O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Quanto custa franquear meu negócio e expandir a marca?

Quanto custa franquear meu negócio e expandir a marca?

Sumário

Se você está em busca da resposta para “quanto custa franquear meu negócio”, este é o conteúdo certo para você! Por isso, leia até o final, pois vamos explicar detalhes do plano de expansão desse modelo.

Até porque, cada vez mais marcas estão entrando para o franchising. Uma pesquisa apontou, por exemplo, que o mercado de franquias

cresceu 14,3%, em 2022, comparado ao ano anterior, totalizando uma receita de R$ 211,4 bilhões. 

Dessa forma, é possível perceber que o modelo de franquias está conquistando os empreendedores e o público. Afinal, optar pelo franchising é uma forma de expandir o negócio e entrar em novos mercados.

Mas o processo de franquear um negócio envolve várias etapas e custos. Por isso, é importante ser feito de forma planejada e depois de muita pesquisa. Continue a leitura!

O que significa franquear um negócio?

Antes de saber quanto custa franquear meu negócio, é importante entender o que é franquear. Ou seja, é o processo de transformar uma empresa em uma rede de franquias com modelo de negócio replicável.

Dessa forma, a ideia do negócio é que outras pessoas possam investir na sua empresa e, em troca, administrem uma unidade. Em seguida, essas unidades vão funcionar de acordo com determinados padrões.

Afinal de contas, o sistema de franquias funciona por meio de uma padronização. Então, se você for a uma franquia de alimentação, o cardápio, o espaço físico, os materiais gráficos e o resto vai ser igual ao das demais unidades.

Para isso funcionar, a empresa que vai virar franquia precisa ter um modelo de negócio replicável. Em outras palavras, você tem que conseguir “fazer cópias” que vão ser administradas pelos investidores da marca.

Sendo assim, quando alguém compra uma unidade, passa a ser chamado de franqueado. Ao fazer o investimento, o empreendedor recebe direito de uso da marca para comercializar os mesmos produtos ou serviços.

Dessa forma, além de criar um plano de expansão, você precisa ter uma equipe para auxiliar no processo de implantação das unidades franqueadas. Isso porque, você necessita transmitir o know-how que acumulou para os investidores.

Por fim, vão ser capazes de ter uma unidade da sua empresa, manter os padrões e conquistar um negócio de sucesso. Assim, quando o franqueado é bem-sucedido, toda a rede se beneficia.

Todo negócio pode virar franquia?

A resposta é não! Isso porque, é preciso que as empresas passem por um processo de análise de franqueabilidade, para que o empreendedor entenda se realmente é possível replicar o modelo de negócio.

Dessa forma, a análise vai considerar todos os aspectos estruturais da empresa, como: tamanho, portfólio, experiência no segmento, gestão, saúde financeira e fornecedores. Assim, é possível perceber os pontos fracos e fortes da empresa.

Além disso, é necessário levantar alguns aspectos da marca junto ao mercado. Nesse caso, para se tornar uma franquia, o negócio precisa, por exemplo, ter um diferencial em relação aos demais do mesmo segmento.

Outro ponto importante para analisar é se seu produto ou serviço. Afinal de contas, precisa ter boa aceitação do público onde quer que a unidade franqueada esteja.

Do mesmo modo, é importante pensar os motivos pelos quais alguém se tornaria um investidor da sua marca. Alguns motivos comuns são: produtos e serviços exclusivos, tempo de atuação no mercado e facilidade na implantação do negócio.

Por fim, fica mais simples verificar se ao entrar para o franchising, a empresa terá sucesso ou não. Logo mais, entenda quando você pode franquear o seu negócio. Mas antes, descubra qual o custo para isso.

Quanto custa franquear um negócio?

Para saber quanto custa franquear seu negócio, é preciso analisar uma série de fatores. Por exemplo, documentação, equipe, material de divulgação e projeto arquitetônico.

Primeiramente, é necessário organizar os documentos essenciais para que sua empresa possa atuar como franqueadora. Dessa forma, um dos mais importantes é a Circular de Oferta de Franquia (COF) que apresenta todas as informações relevantes para o franqueado.

Assim, os documentos e alteração da contabilidade custam, em média, R$ 9,5 mil. Em seguida, é importante montar sua equipe (já que você precisa contar com especialistas em franquias) e implantar ferramentas de franchising que auxiliam a seguir na expansão.

Nesse sentido, os valores incluem, em média, R$ 25 mil. Outro valor envolvido é o de R$ 6 mil que engloba a elaboração do plano de expansão com o passo a passo para franquear.

Depois, você precisa pagar por um projeto arquitetônico, em torno de R$ 10 mil; planejamento de marketing, cerca de R$ 4 mil; filiação à Associação Brasileira de Franchising (ABF), R$ 1 mil; software de gestão, R$ 2 mil, entre outros valores.

Mas vale destacar que há franquias mais baratas e mais caras. Portanto, esses valores variam muito conforme o tipo de negócio.

Como posso franquear meu negócio?

Uma das melhores formas de expandir o negócio por meio do franchising é buscar por uma consultoria especializada.

Dessa forma, a empresa de consultoria analisará a sua marca para verificar a franqueabilidade e traçará as melhores estratégias para a expansão. Depois, você tem acesso a uma equipe qualificada para ajudar com o que for preciso.

Além disso, você economiza tempo e dinheiro, já que todo o processo será feito por uma mesma empresa. Essa centralização de tarefas também traz mais proximidade entre seu negócio e a consultora.

Logo, o processo é feito de forma personalizada. Assim, a consultoria para franquear uma empresa garante mais segurança e aumenta as chances de sucesso.

Por exemplo, com a Formatação de Franquia, serviço prestado pela Encontre Sua Franquia, holding com cerca de 13 anos de experiência, você pode transformar sua marca em uma rede de sucesso, expandindo para diversas unidades.

A consultoria oferecida auxilia em todas as etapas do processo. Logo, inicia com um diagnóstico profundo da sua empresa e identifica pontos a serem trabalhados. Depois, define um modelo de negócio replicável e lucrativo.

Desse modo, você pode receber orientações sobre os cuidados na elaboração de documentos legais, como: manuais, Circular de Oferta de Franquia (COF) e contratos. Assim, simplifica a expansão do seu negócio. Então, conte com essa solução para lhe ajudar!

Vantagens de transformar negócio em franquia

Existem inúmeras vantagens de transformar negócio em franquia. Entre eles, por exemplo, ampliar o negócio, atingir novos públicos e diversificar o tipo de investimento.

Portanto, você pode pegar sua empresa e levar para outros lugares, com outros clientes e mercados. Além disso, você não precisa cuidar de todas as unidades, já que esse é o papel dos franqueados.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Do mesmo modo, o sucesso da franquia é o sucesso de toda a rede. Então, todos trabalham para que a empresa que você criou tenha bons resultados.

Outra vantagem de franquear seu negócio é poder diversificar os investimentos. Isso porque, você garante lucros a longo prazo e pode aproveitar outros mercados. Ao longo do conteúdo, você aprendeu quanto custa se tornar franqueador. Ainda, descobriu dicas estratégicas. Agora que está por dentro do assunto, expanda a sua empresa e lucre.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje