O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Destaques ★ » Repasse de franquia: saiba como fazer de forma correta

Repasse de franquia: saiba como fazer de forma correta

Sumário

Quando você não estiver satisfeito com seu empreendimento e achar que não há outra solução a não ser desistir, saiba que existe o repasse de franquia para reduzir o seu prejuízo. Logo, para que você possa entender melhor como esse processo funciona, preparamos o texto a seguir.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2023, o setor de franquias faturou R$ 240,6 bilhões. Logo, investir nesse mercado pode ser promissor para quem deseja empreender e lucrar.

Mas nem todo mundo, mesmo após todo o processo de pesquisa, alcança a felicidade com a sua unidade franqueada. Esse pode ser um erro cometido por qualquer um, assim como um casamento que não dá certo.

Ao mesmo tempo, no caso de falecimento do empresário, como fica a gestão da franquia e suas responsabilidades? Dessa forma, as marcas oferecem a possibilidade do franqueado, ou seu representante, vender a empresa para outra pessoa interessada. Assim, acaba tendo uma boa remuneração. Continue a leitura!

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Como funciona o repasse de uma franquia?

Quando você decide investir numa franqueadora e, tempo depois, por algum motivo, quer deixar o negócio, é feito o repasse de franquias. Ou seja, podemos resumir essa questão é como uma passada de bastão de um empreendedor para outro com o intuito de assumir a unidade.

Para você entender melhor o que é o repasse de uma franquia, pense que funciona como uma revenda. O principal objetivo quando você inicia é auxiliar a marca no seu processo de expansão de franquias.

Porém, alguns empresários acabam encontrando dificuldades que os fazem mudar de direção. Para evitar o prejuízo, esse empreendedor pode buscar outra pessoa jurídica para assumir o negócio.

Assim, recupera o valor investido e a empresa continua crescendo. Mesmo que pareça algo simples, é importante destacar que a franqueadora precisa aprovar essa mudança. Lembre-se que só irá aceitar o negócio se o novo empresário tiver as características que ela considera importante.

Em seguida, o novo franqueado passará pelo mesmo processo que qualquer outro, como os treinamentos. Ele também precisa ter o capital necessário, tempo para gerir o negócio e vontade de fazer acontecer.

Quando o repasse da franquia é a melhor solução?

A decisão de fazer um repasse de franquia deve ser muito bem pensada pelo franqueado. Inicialmente, você deve levar em consideração os fatores que estão fazendo você tomar essa decisão.

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Sendo assim, pode ser pelas dificuldades de gerir o negócio, os resultados abaixo do que você esperava, algo que não foi cumprido pela franqueadora que desmotivou você etc.

O mais importante nesse momento é conseguir entender todas as questões que estão fazendo você tomar essa atitude. Importante destacar que essa deve ser a sua última opção, após ter feito de tudo para que o negócio fosse bom para você.

Além disso, existem outros fatores que podem influenciar na sua tomada de decisão, como: a mudança de uma cidade, estado, país ou uma nova oportunidade de negócio.

Porém, tudo precisa de acordo e autorização da franqueadora. Lembre-se que existe um contrato em que o repasse está previsto. Inclusive, esse é um dos assuntos abordados no curso Franquias: Guia prático para iniciantes. Acesse e saiba mais sobre as aulas clicando aqui.

A seguir, confira um passo a passo prático para fazer o repasse da sua franquia de forma certa.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Passo a passo para fazer o repasse de franquia

O repasse de franquia vale a pena se feito de maneira segura e correta. Por isso, é necessário seguir alguns passos importantes.

Até porque, irão tornar a transferência mais tranquila. Inicialmente, como falamos anteriormente, o mais importante é comunicar a franqueadora a sua decisão. Mas como repassar franquia? A resposta é simples! Basta fazer o seguinte:

Analise seu contrato

Analise o seu contrato e verifique se há e como funcionam as cláusulas de repasse. Mas faça isso antes de entrar em contato com a franqueadora.

Nesse sentido, a principal sugestão é conversar com um advogado especializado na área para se certificar que tudo estará nos conformes.

Procure uma assessoria jurídica

Para tanto, é fundamental que você encontre uma assessoria jurídica para lhe auxiliar com as próximas etapas.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Nesse momento, o mais importante é que você possa assegurar que o restante do processo irá correr dentro da legalidade. Desse modo, você poderá evitar prejuízos para todas as partes envolvidas no acordo.

Informe a franqueadora

Você precisa conversar com a franqueadora e expor a sua vontade. Participe das reuniões para evitar dúvidas com relação ao processo de transferência.

Geralmente, você pode encontrar franqueadoras que exigem que o novo empresário pague uma taxa extra ou que participe de treinamentos específicos etc. Certifique-se também de que você poderá indicar ou fazer propaganda sobre a sua unidade “à venda”.

Separe todas as documentações necessárias

Transferir qualquer coisa de nome é um processo burocrático. No mundo empresarial, isso tende a ser ainda pior. Assim, após comunicar a sua decisão e compreender todo o processo adotado pela franqueadora, chegou o momento de separar todos os documentos que a marca precisa para fazer a transferência.

Dessa forma, assim que aparecer algum empresário interessado, você tem a condição de informá-lo corretamente sobre tudo. Esse processo é fundamental para que o futuro franqueado tome conhecimento de cada detalhe do seu negócio.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

Ou seja, existe todo um histórico que precisa ser cuidadosamente avaliado. Por isso, não esconda nenhum dado sobre a sua gestão e administração. Sobre as questões financeiras, peça para o seu contador para deixar tudo preparado. Caso não tenha, encontre um para evitar problemas.

Monte o contrato de compra e venda

Essa é uma etapa que pode ou não fazer parte das suas obrigações. Isso vai depender de cada franqueadora. Até porque, existem as marcas que pedem que você monte o próprio contrato de compra e venda. Esse processo pode ser feito com o auxílio da assessoria jurídica que está lhe acompanhando ao longo do processo.

Após redigir o documento, basta validá-lo com a franqueadora e seguir acompanhando. A marca manterá você informado sobre as etapas de negociação com os futuros franqueados interessados. Caso não queira ficar esperando, nada lhe impede de cobrar um retorno.

Fazer a transferência das unidades franqueadas para outro empresário é um processo comum e previsto pela maioria das franquias. Porém, essa é uma decisão muito delicada, que precisa ser bem pensada. Ou seja, a mudança é aconselhável em apenas alguns casos.

Caso seja a sua escolha, procure um advogado para lhe ajudar ao longo do processo. Nesse conteúdo, você aprendeu sobre o repasse de franquia e como funciona.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

Ainda aprendeu dicas importantes que irão lhe ajudar a concluir esse processo. Agora que está por dentro do assunto, coloque em prática o que descobriu e conclua o repasse com tranquilidade.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje