Destaques ★Franchising

5 perguntas para fazer antes de comprar uma franquia

duas pessoas conversando e uma fazendo anotações perguntas franquia

Se você está pensando em comprar uma franquia, mas ainda não sabe por onde começar, está no texto certo! A seguir, listamos algumas dicas de perguntas que você precisa fazer antes de dar continuidade ao negócio.

Afinal, quando pensamos em ter um negócio que já tenha seu nome conhecido e presente no mercado, com credibilidade e conhecido por clientes já fidelizados, fazer a aquisição de uma franquia pode ser uma vantagem. 

Mas é preciso que se tenha ciência sobre todos os processos que precisam percorrer para lucrar. Continue a leitura e veja perguntas importantes para fazer antes de comprar uma franquia!

Advertisement

Perguntas importantes a se fazer quando quer ter uma franquia

As dúvidas abaixo, você pode sanar agora, mas também pode fazer às franqueadoras quando for negociar a franquia. Assim, vai ter mais segurança de que o negócio é mesmo confiável. Acompanhe!

1. Uma franquia é mais lucrativa?

Pretende ter uma empresa, mas não sabe por onde começar, e acredita que investindo em uma franquia terá mais lucro? 

A resposta é: depende. Antes de investir seu dinheiro em um negócio é preciso saber qual o valor do investimento inicial.

Ele varia muito de acordo com o ramo, visibilidade que a empresa tem, quantidade de franquias que a rede já possui etc. Com base nessas informações, você saberá se o investimento inicial vale a pena e se o faturamento previsto condiz com o que deveria.

2. O valor pago é único ou não?

Sim e não. Para obter uma franquia, é paga uma taxa única no momento da assinatura do contrato. Assim, você terá autorização para abrir sua unidade.

Porém, também existem taxas importantes para a continuidade do contrato. Como os royalties e a taxa de propaganda, que devem ser pagos à franqueadora periodicamente.

3. Quais os gastos para abrir uma franquia?

De início, você precisará pagar a taxa de franquia à franqueadora. Mas, além desse valor, há os gastos para montar a unidade.

  • Gastos com obras que precisem ser feitas e materiais que serão necessários, como a instalação de um elevador de carga, que auxilia no transporte de produtos pesados. As reformas precisarão acontecer para deixar o local escolhido com a cara da marca da franquia;
  • Estoque inicial, já que no começo será necessário tê-los até colocar tudo em ordem. Por exemplo, uma caixa de papelão para empacotar as compras feitas e enviá-las por transportadoras;
  • Itens de marketing para divulgação da abertura da loja e licença para uso de software. 

4. Qual será meu lucro e faturamento mensal?

É preciso fazer um estudo do quanto será usado para abertura da empresa e os lucros que terá a longo prazo.

As franqueadoras apresentam esses valores em sua COF. Ou seja, na Circular de Oferta de Franquia. Vale a pena conferir os dados.

5. Quanto tempo terei para recuperar o valor investido?

O prazo de retorno da franquia também é informado por cada franqueadora na COF. Ele varia conforme a marca, o gasto inicial e o setor em que você vai trabalhar.

Cuidados importantes para comprar uma franquia

Na hora de abrir uma franquia, é importante identificar o ramo que você gostaria de atuar.

Pode ser, por exemplo, vender equipamentos para manutenção predial; abrir uma loja para venda de itens para casa, como uma batedeira industrial ou eletrodomésticos; trabalhar com alimentos, entre outros.

Os gastos com estes investimentos podem ser um pouco altos no começo. Porém, todo negócio, seja ele franquia ou não, necessita de recursos para iniciar no mercado e se manter. 

Além disso, existem franquias baratas no mercado, que você pode preferir caso não tenha muito dinheiro para aplicar.

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

Franquia e Franqueado: entenda o que significa cada um

Artigo anterior

Franquias do Futuro: Ano Novo, Renda Nova com franquia online!

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.