O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Destaques ★ » O que é uma franqueadora? Você sabe qual o papel dela?

O que é uma franqueadora? Você sabe qual o papel dela?

Sumário

Quem está pensando em empreender com um negócio de franquia ainda pode ter dúvidas sobre o que é uma franqueadora, bem como sua função. Mas tudo é bem simples e fácil de ser assimilado! Aqui, preparamos o conteúdo para explicar sobre o assunto!

Primeiro, saiba que abrir uma franquia pode ser uma boa ideia. Isso porque, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2023, as franquias ganharam muito dinheiro, chegando a R$ 240,6 bilhões. Ou seja, é um sinal positivo para quem quer investir e lucrar.

Logo, muitas empresas estão apostando no franchising para começar um negócio. Devido a sua facilidade de crescimento, atualmente, são milhares de marcas, em diversos segmentos para escolher. Em parte, o que explica esse sucesso é a declaração do Sebrae. Eles afirmaram que apenas 15% das unidades franqueadas fecham antes de completar dez anos.

Enquanto isso, as empresas abertas do zero esse número chega a ser cinco vezes maior. Portanto, muito desse resultado das franquias se dá pelo acompanhamento que a franqueadora oferece para os empresários. Continue a leitura!

O que é uma franqueadora?

Para saber o que é uma franqueadora, você precisa entender como funciona o sistema de franchising. Esse modelo de negócio permite que você explore comercialmente produtos ou serviços de uma marca. Ao mesmo tempo, precisa seguir algumas padronizações e regras.

Dessa forma, a franqueadora consegue transmitir seu conhecimento e experiência. Assim, você segue as orientações de uma marca já reconhecida no mercado e validada pelo consumidor.

Mas é importante destacar que embora existam regras, a franqueadora não pode intervir na gestão e administração da sua unidade franqueada. Logo, ela pode fazer sugestões de melhorias por meio do suporte que auxilia também no entendimento dos padrões, treinamentos etc.

Tendo entendido como funciona esse modelo de negócio, chegou o momento de conhecer qual será o seu papel da franqueadora. Em termos técnicos, podemos dizer ela é a pessoa jurídica detentora dos direitos sobre a marca da sua franquia.

Portanto, o papel da franqueadora é bem simples, pois se trata de alguns pontos fundamentais para o desenvolvimento de qualquer negócio no franchising.

Tais como capacitar os franqueados por meio de atividades, manuais e outros materiais de orientação. Além das atividades online ou presenciais. Já esse suporte deve ser contínuo e atualizado com frequência.

Outro ponto que faz parte do papel de uma franqueadora é supervisionar e monitorar a sua unidade com relação ao acompanhamento das normas, políticas, processos e padrões.

Por fim, a franqueadora precisa coletar, analisar e divulgar conhecimento para os demais franqueados com o intuito de levar as melhores práticas para que a rede continue sempre em crescimento.

Funções da franqueadora na rede de franquias

Quando você se torna parte de uma rede de franquias, é importante entender o que a franqueadora faz. Mas em primeiro lugar, você deve ter em mente que ela oferece apoio desde o começo com vários pontos importantes para o sucesso da sua unidade.

Ou seja, a franqueadora é como um suporte essencial para as franquias. Logo, ela lhe auxilia em tudo, desde o começo até o sucesso contínuo do negócio. Aqui, separamos os principais aspectos onde a franqueadora coloca em prática o seu papel. Confira!

Estabelecimento de documentos

Toda franquia precisa ter seus documentos muito bem elaborados. No caso, a franqueadora deve sempre ter em mãos a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), a Circular de Oferta de Franquia (COF) e o Contrato de Franquia.

No caso da DRE, não existe uma regra com relação ao período que deve ser apresentada. Isso porque, tudo é mais uma questão de bom senso para acompanhar a saúde de uma empresa. Porém, quando o assunto é franquia, a franqueadora demonstra o documento mensalmente.

Isso é feito, porque os franqueados precisam ter conhecimento dos números gerais da empresa. Sobre a COF, antes da assinatura do contrato, você deve recebê-la. O documento vai apresentar diversas informações como a história da sua marca, os investimentos necessários, regras, padrões, taxas, treinamentos etc.

Ela é tão importante, que deve ser entregue a você pelo menos dez dias antes da assinatura do contrato. Caso isso não seja respeitado, você e a fraqueadora podem ter problemas, como prevê a Lei de Franquia.

Vencidas as etapas anteriores, a franqueadora precisa lhe entregar o Contrato de Franquia. Nesse documento, você saberá sobre tudo que envolve o modelo de negócio, além do tempo de vigência do acordo e a proteção do segredo de indústria.

Definição e formalização de processos 

Uma franqueadora tem padrões a serem seguidos. Mas é sua função como franqueado respeitar as regras. Elas devem adotadas de acordo com o tipo de trabalho que é feito na sua unidade, a cultura da marca e os demais procedimentos relacionados às particularidades da própria franqueadora.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Resumidamente, como deve ser o atendimento ao cliente, a qualidade do serviço ou produto oferecido e até a identidade visual da sua marca. Uma maneira de facilitar a adoção dessas normas é por meio do estudo dos manuais de franquia. Assim, qualquer dúvida sobre os procedimentos internos é facilmente esclarecida.

Logo, a franqueadora garante que esses manuais sejam de fácil acesso e fiquem disponíveis para você a qualquer momento para que possam ser consultados.

Outro ponto importante que você precisa saber sobre a franqueadora é que ela cria processos simples. Afinal, é indispensável que você consiga executar todos eles sem dificuldade.

Treinamento dos franqueados

A Lei de Franquias diz que a franqueadora precisa oferecer treinamentos aos seus franqueados. Assim, você terá total condição de entender sobre a cultura e missão da marca. Além de conhecer todos os processos e padrões que citamos ao longo do texto até aqui.

Essas atividades podem ser virtuais, presenciais ou mistas. A definição vai depender do tipo de negócio que você escolheu administrar. Para você entender melhor, existem empreendimentos cujo treinamento online já transmite todas as informações necessárias. Enquanto existem outros que precisam ter atividades presenciais.

Sendo assim, é de sua responsabilidade da franqueadora informar o tipo de atividade será realizada e se você terá gastos ou não com elas. Algo que não é obrigatório por parte da franqueadora, mas pode ser um bom diferencial para você, é com relação aos treinamentos para os colaboradores.

Muitas franqueadoras usam essa estratégia para garantir que a equipe dos franqueados também esteja dentro do padrão da marca. Na maioria dos casos, essas atividades também são simples e fáceis de serem concluídas.

Orientação para gestão das franquias

O da franqueadora não se limita apenas às orientações sobre as normas de desenvolvimento da marca, como a identidade visual, qualidade do atendimento, dos produtos ou serviços etc.

Isso porque, ela também pode oferecer orientações relacionadas à gestão e administração do negócio. Essa é uma maneira de garantir que as unidades conseguirão manter bons resultados.

Por outro lado, isso não significa que a franqueadora vai criar metas a serem batidas como uma obrigação, pois elas são apenas sugestões. Essas duas frentes são da sua responsabilidade como franqueado. Portanto, caberá a você escutar ou não as dicas.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Inclusive, o time de suporte que a franqueadora disponibiliza para você, servirá para lhe apoiar sempre que solicitado. Então, para viabilizar o melhor auxílio, a franqueadora pode até pesquisar estratégias que funcionaram entre outros franqueados para compartilhar com os demais.

Inteligência de mercado

A inteligência de mercado é uma das coisas mais relevantes na hora de saber o que é uma franqueadora e seu papel. Sendo assim, podemos dizer que essa pesquisa funciona como o monitoramento das atividades dos concorrentes e consumidores.

Com isso, é possível ter uma melhor compreensão das tendências e inovações presentes no mercado, que podem impactar o seu empreendimento de maneira direta ou indireta.

Dessa forma, a franqueadora precisa fazer essa pesquisa com frequência. Ainda, quanto mais unidades estiverem espalhadas por mercados diferentes, melhor para a análise.

Estamos falando de uma coleta de dados maior, o que permitirá que a tomada de decisão fique mais fácil. Logo, você como franqueado, participa ativamente para que a franqueadora mantenha a marca revelante no mercado.

Qual a diferença entre franqueado e franqueadora?

O franqueado é o empreendedor que adquire o direito de operar uma unidade da franquia, e usa o modelo de negócio estabelecido pela franqueadora.

Ele é responsável por gerenciar o dia a dia do negócio, além de garantir o cumprimento dos padrões e diretrizes estabelecidos pela franqueadora.

Por outro lado, a franqueadora é a dona de uma rede de franquias e do conceito de negócio. Assim, ela concede ao franqueado o direito de usar sua marca, know-how, produtos ou serviços.

Além disso, como falando acima, a franqueadora oferece suporte inicial e contínuo ao franqueado, o que inclui treinamento, suporte em marketing, assessoria jurídica, fornecimento de produtos, entre outros.

Enquanto o franqueado atua na gestão operacional da unidade franqueada, a franqueadora desempenha um papel mais amplo e cuida do desenvolvimento da rede como um todo.

Desse modo, estabelece uma estratégias de crescimento, inovação e expansão do negócio. Ou seja, enquanto você opera uma unidade específica, a franqueadora é responsável por gerenciar e desenvolver toda a rede de franquias.

Qual a vantagem de ser um franqueado?

Ser um franqueado traz muitas vantagens importantes. Quando você compra uma franquia, investe em um modelo de negócio que já deu certo, o que diminui bastante o risco de falhar.

Além disso, a franqueadora está sempre disponível para ajudar, dando treinamento, conselhos e suporte em várias áreas, desde a escolha do local até as estratégias de marketing.

Outro benefício é que você pode usar uma marca que já é conhecida, o que ajuda a atrair clientes e aumentar as chances de sucesso do seu negócio. E muitas franquias têm um jeito de trabalhar já definido, o que facilita a gestão e permite que você se concentre em vender e ganhar mais dinheiro.

Em outras palavras, ser um franqueado pode ser uma boa oportunidade de começar um negócio com menos riscos, somada a ajuda especializada da franqueadora e uma marca já reconhecida.

Na verdade, esse tópico é explorado no curso chamado “Franquias: Manual para Iniciantes”. Dê uma olhada e descubra mais sobre as lições oferecidas. Isso vai ajudar você a expandir seus conhecimentos sobre como ter uma franquia bem-sucedida.

Quais são as desvantagens de ser um franqueado?

Entre as desvantagens de ser franqueado, está a falta de liberdade para gerenciar o negócio, já que você precisa seguir as regras da franqueadora.

Além disso, o investimento inicial pode ser alto, com taxas e royalties a pagar. Então, antes de se tornar um franqueado, é importante considerar esses aspectos negativos junto com os positivos.

Como abrir uma franquia de sucesso?

Primeiro, entre em contato com a marca desejada e estude bem o negócio. Depois, analise a COF para entender todos os detalhes do negócio.

Não se esqueça que é importante planejar suas finanças com antecedência. Logo, considere o investimento inicial e os custos futuros. Por fim, após todas as análises e negociações, invista na franquia e comece a operar.

Seguir esses passos ajuda a aumentar suas chances de sucesso ao abrir uma franquia, o que pode proporcionar uma base forte para o crescimento do seu negócio.

Ao longo do texto, você pôde conhecer mais sobre o trabalho prestado pela franqueadora. São diversos detalhes que você precisa ficar atento para que a sua unidade de franquia possa se desenvolver da melhor forma possível. Agora que está por dentro do assunto, faça contato com a franqueadora do seu interesse para abrir o seu negócio e ganhar dinheiro.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje