Destaques ★FranchisingEmpreendedorismo

Dicas de negociação para quem deseja empreender no mercado de franquias

mulher de negócios vestindo blazer azul e posando para foto imagem ilustrativa texto negociação franquias

Está procurando dicas de negociação de franquias, para poder abrir o próprio negócio com maior acerto? Então, este artigo é para você!

Saber como negociar é importante para você encontrar uma franquia que caiba no seu bolso. São mais de 3 mil marcas de franquias no Brasil, e comprar a “primeira que aparece” pode ser uma péssima decisão.

Até porque, existem marcas que não têm a estrutura necessária para serem boas franqueadoras. Ou então, não oferecem boas condições de pagamento ao empreendedor.

Advertisement

Pensando em tudo isso, produzimos este conteúdo. Continue lendo para saber tudo que você precisa!

Por que empreender em franquias?

Existem várias vantagens de abrir uma franquia, começando pelo fato de que ela é uma opção mais segura do que iniciar um negócio do zero.

Afinal de contas, no negócio, você terá suporte completo da franqueadora. Desde os treinamentos para trabalhar, até dicas para operação.

Assim, fica mais fácil executar o negócio, pois você terá o apoio de quem já entende do assunto. Ou seja, a franqueadora.

Além disso, uma franquia tem uma marca reconhecida no mercado. Então, não é preciso um trabalho muito longo para conquistar a confiança do cliente. Em vez disso, ele poderá pesquisar sobre a marca e conferir seu sucesso em outros locais.

Franquia possui modelo de negócio já validado

Sem dúvida, um dos maiores atrativos de abrir uma franquia é que ela tem um modelo de negócio já pronto.

Isso significa que todo o passo a passo para a empresa já está definido. Ele também já foi testado em outras unidades, e corrigido quando necessário.

Quer dizer que você vai ter um negócio mais simples de ter sucesso. 

3 dicas de negociação para abrir franquias

Agora que você já sabe um pouco sobre franquia, deve estar se perguntando como abrir o negócio. Acertamos?

Para ajudar você nessa tarefa, listamos abaixo dicas de negociação para você adquirir a melhor entre as franquias para o seu perfil.

1. Aprenda sobre a Circular de Oferta de Franquia (COF)

A COF é um documento essencial em uma franquia. É ele que diz tudo sobre a empresa: sua história, o investimento necessário, serviços, suportes para o franqueado, balanço financeiro da marca etc.

Por isso, ele deve ser lido com cuidado. Você precisa conhecer as informações do negócio para ter a certeza de que ele é o melhor para você.

Além disso, isso vai garantir mais segurança para negociar a franquia. Se o consultor da marca lhe der uma informação incorreta, por exemplo, você poderá contestá-lo. Se ele insistir, pode ser sinal de que o negócio não é tão confiável assim.

2. Tenha em mente os objetivos que busca com a franquia

Abrir um negócio só porque ele é famoso ou barato pode ser um grande erro. Se você não se identificar com a marca, nem tiver objetivos que combinam com ela, pode ter problemas para executar o trabalho.

Afinal, se identificar com alguma coisa é algo fundamental para querermos atuar com ela. Inclusive, o estudo da COF, como falamos antes, pode ajudar a entender se você gosta do negócio e se seus objetivos combinam com ele.

Ao mesmo tempo, vale a pena conferir o faturamento e prazo de retorno previstos. Dessa forma, você vai saber se eles se encaixam com o tipo de retorno que você precisa.

3. Negocie formas de pagamento

Na hora de adquirir uma franquia, você vai conversar com um consultor da marca. Ele vai contar tudo sobre ela, tirar suas dúvidas, e também pode oferecer boas formas de pagamento.

A negociação da sua franquia pode, por exemplo, garantir que você tenha um prazo maior para pagar a taxa de franquia.

Ou então, você pode obter um desconto na taxa inicial. Algumas franqueadoras também dão isenção nas taxas mensais, para seu negócio conseguir se organizar melhor no início.

A questão é que, normalmente, a empresa não vai oferecer tudo isso logo de cara. Ela prefere receber seu pagamento de uma vez e também inteiro.

Então, você precisa perguntar pelas condições especiais. Pode ser que elas não existam, mas aí você terá a certeza disso, em vez de perder a oportunidade de usá-las.

Como custear a franquia?

Para pagar pela sua franquia você pode, por exemplo, usar suas economias. Existem várias franquias baratas no mercado, e o que você já tem pode ser suficiente.

Caso não seja, você pode vender algo para custear o negócio. Como vender seu carro ou fazer o refinanciamento do seu imóvel.

Outra alternativa é buscar por sócios que tenham capital. Assim, você vai poder dividir os custos e também as responsabilidades do negócio.

Tem também a opção de um empréstimo. Você pode obter um empréstimo com o banco, ou conferir se a franqueadora não tem esse crédito. Algumas delas financiam o negócio dos seus franqueados no início, para facilitar a entrada na rede.

Uma boa negociação de franquias leva em conta coisas importantes. Primeiro, o que você realmente quer fazer, pois é preciso trabalhar com algo de que você realmente gosta.

Outro ponto essencial é entender se a marca combina com os seus objetivos e valores pessoais. Você terá que trabalhar com ela todos os dias mas, se ela não for o que vai realizar você profissionalmente, dificilmente terá sucesso.

Além disso, é importante lembrar que cada franquia tem seu próprio valor e modo de pagamento. Fazer uma negociação de franquias é fundamental para conseguir pagar tudo sem problemas.

Inclusive, na hora de investir, é essencial planejar bem sua vida financeira. Primeiro, entendendo o quanto você tem hoje e pode realmente pagar.

A partir daí, você pode verificar a necessidade de fazer um empréstimo ou contar com o capital de um sócio.

Mas tudo isso requer planejamento nos mínimos detalhes. Principalmente se você for obter o crédito para abrir a franquia.

Esse crédito será uma dívida adquirida. Se você não se organizar bem, pode não conseguir pagar as parcelas, e isso vai trazer problemas para o seu dia a dia.

Já pensou começar a franquia e não ter lucro nenhum porque todo seu dinheiro está indo para pagar o empréstimo? Péssimo, não é mesmo? Então, é essencial ter controle disso.

Artigo produzido pela equipe Juros Baixos.

11 investimentos lucrativos que você precisa conhecer para abrir sua franquia

Artigo anterior

Feira de franquia em 2022: veja como participar e adquirir sua franquia com segurança!

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.