção aos consumidores e se lida efetivamente com problemas. Além disso, avalie a qualidade dos produtos e a atratividade dos serviços e evite investir em um negócio com potencial insatisfatório no futuro.

9. Converse com franqueados

Antes de escolher uma franquia, é essencial conhecer as marcas, analisar o tipo de trabalho e o retorno financeiro.

Mas, além de falar com antigos proprietários, é recomendado conversar com os atuais donos para obter informações sobre a franqueadora, direitos e deveres, conforme indicado na COF.

O contato com esses parceiros fornece informações práticas sobre o dia a dia do negócio, relacionamento com a franqueadora e a efetividade dos suportes oferecidos.

Avaliar se a lucratividade se alinha às projeções da franqueadora é indispensável antes de fechar o contrato. Essas etapas são essenciais para compreender a franquia de maneira mais detalhada.

10. Considere os suportes da marca

Como você viu até aqui, os suportes oferecidos pela franqueadora são atrativos no modelo de franquia, abrangendo desde treinamentos até assessorias jurídicas e administrativas. Esses recursos auxiliam os franqueados na gestão do negócio e na resolução de dúvidas ao longo da parceria.

Desse modo, ao escolher uma franquia, você deve considerar os suportes oferecidos, como treinamentos e manuais eficientes para o dia a dia.

A presença ativa da franqueadora na vida do franqueado, proporcionando a expertise da marca, também é um fator relevante. Até porque, a qualidade desses suportes pode ser determinante para o seu sucesso como franqueado.

11. Só adquira a franquia ao se sentir seguro sobre ela

Após percorrer todas essas etapas discutidas, é crucial que você avalie se as informações adquiridas ao longo desse processo são o bastante para gerar confiança na escolha da franquia.

Nesse contexto, é fundamental que o empreendedor tenha a certeza de que a franquia está alinhada com seus interesses, metas e capacidades. Ao longo do conteúdo, você aprendeu qual o tipo de franquia ideal para o seu perfil, quais modelos de franquias mais comuns e dicas estratégicas. Agora que está por dentro do assunto, empreenda e lucre.

Advertisement

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje