Destaques ★FranchisingEmpreendedorismo

Setores que mais abriram negócios nos últimos tempos: veja os que têm potencial

Pessoa usando computador com mapa e gráficos. Imagem ilustrativa do texto sobre setores que mais abriram negócios.

Conhecer os setores que mais abriram negócios nos últimos tempos pode ser o primeiro passo para investir com sucesso. Pensando nisso, preparamos uma lista com segmentos em alta e dicas de como escolher a melhor opção para você.

De acordo com o Sebrae, apenas os setores que mais abriram negócios resultaram em mais de 1 milhão de novas empresas em 2021. Sendo assim, a expectativa para estes segmentos é alta e você pode se identificar com algum deles.

Setores que mais abriram negócios em 2021

Confira agora os setores que mais abriram negócios no último ano e entenda as vantagens de cada um deles.

Advertisement

Comércio varejista de vestuário e acessórios

O comércio varejista de vestuário e acessórios está no topo da lista de setores que mais abriram negócios. 

O setor teve cerca de 56 mil novos investidores nessa área que abriram negócio em 2021. Outros dados dessa mesma pesquisa explicitam que as vendas do comércio varejista tiveram um fechamento no ano passado com um crescimento de 1,4% em relação ao ano de 2020.

Para abrir um negócio nessa área, busque originalidade ou nichos pouco explorados. Por exemplo, ao invés de uma loja com muitas roupas, pode ser interessante focar apenas em roupas íntimas.

Promoção de vendas 

A princípio, a promoção de vendas consiste em um conjunto de ações, métodos e recursos para aumentar o consumo da venda dos produtos ou serviços de uma empresa. 

O setor de promoção de vendas vem em segundo lugar nessa lista, com cerca de 46 mil novos empreendedores em 2021. Além do mais, a área tem boas expectativas para 2022 de acordo com uma análise. 

Assim, a previsão para o setor de vendas de varejo no Brasil deve crescer 3,8% em volume nesse ano. Além do mais, é uma área que pode ser explorada sem sair de casa, apenas oferecendo consultoria para outras empresas.

Cabeleireiro, manicure e pedicure

Outro setor com bons resultados no ano passado foi o de cabeleireiro, manicure e pedicure. Em 2021, foram cerca de 36,5 mil novos empreendimentos nesse mercado

Mulher passando glitter na unha pintada de rosa. Imagem ilustrativa do texto sobre setores que mais abriram negócios.
Segmento da Beleza conta com boas oportunidades de negócio.

Além disso, esse segmento é uma área em alta no país, com expectativas de crescimento nos próximos anos. De acordo com a Euromonitor, o mercado no Brasil é o quarto maior do mundo. 

Estamos atrás apenas da China, Japão e dos Estados Unidos. Por isso, investir em salões de beleza, serviços domiciliares ou fornecimento de produtos para profissionais do setor pode ser uma boa opção.

Fornecimento de alimentos preparados para consumo domiciliar

O setor de fornecimento de alimentos preparados para consumo domiciliar vem crescendo diante da correria cada vez maior do dia-a-dia. Além disso, o isolamento social impulsionou ainda mais esse mercado. 

Dessa forma, no ano de 2021 foram 32,5 mil novos empreendedores no setor de fornecimento de alimentos. Além disso, dados da Receita Federal mostram que em 2020 já haviam cerca de 228 mil microempreendedores individuais registrados na área.

Investir no segmento de Alimentação demanda uma atenção grande. Mas, para quem tem disposição, pode ser uma boa oportunidade, sobretudo em nichos que atendam a locais com grande circulação de pessoas.

Obras de alvenaria

O setor de obras de alvenaria possibilita que pedreiros possam se tornar MEI e exercer atividades nesse mercado. Assim, cerca de 32 mil brasileiros formalizaram suas atividades em 2021. 

Esses serviços podem ser configurados como essenciais para o desenvolvimento local. Transformando assim, espaços vazios em edificações. Porém, é importante ficar atento, pois serviços como chapisco, emboço e reboco não se enquadram na categoria.

Serviços de documentação e apoio administrativo

Por sua vez, o mercado de serviços de documentação e apoio administrativo atua oferecendo suporte para um setor ou empresa. Por isso, esse foi um dos setores que mais abriram negócios.

Os serviços de documentação e apoio administrativo tiveram cerca de 29,5 mil novos empreendimentos em 2021. Assim, foram mais de 1 milhão de empresas abertas entre janeiro e abril do ano passado. 

Mulher sorrindo e recebendo papel. Imagem ilustrativa do texto sobre setores que mais abriram negócios.
Negócios voltados para outras empresas formam um bom nicho lucrativo.

Sem contar nos mais de 4 milhões de novos CNPJ registrados no segmento. Neste sentido, é possível investir na área mesmo sem abrir um espaço físico, já que existem softwares e programas que digitalizam o acervo das empresas.

Restaurantes  

O setor de restaurantes está presente em mais de 5,5 mil municípios brasileiros. Além disso, gera seis milhões de empregos diretos. 

De acordo com o Sebrae, no ano de 2018 o segmento englobou cerca de 2,7% do PIB nacional. Em 2021, mesmo sendo o ano do pico da pandemia, foram abertos 28 mil restaurantes no país.

Este é um dos setores que mais abriram negócios e que mais resiste à crise. Contudo, como dito anteriormente, é um setor que demanda muita atenção e planejamento.

Lanchonetes, casas de chás, sucos e similares 

Entre os setores que mais abriram negócios há ainda o de lanchonetes, casas de chás, sucos, entre outros similares. Isso inclui fast-food, pastelarias e sorveterias. 

Com consumo no local e com fabricação que pode ser própria ou não. Assim, foram cerca de 24 mil novos empreendedores nesse mercado em 2021. 

Por serem formatos mais enxutos, podem ser abertos em locais menores e com investimento mais baixo.

Transporte de cargas

Por meio do Transporte de Cargas, motoristas podem trabalhar no transporte de animais vivos, carga viva, carga em geral e em contêineres. No ano passado, foram mais de 22 mil formalizações nesse setor de transporte. 

Assim, o mesmo é ideal para caminhoneiros e outros motoristas formalizarem seus serviços e receberem apoio em diversos aspectos. De acordo com o Painel Rodoviário, a frota de veículos no Brasil em 2020 era de mais de 107 milhões de veículos

Comércio varejista de bebidas

Também é possível destacar nos setores que mais abriram negócios, o comércio varejista de bebidas. Foram cerca de 21 mil novos empreendedores cadastrados para atuar nesse setor no ano de 2021. 

Pessoa fazendo drinks. Imagem ilustrativa do texto sobre setores que mais abriram negócios.
Comércio de bebidas no Brasil é um dos maiores do mundo.

Já em 2020, as vendas do segmento cresceram 10,5% de acordo com uma pesquisa. Dessa forma, se destaca entre pequenos empreendedores que querem investir em um negócio próprio.

Como abrir um negócio em setores em alta?

Antes de escolher um entre os setores que mais abriram negócios nos últimos anos, é preciso analisar algumas questões. Afinal, não há uma fórmula mágica para que um empreendimento dê certo.

Mas, seguindo as dicas abaixo, pode ser que o processo seja mais simples. Confira!

Avalie seu perfil empreendedor

Apesar da crise gerada pela pandemia, as pessoas não pararam de empreender no Brasil. Porém, abrir o próprio negócio não é uma tarefa fácil. Para facilitar esse processo, é indicado o estudo do perfil de empreendedor. 

Primeiramente, é preciso buscar oportunidades e ter iniciativa, assumir os riscos calculados e ser persistente. Além disso, ter compromisso e disposição para se dedicar ao negócio, ser proativo e aberto para novos aprendizados.

Procurar por áreas de interesse e afinidade também podem ajudar muito nesse processo. Porém, também é necessário fazer o estudo desse mercado e a elaboração de um plano de negócio. Assim, você terá mais segurança para atuar na empresa.

Escolha entre um negócio novo ou franquia

Em seguida, com o perfil delimitado é a hora de escolher um modelo de negócio. Assim, você pode optar por um novo negócio ou fazer a aquisição de uma franquia. 

Você deve ainda, analisar qualquer um dos setores que mais abriram negócios. Certamente você encontrará boas opções em cada um deles.

Um negócio próprio apresenta diversas vantagens almejadas por muitos brasileiros. Como autonomia, gestão do seu tempo e poderá trabalhar com o que gosta. 

Além disso, possibilita a chance de melhores ganhos e a tão sonhada independência. Porém, é necessário muito esforço e dedicação para alcançar os resultados ao formatar o negócio todo do zero.

Grupo de pessoas fazendo reunião usando notebooks. Imagem ilustrativa do texto sobre setores que mais abriram negócios.
Sistema de franquias oferece suporte essencial para quem está começando.

Já as franquias possibilitam que os empreendedores tenham um negócio próprio com apoio e know-how da franqueadora. Desse modo, saiba que todos os setores oferecem opções de franquias.

Ao se tornar um franqueado, você terá o direito de uso da marca por determinado período de tempo. 

Além de receber treinamento, acompanhamento e assessorias da franqueadora para alcançar os melhores resultados.

Assim, você tem a possibilidade de atuar com a melhor parte do negócio e representar uma marca já consolidada no mercado.

Entenda seu mercado local

Por fim, entender o mercado local é essencial para abrir o seu negócio. Seja ele independente ou franqueado, o empreendimento precisa de um espaço adequado para prosperar na área de atuação. 

Além disso, é preciso analisar a concorrência e saber se seu produto ou serviço terá boa aceitação do público-alvo local.

Para conhecer empreendimentos nos setores que mais abriram negócios, não deixe de ler sobre: Franquias baratas e rentáveis: conheça as melhores opções no Brasil.

Franquias automáticas: como funciona? Entenda se vale a pena

Artigo anterior

Aqui está a melhor opção entre empreendimentos lucrativos do mercado!

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.