Destaques ★Franchising

O que é uma rede de franquias? Vale a pena fazer parte?

Blocos sobre outros representando o sistema de franchising. Imagem ilustrativa texto rede de franquias

Uma rede de franquias é responsável por fazer uma empresa se expandir por uma cidade, por um país e até pelo mundo. Porém, para que isso aconteça, é necessário seguir alguns passos.

Muita gente sonha em ter o seu próprio negócio e, assim, mudar de vida. Essa é uma tarefa árdua, e por vezes complicada, até para quem possui uma vasta experiência no mercado. Mas existe uma solução que promete facilitar a gestão e trazer mais benefícios ao longo da caminhada.

As franquias são empreendimentos que entregam para o empresário diversos benefícios. Como consequência disso, esse tipo de negócio proporciona mais segurança, principalmente para quem se programou durante um tempo para dar início ao processo de abertura do empreendimento.

Sendo assim, preparamos o texto a seguir para que você possa compreender como funciona esse modelo de negócio e suas vantagens. Acompanhe a leitura!

O que é uma rede de franquias?

Antes de mais nada, é preciso entender que uma rede de franquia é um conjunto de unidades voltadas para o desenvolvimento e expansão de uma determinada marca. Para que isso possa acontecer de maneira natural, a empresa concede o direito comercial a um empresário terceiro.

Assim, ele poderá comercializar produtos e serviços ligados à matriz.

Esse é um processo mais barato e mais seguro do que abrir diversas lojas, sob a mesma orientação, e ao mesmo tempo. Afinal, imagine o trabalho que seria para uma marca gerir mais de 10 lojas? É uma demanda muito grande, que exigiria extrema atenção do gestor.

Por outro lado, quando falamos de franquias, esse processo se torna um pouco mais simples. A empresa matriz precisará apenas garantir que suas unidades estejam seguindo o padrão estabelecido. Ao mesmo tempo, todas as questões relacionadas à gestão e sobrevivência da unidade fica por conta do empresário que adquiriu o direito.

É uma via de mão dupla.

Além disso, o empreendedor, conhecido como franqueado, tem a possibilidade de investir em um negócio mais seguro que um empreendimento aberto do zero. Essa segurança vem principalmente do respaldo e suporte oferecido pela marca.

Com todas as unidades funcionando em uma espécie de linha de produção, a marca consegue expandir sua atuação por diversas regiões e localidades. Não importa se em uma cidade, estado ou país, a franqueadora tende a aumentar o número de consumidores, fama e know how.

Como funciona o sistema de franchising?

Agora que você sabe o que significa uma rede de franquias, precisamos explicar como todo o sistema de franchising funciona. Nesse modelo de negócio, o foco principal está no desenvolvimento da marca, visando torná-la uma referência no ramo gerando reconhecimento.

Desde já, precisamos explicar como o empreendedor consegue ter acesso ao direito comercial de uma determinada empresa. De acordo com a Lei de Franquias, para ter esse direito, o futuro franqueado precisa arcar com um valor inicial conhecido como taxa de franquia.

Essa quantia é equivalente a compra dessa autorização, mas que também dá ao empresário acesso aos treinamentos e suportes oferecidos pela franqueadora. Vale destacar que, após quitação dessa taxa, você precisará pagar os valores mensais conhecidos como royalties e fundo de propaganda.

Para quitar essas taxas, por mês, é necessário um baixo investimento. A taxa mensal serve como uma manutenção do seu direito. Outro ponto que é fundamental para o desenvolvimento desse modelo de negócio são as atividades propostas pela franqueadora.

Graças a elas, o empreendedor que está prestes a entrar no negócio consegue conhecer a fundo a marca em questão. Ou seja, são metodologias, “Como realizar tal serviço?” ou as vantagens de um determinado produto. Inclusive, todos os funcionários contratados também devem passar por esse período de estudos.

Mas para que você conheça mais a fundo sobre como funciona o sistema de franchising, separamos o vídeo a seguir. Confira!

https://www.youtube.com/watch?v=KN6JUH-RqQA&t=13s

Qual é a melhor franquia para investir?

Para que você consiga investir em uma boa rede de franquias baratas para 2020, é necessário observar dois pontos. Em primeiro lugar, você precisa analisar qual é o seu perfil de empresário. Será com base nesse levantamento que você irá conseguir entender e conhecer suas limitações profissionais.

Podemos compreender esse perfil em duas frentes: uma mais voltada para quem gosta de atuar com vendas. Geralmente, esse empresário sabe lidar melhor com o público, prefere estar na linha de frente da loja, tem maior poder de persuasão, gerencia conflitos com eficiência, entre outros pontos.

Por outro lado, existe aquele gestor mais ligado ao administrativo. São empresários que gostam de lidar com números, têm uma visão estratégica e de base, sabe identificar e diagnosticar problemas relacionados à saúde financeira da empresa, lida com facilidade na negociação com fornecedores etc.

Sendo assim, conhecendo quais pontos combinam com você, fica mais fácil identificar em qual franquia investir. Claro que, apesar dessas definições, nada impede que o empresário estude seus pontos de menor desenvolvimento para aprimoramento. O mais recomendável é encontrar um ponto de equilíbrio.

Por último, o segundo ponto, para encontrar uma boa marca para ser franqueado é necessário compreender o grau de confiabilidade da empresa. Uma franquia confiável é aquela que cumpre com diretrizes e apresenta a você, por meio de reuniões, o que consta na Circular de Oferta de Franquia (COF).

Seguindo esses dois passos fundamentais, você estará no caminho certo para encontrar uma franqueadora de boa reputação e que oferece boas possibilidades de crescimento.

Qual a diferença entre franquia e licenciamento?

Ser franqueado não é o mesmo que ser licenciado e é muito importante que isso fique claro. Apesar de ambas terem o foco na aquisição do direito para comercializar produtos ou serviços, a principal diferença está no tipo de contrato que é proposto pela marca detentora do direito de uso.

As franquias baratas e rentáveis, ou as que exigem um valor mais alto, são regidas por meio das COF’s e precisam estar de acordo com a Lei de Franquias. Essa diretriz visa regularizar o modelo de negócio, garantindo direitos para ambas as partes do negócio. Sem sua adesão, não é possível se tornar um franqueado.

Além disso, seja uma franquia on-line ou não, todas são regidas pela mesma Lei, garantindo diversos direitos que ajudam no desenvolvimento do negócio, como treinamentos e suporte. Ao contrário, quando falamos de licenciamento, a situação é um pouco diferente.

Nesse caso, existe apenas um contrato comercial para a transferência pontual do know how, sem que exista uma manutenção desse conhecimento. Sem contar na falta de relacionamento entre as partes, algo bastante fundamental para as franquias.

Grosso modo, podemos dizer que toda franquia possui o licenciamento dentro do seu contrato. Porém, existem coisas a mais que favorecem o empresário nesse sentido.

Quem é o franqueador e quem é o franqueado?

Uma mulher e um homem parecem fechar um negócio juntamente a um representante(imagem ilustrativa). Texto: rede de franquias
Uma boa relação entre franqueado e franqueadora é fundamental para o sucesso do negócio.

Nesse momento, você já deve ter notado as diversas vezes que citamos as palavras franqueado e franqueadora. Esses termos são comuns e servem para expor o tipo de relação que existe nesse modelo de negócio.

Portanto, antes de continuarmos com a apresentação das dicas para fazer parte de uma rede de franquias, precisamos compreender quem é quem nessa relação.

O franqueador, também conhecido como gestor de franquias, é o responsável pela marca. Será ele quem vai oferecer a você os treinamentos e suportes necessários para realização de um bom trabalho. Além disso, cabe a ele fazer a COF e garantir que todas as diretrizes serão cumpridas ao longo da vigência do contrato.

Já o franqueado é o empreendedor que irá usufruir do know how da marca. Cabe a essa parte seguir corretamente as recomendações da franqueadora. Caso algum dos pontos não sejam respeitados, poderá haver o cancelamento do acordo. Dentro dessa estrutura, o empresário também precisará executar suas atividades como gestor.

Dessa forma, podemos considerar que franquias são empreendimentos semi-independentes. Ou seja, apesar de seguir os padrões elencados pela franquia – produção da identidade visual, determinado modus operandi no atendimento, reprodução fiel dos produtos e serviços oferecidos – o caminho que a unidade vai seguir depende exclusivamente do franqueado.

Todas as questões relacionadas à administração da franquia fica a cargo da gestão do empresário. Para facilitar as coisas nesse sentido, as franqueadoras costumam oferecer auxilio estratégicos e de organização, por exemplo. Porém, este não é um ponto obrigatório como os demais.

Entenda as vantagens de fazer parte de uma rede de franquias

Sabendo agora quem é quem, além de conhecer as principais características desse modelo de negócio, chegou o momento de saber sobre suas vantagens. Existem alguns parâmetros que faz das franquias o modelo de negócio mais seguro do país.

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a taxa de mortalidade nesse empreendimento é o mais baixo que existe. Em um período de 10 anos, enquanto apenas 15% das franquias fecharam as portas, 75% dos empreendimentos abertos do zero seguiram o mesmo destino.

No entanto, para que essa situação continue confortável para o mercado das franquias, existem algumas ações que só o modelo de franchising pode proporcionar. Graças a essas ações que muitos empresários seguem crescendo, mesmo em cenários de crise, por exemplo.

Plano de negócio já estabelecido

Quando você está pensando em abrir um negócio, o primeiro passo a ser dado deve ser o desenvolvimento de um plano de negócio. Após isso, será possível entender as necessidades do mercado, avaliar quem é o seu público alvo, enxergar os valores necessários para tirar o projeto do papel etc.

Acontece que esse planejamento demanda tempo e muita dedicação. Muitos empreendedores preferem adaptar seus projetos “conforme o andar da carruagem”, sem um refinamento das propostas. Essa é uma escolha perigosa que pode fazer todo o seu investimento ir por água abaixo.

O que ocorre com as franquias é um movimento diferente. Como elas são originárias de uma empresa que já tem um histórico, conhece o seu público, sabe o que diferencia e o que qualifica seus produtos e serviços, o franqueado precisa apenas se basear nessas ações anteriores que garantiram a estabilidade da merca.

Ou seja, seguir todas as diretrizes apresentadas no contrato, além de aprender e executar aquilo que os treinamentos sugerem. Assim, logo nos primeiros meses, seu empreendimento já estará em pleno funcionamento e com expressivo fluxo de clientes.

Reconhecimento da marca

Certamente o reconhecimento da marca é fator de bastante impacto, o que torna uma rede de franquias bastante atrativa para os empreendedores. Juntamente com a estratégia do plano apresentado no tópico anterior, somado a uma presença de anos no mercado, tem-se estabelecida toda a diferença desse tipo de negócio.

Ao longo do seu processo de amadurecimento, a franqueadora já enfrentou diversos desafios e problemas. Nesse sentido, foi preciso superar muitos obstáculos para mostrar ao público as vantagens de contar com aquele serviço ou produto.

Um exemplo simples: você consegue pensar em, pelo menos, 10 marcas de cabeça sem realizar qualquer pesquisa? Bom, isso é resultado de anos de história e experiencia no ramo, ou seja, está ligado ao reconhecimento das franquias por seus clientes (e até menos não clientes).

Pense novamente: é melhor estabelecer relação com uma loja, serviço ou produto cuja confiança de anos você já depositou ou apostar no novo, cuja procedência você duvida? Mesmo que você opte pelo novo, há uma vastidão de pessoas que optam pela familiaridade.

Suportes oferecidos pela franqueadora

Uma mulher negra, muito bem vestida, realiza uma pesquisa em seu computador de modo bastante concentrado.
Todas as franqueadoras devem oferecer condições para seus franqueados possam entregar o melhor trabalho possível.

Por fim, uma das grandes vantagens de empreender por meio das franquias está no suporte oferecido. Graças a essa ação, o franqueado terá condições de solucionar eventuais problemas que poderão aparecer ao longo da sua caminhada.

Vale destacar que o suporte também recolhe informações de unidades da sua rede de franquias que são destaque. Dessa forma, a marca consegue identificar quais ações estão levando essas unidades a alcançarem determinado sucesso buscando sua aplicação nas demais.

Essa é a melhor das situações cuja relação em rede pode proporcionar.

Quais as maiores redes de franquias do Brasil? 

Fazer parte das maiores redes de franquias do Brasil é o sonho de qualquer empresário. Dessa forma, separamos as 10 maiores empresas, com base no estudo realizado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2020. Lembrando que são unidades em território nacional.

1. O Boticário – 3806 unidades

2. McDonald’s – 2459 unidades

3. AM/PM – 2377 unidades

4. Cacau Show – 2322 unidades

5. Subway – 1864 unidades

6. Acqio – 1703 unidades

7. Lubrax + – 1643 unidades

8. Kumon – 1563 unidades

9. Jet Oil – 1491 unidades

10. CVC Brasil – 1414 unidades

Como vimos ao longo deste conteúdo, as franquias são empreendimento seguros que oferecem diversas vantagens para os que optam pelo modelo. Dentre as que vale a pena destacar estão os treinamentos e suporte, o estabelecimento de um plano de negócios e a relação entre a marca e empresário.

Além disso, cada marca tem sua estratégia para desenvolver e conseguir expandir sua atuação. Em conclusão, é muito importante que o futuro franqueado fique atento se as necessidades da empresa combinam com seu perfil empresarial.

Gostou do nosso conteúdo sobre rede de franquias? Deseja conhecer um pouco mais sobre as oportunidades do mercado? Confira no conteúdo “9 MELHORES IDEIAS de negócios em alta que tendem a crescer”.

Veja exemplo da franquia Fórmula Animal e saiba como mercado de vendas on-line ganha força

Artigo anterior

Franquia Doutor Sofá aposta em expansão no Nordeste. Vale a pena investir no setor de limpeza?

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.