O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Destaques ★ » Aqui estão os passos definitivos para abrir franquia com segurança

Aqui estão os passos definitivos para abrir franquia com segurança

Sumário

Descobrir os passos para abrir uma franquia é tão fácil que você nem vai acreditar. Muitas pessoas acham que se trata de algo complicado, que exige muito do franqueado. Porém, as coisas são bem diferentes e nesse conteúdo vamos lhe mostrar o motivo.

Mas antes de tudo, você deve saber que empreender no mercado de franchising é uma opção promissora. Isso porque, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2023, o setor de franquias faturou R$ 240,6 bilhões. Ou seja, um resultado positivo e animador para quem quer comprar uma franquia de sucesso.

Em outras palavras, isso acaba chama a atenção de muitos empresários que sonham em ter um empreendimento próprio. Agora, conheça o caminho necessário para ser um franqueado. Continue a leitura!

10 passos para abrir sua franquia

Os passos para abrir uma franquia são bem simples. Até porque, se tratam de algumas orientações que você deve seguir para garantir a segurança da sua jornada. Por outro lado, não deixe de checar se está no caminho certo, de acordo com a sua vontade.

Infelizmente, as questões financeiras como valor do investimento e rentabilidade podem impactar diretamente na sua tomada de decisão. Claro que isso é importante, mas não pode ser o seu único critério.

Por isso, certifique-se que não está tomando a decisão tendo somente esses parâmetros como base. Com isso em mente, você está pronto para seguir todo o passo a passo. Confira!

1. Escolha seu nicho de investimento

O primeiro passo da sua jornada é conseguir encontrar o seu nicho. Então, você pode fazer um levantamento do que realmente gosta, de onde se sente à vontade para trabalhar, qual o tipo de negócio que sempre lhe interessou.

Lembre-se de que, empreender é a chance para fazer aquilo que realmente sente prazer. Nesse sentido, ao se deixar levar por outros quesitos, todos os desafios que você irá enfrentar ao longo da jornada se tornarão mais difíceis.

Por outro lado, quando você faz algo que gosta, a tendência é ter mais motivação para resolver qualquer problema que aparecer.

2. Avalie o ramo de franquia

Após escolher o segmento em que irá atuar, é hora de avaliar os números. Aqui, você terá uma noção maior de como foram os últimos anos, como o mercado está se comportando, se é realmente um bom momento para investir etc.

Desse modo, o importante é ter ciência de que é preciso arriscar na hora de empreender. Mas essa atitude deve ser bem calculada, com base em um estudo detalhado das formas que você tem para atuar.

Por exemplo, de modo hipotético, a área de alimentação não estar em um bom momento, de modo geral. Mas as marcas que oferecem delivery conseguem alcançar resultados animadores.

Ou seja, ao analisar todas essas informações, você terá capacidade para filtrar as oportunidades que estão ao seu lado e seguir um caminho mais tranquilo.

3. Planeje as finanças

Entre os passos para abrir uma franquia, um dos mais importantes é o seu planejamento financeiro. Lembre-se que uma das vantagens do franchising está justamente na possibilidade de saber o investimento necessário para tirar o projeto do papel.

Nesse sentido, se você não tem o hábito de controlar as suas finanças, a primeira dica é fazer um levantamento dos seus gastos. O que pode ser deixado de lado? O que é essencial para o momento?

Por último, não deixe de negociar também com operadoras, prestadoras de serviços e com bancos, caso tenha alguma dívida. Ao fazer essa análise, você terá plenas condições de traçar o valor máximo disponível para aderir a sua franquia de sucesso.

4. Pesquise por opções de franquia

Após as etapas anteriores, chegou o momento de conhecer finalmente as opções de franquias que estão disponíveis no mercado. Faça a sua pesquisa, respeite o segmento e nicho escolhido, veja quais são as marcas que mais se destacam de acordo com o foi planejado.

Lembre-se que nos seus estuados deve ser considerado os principais pontos que chamaram a sua atenção. Veja como o público lida com os serviços ou produtos oferecidos pela marca, observe se há reclamações em excesso etc.

Crie uma lista de critérios com base no que você considera importante e verifique quais empresas mais se alinham a eles. A seguir, confira um vídeo e descubra como ganhar até R$ 1 milhão no ano com negócios lucrativos. Dê o play!

5. Entre em contato com a franqueadora

Após fazer a seleção das marcas do seu interesse, escolha, no máximo, três franqueadoras para fazer contato. Isso porque, você não corre o risco de confundir informações importantes e acabar fechando o negócio com dados incorretos.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Então, a partir desse momento, você receberá uma série de materiais, referências e conceitos. Logo, quanto menos opções tiver, mais fácil será para você fazer uma escolha mais assertiva.

A princípio, acesse o site da franqueadora, preencha o formulário, demonstre o interesse de ser um franqueado e aguarde o retorno da empresa. Entenda que, nada impede você de escolher outras opções e ampliar suas alternativas.

6. Converse com franqueados atuais e antigos

Durante a etapa de negociação com a franquia, você recebe a lista com todos os franqueados que fizeram parte da rede nos últimos dois anos. Assim, aproveite essa informação para conhecer a franqueadora um pouco mais a fundo.

Alguns franqueados podem não querer falar com você. É normal! Mas aproveite ao máximo o tempo que conseguir com os empreendedores que estiverem abertos.

Faça perguntas instigantes. Evite questões que podem ser respondidas com apenas um “sim” ou “não”. E claro, não entre em debates. Você tem um conhecimento mais superficial do que eles sobre a franqueadora. Então, ouça o que eles têm a falar e, só após isso, tire suas conclusões.

7. Avalie bem a COF da franquia

Assim que você demonstrar interesse em ser um franqueado, a marca irá enviar a Circular de Oferta de Franquia (COF). Esse é um dos passos fundamentais sobre como abrir uma franquia. Graças a esse documento, será possível ter acesso a uma série de informações indispensáveis.

Desse modo, você conhecerá a história da empresa, os valores que ela cobra, taxas, as regras que ambos devem seguir, os tipos de negócio que ela oferece etc.

Para se ter ideia de como a COF é importante, de acordo com a Lei de Franquias, ela deve ser entregue pelo menos dez dias antes da assinatura do contrato.

8. Analise seus concorrentes

Com todas essas informações em mãos, chegou o momento de você conhecer mais seus concorrentes. Para isso, você pode fazer uma pesquisa na região em que deseja abrir a sua franquia, identificar os pontos fortes e diferenciais com relação ao seu futuro negócio.

Caso existam muitas empresas que atuam no mesmo segmento que você, talvez a melhor ideia seja procurar uma região menos disputada.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Embora muita gente ache que concorrência é algo ruim, ela fundamental para o desenvolvimento de uma empresa. Ainda assim, todo cuidado é pouco para não colocar o seu investimento em risco.

9. Torne-se cliente da marca

Um dos passos para abrir uma franquia que não poderíamos deixar de destacar é sobre tornar-se cliente da marca que você está interessado.

Embora a gente tenha chagado no ponto nove, não há problema fazer isso desde o item de número um. Isso vai ajudar você a ter uma noção maior do que espera para o futuro.

Por isso, observe os valores praticados, o tipo de atendimento, a estrutura da loja, a qualidade dos produtos ou serviços etc. Tudo isso importa! Até porque, tais características podem influenciar diretamente na sua tomada de decisão.

10. Feche negócio e inicie sua implantação

Chegou o momento de você tomar a sua decisão final. Aqui, basta assinar o contrato e começar a fazer os treinamentos para se tornar um franqueado da marca escolhida.

Além disso, você passa pela etapa de escolha do ponto comercial e da região onde irá atuar. Também está incluído aqui a aquisição dos equipamentos e materiais para o desenvolvimento da unidade. Claro que a franqueadora lhe dará suporte para que essa etapa seja concluída com tranquilidade.

Mas caso você tenha optado por um modelo home office, as coisas serão bem mais simples. Afinal, não é preciso pensar em contratar funcionários nem em uma estrutura física. Ou seja, de casa você consegue resolver todas as questões do seu negócio.

Vale a pena abrir uma franquia?

Sim, vale a pena abrir uma franquia. Sendo assim, não podemos deixar de destacar que você já entra para o mercado com uma marca forte para representar, o que torna a sua jornada empreendedora muito mais simples comprado com começar um negócio do zero.

Inclusive, esse é um dos assuntos abordados no curso Franquias: Guia prático para iniciantes. Acesse aqui e saiba mais sobre as aulas. Assim, você poderá potencializar o seu conhecimento sobre ter uma franquia de sucesso.

Além da facilidade que você terá de contar com o suporte da franqueadora, os treinamentos disponíveis e o compartilhamento do know-how da franquia irão lhe ajudar a fazer uma gestão eficiente da sua unidade. Ou seja, algo que você não tem acesso ao abrir um empreendimento do zero.

Não à toa, o Sebrae apresentou em um estudo como as franquias são seguras. Em dez anos, apenas 15% delas fecharam as portas, contra 75% dos empreendimentos abertos do zero. A seguir, entenda o que você precisa saber antes de abrir uma franquia.

O que você precisa saber antes de abrir uma franquia?

Antes de abrir uma franquia, é importante seguir alguns passos simples. Primeiro, como falado antes, entre em contato com a marca que você está interessado.

Depois, veja bem como funciona o negócio que eles oferecem. E não se esqueça de olhar a papelada, especialmente a COF, para entender tudo direitinho.

Na sequência, é hora de organizar suas finanças. Pense bem nos custos iniciais, taxas e despesas mensais. Quando estiver tudo certo, negocie com a empresa franqueadora. Leia tudo atentamente antes de assinar qualquer coisa.

Por último, quando estiver tudo alinhado, é só investir e começar sua jornada como franqueado. Ao seguir esses passos, você estará mais preparado para ter sucesso no mundo das franquias.

No texto, você pôde conhecer sobre o caminho simples para se tornar um franqueado. São etapas que se completam e permitem uma tomada de decisão mais assertiva.

Agora que está por dentro do assunto, escolha a franquia do seu interesse e converse com a franqueadora para dar o ponta pé inicial para ter o seu próprio negócio.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje