Destaques ★Franchising

O que é uma franqueadora? Você sabe qual o papel dela?

mulher de negócios feliz e confiante. Imagem ilustrativa texto o que é uma franqueadora

Quem está pensando em transformar o negócio numa franquia ainda pode ter dúvidas sobre o que é uma franqueadora, bem como sua função. Mas tudo é bem simples e fácil de ser assimilado.

Muitas empresas estão apostando no franchise para conseguir expandir suas operações. Isso é comum desde a década de 1960, quando as primeiras marcas passaram a usar esse formato de negócio.

Devido a sua facilidade de crescimento, atualmente, são milhares de empreendimentos seguindo esse conceito. São questões que beneficiam as duas partes do negócio, tanto franqueado, quanto franqueador.

Advertisement

Para se ter uma ideia, de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apenas 15% das unidades franqueadas fecham antes de completar 10 anos.

Além disso, muito desse sucesso se dá pelo acompanhamento que a rede oferece aos novos empresários. E que será o seu papel no futuro, ao transformar a sua empresa numa franquia.

Sendo assim, preparamos o texto a seguir para explicar sobre o papel que lhe espera, todos os cuidados e pontos de atenção que você deve ter. Acompanhe a leitura.

O que é uma franqueadora?

Para que você saiba o que é uma franqueadora, primeiramente, é importante entender como funciona o sistema de franchise.

Esse modelo de negócio visa permitir que um empresário terceiro explore comercialmente produtos ou serviços de uma marca. Ao mesmo tempo, ele precisa seguir algumas padronizações e regras.

Dessa forma, qualquer empresa consegue transmitir seu conhecimento e experiência permitindo, assim, que futuros franqueados continuem seguindo a cultura que a tornou uma referência.

Importante destacar que apesar das várias regras, a franqueadora não pode intervir na gestão e administração de uma unidade franqueada.

Apenas fazer sugestões de melhorias por meio do suporte que auxilia também no entendimento dos padrões, treinamentos etc.

Tendo entendido como funciona esse modelo de negócio, chegou o momento de conhecer qual será o seu papel como franqueador.

Em termos técnicos, podemos dizer que você é a pessoa jurídica detentora dos direitos sobre a sua empresa, cabendo a decisão de ceder ou não esse direito à sua escolha.

O seu papel como franqueadora é bem simples. São alguns pontos fundamentais para o desenvolvimento de qualquer negócio no franchise.

Tais como capacitar os seus franqueados por meio de atividades, manuais e outros materiais de orientação. Além das atividades on-line ou presenciais.

Importante destacar que esse auxílio deve ser contínuo e atualizado com frequência.

Outro ponto que faz parte do seu papel como franqueador é supervisionar e monitorar a sua rede com relação ao acompanhamento das normas, políticas, processos e padrões.

Por fim, você deve coletar, analisar e divulgar conhecimento para os demais franqueados com o intuito de levar as melhores práticas para que a sua rede continue sempre em crescimento.

Funções da franqueadora na rede de franquias

Agora que você entende o que é uma franqueadora, chegou o momento de descobrir as funções para desenvolver um negócio realmente atrativo.

São diversas funções que visam garantir que o trabalho vá gerar bons resultados.

Mas antes, separamos um vídeo para que você possa conhecer um pouco sobre os processos para transformar a sua empresa numa franquia. Confira!

Estabelecimento de documentos

Inicialmente, toda franquia precisa ter seus documentos muito bem elaborados.

No caso, você deve apresentar sempre a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), a Circular de Oferta de Franquia (COF) e, por fim, o contrato de franquia.

No caso da DRE, você, como empresário, já deve ter feito esse documento diversas vezes.

Não existe uma regra com relação ao período que deve ser apresentada, tudo é mais uma questão de bom senso para acompanhar a saúde da sua empresa. Porém, nas franquias, ela precisa ser mensal.

Além disso, todos os franqueados devem ter conhecimento dos números gerais da empresa.

Continuando, antes da assinatura do contrato, você deve apresentar a COF. O documento irá apresentar diversas informações como a história da sua marca, os investimentos necessários, regras, padrões, taxas, treinamentos etc.

Ela é tão importante, que deve ser apresentada pelo menos 10 dias antes da assinatura do contrato. Caso isso não seja respeitado, ambas as partes podem ser punidas, como prevê a Lei de Franquia.

Na sequência, é preciso apresentar o contrato para o futuro franqueado. Nesse documento, você deve explicar tudo que envolve o modelo de negócio, além do tempo de vigência do acordo e a proteção do segredo de indústria.

Definição e formalização de processos 

Apesar de você já saber que uma franqueadora tem padrões a serem seguidos, é sua função definir quais são eles.

Essas regras devem ser pensadas de acordo com o tipo de trabalho que é feito, a cultura da empresa e os demais procedimentos relacionados ao desenvolvimento do seu negócio.

Resumidamente, como deve ser o atendimento ao cliente, a qualidade do serviço ou produto oferecido e até a identidade visual da sua marca.

Uma maneira de facilitar a transmissão dessas normas é desenvolvendo manuais. Assim, qualquer dúvida é facilmente respondida para os franqueados.

Esses manuais devem ser de fácil acesso para que, a qualquer momento, eles possam ser consultados. Porém, tome cuidado na hora de estabelecer essa padrão.

Para que uma franquia possa realmente funcionar, ela precisa ter processos simples. Afinal, essa é a melhor garantia que seus processos serão facilmente replicados por outros empresários.

Tendo isso em mente, tente flexibilizar ao máximo todos os pontos que você acredita que possam gerar um gargalo. Porém, se puder remover processos, melhor ainda para o seu negócio.

Mesmo que seja repetitivo, lembre-se: quanto mais fácil são os processos, melhor para o desenvolvimento e, consequentemente, para o sucesso da sua rede de franquias.

Treinamento dos franqueados

De acordo com a lei, você precisa oferecer treinamentos aos seus franqueados. Assim, eles terão condição de entender um pouco mais sobre a cultura e missão da sua empresa.

Além de conhecer todos os processos e padrões que citamos ao longo do texto até aqui.

Essas atividades podem ser virtuais, presenciais ou mista. A definição vai depender do tipo de negócio. Existem empreendimentos cujo treinamento on-line já transmite todas as informações necessárias.

Enquanto existem outros que precisam ter atividades presenciais. Sendo assim, é de sua responsabilidade informar o tipo de atividade e se o franqueado terá gastos ou não.

Algo que não é obrigatório, mas pode ser um bom diferencial para você, é com relação aos treinamentos para os colaboradores.

Muitas empresas utilizam essa estratégia para garantir que o seu time também esteja dentro do padrão. Na maioria dos casos, essas atividades são mais simples e fáceis de serem feitas.

Orientação para gestão das franquias

O seu papel como franqueador não se limita apenas às orientações sobre as normas sobre desenvolvimento da marca, como a identidade visual, qualidade do atendimento, dos produtos ou serviços etc.

Você também pode oferecer orientações relacionadas à gestão e administração do negócio. Essa é uma maneira de garantir que suas unidades vão conseguir manter bons resultados.

Todavia, isso não significa criar metas a serem batidas como uma obrigação. São apenas sugestões. Pois essas duas frentes são de inteira responsabilidade do franqueado. Caberá a ele escutar ou não suas dicas.

Inclusive, o time de suporte que você deve montar servirá para fazer esse apoio sempre que solicitado. Podendo até pesquisar estratégias que funcionaram entre os franqueados para repassar aos outros.

Inteligência de mercado

Jovem gerente alegre apertando a mão de outro rapaz (imagem ilustrativa).
A Inteligência de Mercado é fundamental para que você conheça o seu público.

A inteligência de mercado é uma das coisas mais relevantes na hora de saber o que é uma franqueadora e seu papel.

Podemos dizer que essa pesquisa funciona como o monitoramento das atividades dos concorrentes e consumidores.

Com isso, é possível ter uma melhor compreensão das tendências e inovações presentes no mercado, que podem impactar o seu empreendimento de maneira direta ou indireta.

Dessa forma, caberá a você, como proprietário de uma rede de franquias, fazer essa pesquisa com frequência.

Mas calma, quanto mais unidades estiverem espalhadas por mercados diferentes, melhor para a sua análise.

Estamos falando de uma coleta de dados maior, permitindo que a tomada de decisão fique mais fácil. As franquias vão ajudar você a manter a sua marca sempre relevante.

Vale a pena tornar uma empresa em franqueadora?

Existem diversas vantagens de transformar a sua empresa numa franquia. A princípio, os gastos necessários para fazer essa mudança são muito menores do que a expansão por conta própria.

Afinal, se uma unidade já gera uma demanda, imagine você cuidando de 10, 20, 50 lojas ao mesmo tempo?

Em um determinado momento, não apenas um problema financeiro poderia aparecer, mas também falhas de gestão que colocariam em risco a reputação da sua marca.

Outro ponto que precisamos destacar é com relação ao reconhecimento da empresa. Como você tende a espalhar o seu negócio com mais facilidade, as chances de aumentar a fama e reconhecimento são maiores.

Além disso, há questões com os fornecedores que, ao venderem em grande escala, poderão oferecer uma economia maior para você.

Entre as soluções para que todo esse processo seja feito de uma maneira simples e rápida estão as consultorias.

Essas empresas oferecem toda a ajuda necessária para que você possa transformar o seu negócio em franquia. Como no caso da NX Franquias.

Ela é um braço do grupo Encontre Sua Franquia, holding que possui sete marcas em seu leque e diversos franqueados no Brasil, Estados Unidos e República Dominicana.

Entre os seus diferenciais está todo o know-how e expertise que a fizeram ser uma referência no mercado.

Ao longo do texto, você pôde conhecer um pouco mais sobre o trabalho que terá à frente de uma franqueadora.

São diversos detalhes que você precisa ficar atento para que sua rede possa se desenvolver da melhor forma possível.

Gostou do nosso conteúdo e deseja aprender um pouco mais sobre o que é uma franqueadora? Continue com a gente e veja o artigo “Formatação de Franquias: NX Franquias pode ajudar a ampliar seu negócio!

Aqui estão os passos definitivos para abrir franquia com segurança

Artigo anterior

Vale a pena franquear meu negócio? Como saber a melhor hora?

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.