O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Setor de Alimentação: entenda por que abrir um negócio mesmo na pandemia

Acesse uma parte específica do artigo

pote de açaí cream berry com morangos ao redor imagem ilustrativa texto setor de alimentação

Setor de Alimentação: entenda por que abrir um negócio mesmo na pandemia

O Setor de Alimentação é uma opção de investimento atemporal. Mesmo durante a crise é possível ter sucesso nessa área. Entenda os motivos a seguir.

De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), desde 2008 a alimentação integra o ranking dos três maiores gastos mensais dos brasileiros. Mesmo mais de dez anos depois, a porcentagem relacionada a área no orçamento é de cerca de 14%.

Advertisement

Além disso, em 2020, mesmo com a pandemia, o Setor de Alimentação movimentou R$ 7,4 bilhões do PIB brasileiro. Neste cenário, o nicho pode ser uma boa opção de investimento mesmo neste momento de crise.

Advertisement

Por que abrir negócio no setor de Alimentação agora?

Mesmo na pandemia, o setor de Alimentação apresenta boas perspectivas para quem quer investir. Isso porque, neste período, mais pessoas buscaram pedir comida ou comprar em locais de forma mais segura.

Assim, um dos nichos que mais se destacou dentro do setor foi o de Food Service. Ou seja, a categoria que engloba estabelecimentos que prestam serviços alimentícios.

Apesar das restrições de aglomerações, o Food Service continuou movimentando a economia. Os estabelecimentos que oferecem delivery foram os que mais impulsionaram o setor durante a pandemia.

Setor de Alimentação não tem crise

Desde 2020, o Setor de Alimentação passou por muitas mudanças. Com as restrições devido à pandemia, muitos empreendimentos dessa área precisaram se reinventar.

No entanto, tanto as pessoas, como as empresas, mudaram nesse período. Então, as formas de consumir alimentos mudaram, mas continuam preenchendo boa parte da rotina e do orçamento dos brasileiros.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), os serviços de alimentação cresceram 184,2% no primeiro trimestre de 2021. No mesmo período, as vendas para o varejo cresceram 134,4%.

Ou seja, o setor de Alimentação aqueceu a indústria em 2020 e esteve à frente das vendas do varejo. Isso se deve a muitos fatores, entre eles o maior volume de pedidos de entrega domiciliar.

Quando se trata do sistema de franchising, o setor de Alimentação também apresentou crescimento expressivo. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor apresentou variação positiva de 7,9%.

No mais, o que não falta no Setor de Alimentação é opção. Além da possibilidade de trabalhar apenas com entrega, há diversos nichos a serem explorados de acordo com o interesse do empreendedor.

Sair na frente da concorrência

Antes de mais nada, todo mundo precisa se alimentar. Por isso, investir no Setor de Alimentação pode ser uma boa ideia em qualquer época.

Além disso, a pandemia de Covid-19 despertou o espírito empreendedor do brasileiro. De acordo com dados do Portal do Empreendedor, entre fevereiro e setembro de 2020, 1,1 milhão de novos cadastros foram criados. 

Isso significa que mais pessoas estão buscando o empreendedorismo individual para fugir da crise. Ou seja, quem for esperar a pandemia passar para empreender pode acabar perdendo tempo e dinheiro.

Sendo assim, abrir um negócio no setor de Alimentação pode ser uma boa ideia para o investidor que quer sair à frente. Não existe uma fórmula mágica, mas contar com a experiência e apoio de uma franqueadora podem ser fatores determinantes.

Avanço da vacinação

Com mais pessoas vacinadas, a tendência é que o comércio continue crescendo. Essa perspectiva já pode ser vista em alguns setores.

De acordo com a ABF, no terceiro trimestre de 2021 o franchising brasileiro faturou como no mesmo período de 2019, antes da pandemia. Ou seja, o setor voltou a crescer com as pessoas consumindo mais.

De acordo com Rodney Montier, gestor comercial responsável pela expansão da marca Cream Berry, “a vacinação está avançada e a economia está crescendo. Além disso, quem foi mandado embora não quer voltar a ser CLT”, pontua.

Para o gestor, esses fatores mostram que investir no setor de Alimentação pode ser, sim, uma boa opção para 2022.

Lucrar sendo o próprio chefe

Como Montier, da Cream Berry, apontou, muitas pessoas foram demitidas com a pandemia e não querem, ou não conseguem mais trabalhar com carteira assinada. Dessa forma, abrir um negócio pode ser uma boa opção para quem deseja se reinserir no mercado de trabalho.

Muitos brasileiros, inclusive, pretendem abrir o próprio negócio nos próximos três anos. De acordo com uma pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), são 50 milhões de pessoas com essa intenção no país.

Esse número é resultado do desejo do brasileiro em ser o próprio chefe. Ou seja, ter maior participação nos lucros, flexibilidade e poder investir tempo em dinheiro em algo que de fato eles gostem de fazer.

Por que abrir sua franquia da Cream Berry?

moça atendendo cliente no balcão da loja cream berry. ambos usam máscara de proteção contra a covid-19. imagem ilustrativa texto setor de alimentação
Franquia de açaí teve crescimento mesmo na crise.

Para quem busca investir no Setor de Alimentação, uma das formas mais assertivas é optar por uma franquia. Isso porque, nesse tipo de empreendimento, não é preciso criar um planejamento, nem um modelo de negócio do zero.

O sistema de franquias se baseia na transferência de know-how. Ou seja, a franqueadora tem um modelo de negócio testado e consolidado, e vai ensinar ao franqueado como colocar isso em prática.

Por isso, métodos e procedimentos são padronizados, o que facilita muito a vida do investidor. Além do mais, os franqueados realizam treinamentos e podem recorrer à franqueadora sempre que preciso.

Entre as diversas opções de franquias do setor de Alimentação, a Cream Berry merece destaque. O açaí por si só já é um grande atrativo, com forte apelo ao público.

Mas a Cream Berry também se destaca pelo crescimento. Apenas em 2020, a marca registrou aumento de 300% nos rendimentos.

A seguir, você confere alguns dos fatores pelos quais a Cream Berry pode ser o seu investimento no setor de Alimentação.

Açaí não tem sazonalidade

Em primeiro lugar, o açaí é um alimento considerado uma superfood. Ou seja, ele tem alto valor nutricional. Consequentemente, a busca pelo alimento por pessoas que se preocupam com uma alimentação saudável é grande.

De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), 36% dos consumidores brasileiros buscou inserir comidas e bebidas saudáveis em sua dieta. A preocupação é resultado da pandemia.

Além disso, o açaí tem uma grande busca, em qualquer horário do dia, para todas as refeições. Dessa forma, as chances de o franqueado Cream Berry ter loja cheia durante todo o ano são grandes.

Outro atrativo são os preços acessíveis, que conquistam ainda mais clientes.

Produtos de fabricação própria

A Cream Berry se destaca pela receita original, que oferece aos consumidores um açaí cremoso. A rede também sai na frente por proporcionar aos clientes um cardápio variado.

Atualmente, são mais de 70 opções. Por exemplo: cremes de cupuaçu e pitaya, manga, maracujá, abacate, tapioca, açaí zero, iogurte grego e barcas doces.

Expansão da rede

Devido ao bom desempenho das unidades, a Cream Berry tem se destacado no setor de Alimentação. Por isso, a rede de franquias aposta agora na expansão.

Atualmente, são 45 unidades em todo o Brasil. Mas o objetivo da empresa é ter 120 franquias até o final de 2022.

De acordo com Rodney Montier, a empresa conta com uma Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) atrativa para novos investidores. Você pode conhecer os números entrando em contato com a marca.

Suporte completo para o franqueado

Além da competitividade, a Cream Berry se destaca pelo suporte oferecido ao franqueado. Assim, é possível investir na franquia e obter bons lucros mesmo sem experiência prévia no mercado.

Isso porque, o suporte começa com a escolha do ponto e adaptação do local às especificações. O franqueado também tem acesso a treinamentos para si e para os colaboradores, inclusive com vídeos prontos e com linguagem acessível

Outro destaque importante é o marketing ativo. Sendo assim, a franqueadora permite que o investidor use materiais prontos para a divulgação de sua unidade.

Tudo é feito com transparência. Por isso, o franqueado tem a tranquilidade de que a Circular de Oferta de Franquias (COF) vai ser seguida à risca.

Ainda está na dúvida sobre abrir sua franquia de alimentação neste momento? Clique aqui e confira as vantagens de investir durante uma crise.

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje