O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » 9 passos simples para montar um negócio e lucrar mais fácil

9 passos simples para montar um negócio e lucrar mais fácil

Sumário

Montar um negócio pode ser desafiador. Mas com as informações que separamos a seguir, empreender vai ficar muito mais simples.

Antes de tudo, saiba que empreender é uma tendência no Brasil. Logo, o país está em 7° no ranking dos lugares que contam com mais empreendedores em todo o mundo.

Portanto, sendo uma vontade tão forte nos brasileiros, com as dicas do nosso passo a passo prático pode ser possível abrir uma empresa sem dor de cabeça e começar a lucrar. Continue a leitura e saiba mais!

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Etapas para você montar um negócio

Algumas etapas podem lhe ajudar a montar um negócio, como: escolher o que quer fazer, planejar, comparar sua ideia entre outras. Porém, sempre vale lembrar que cada negócio funciona de uma forma.

Então, por exemplo, um negócio home office no segmento de cursos on-line não vai funcionar da mesma forma que tipos de negócios presencial. Por isso, depois de seguir os passos, é fundamental que analise muito bem o empreendimento no qual pretende investir, para evitar imprevistos.

Agora, confira as dicas para montar um negócio sem complicação!

1. Escolha o que você quer fazer

O primeiro passo para montar um negócio é delimitar em que trabalhar, tanto o segmento, quanto a atuação. Isso vai lhe ajudar a ter um novo negócio sólido, onde pode procurar oportunidades que melhor se encaixam na sua realidade.

Essa escolha pode ser difícil, afinal, existem quase infinitas possibilidades para a atuação. Porém, você não pode se deixar levar por segmentos da tendência do momento, por exemplo. 

Pois, mesmo sendo um negócio lucrativo, você pode não conseguir atuar, porque seu perfil não condiz com as necessidades desse mercado.

Ou seja, um bom negócio é aquele em que você saiba atuar, tenha afinidade para ter resiliência para passar por momentos ruins. Assim, pode encontrar soluções sem se desanimar. 

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Dessa forma, uma das características do bom empreendedor é encontrar soluções e oportunidades em momentos difíceis. Por isso, ao escolher o que fazer em seu negócio, você precisa encontrar a combinação ideal para as suas expectativas. 

Uma boa fonte de inspiração são os seus hobbies e paixões. Assim, caso se interesse por algum segmento, pode buscar algo e tentar investir.

2. Pesquise seu mercado local

Mulheres olhando por meio de vitrine de loja. Ilustração do texto sobre como montar um negócio.
Analisar outros negócios pode lhe ajudar a escolher o seu.

Com o mercado e a atuação decididos, antes de começar um negócio, observe o mercado local e como ele funciona. Desse modo, você vai analisar como ele se movimenta no seu local de atuação. 

Em outras palavras, é preciso entender como a concorrência trabalha, e como os clientes consomem esse produto ou serviço.

Portanto, para pesquisar o mercado local é necessário encontrar os dados dos anos anteriores, por exemplo. Assim como entender se há algum momento de aumento de vendas e qual a média dos resultados nos anos anteriores. 

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Em seguida, é a hora de observar os pontos fracos desse mercado para enxergar soluções e oportunidades que podem ser o diferencial do seu negócio. Então, você pode observar o que desagrada os clientes e como isso pode ser solucionado ou melhorado.

Para essa etapa, observar os clientes é necessário. Mesmo no mercado local, o público-alvo pode ser delimitado. Ou seja, você deve pensar no que consumidor quer, como isso pode ser feito, ou como já está sendo feito.

Depois, você pode observar o que funciona em outros negócios. Afinal, boas ações podem ser mantidas e lhe ajudam a entender como os clientes desse mercado se comportam.

Com o entendimento do mercado local, você pode planejar estratégias para começar bem o seu negócio, por exemplo, usar as redes sociais para intensificar os resultados do marketing digital. Desse modo, sempre converse com os clientes e profissionais para ter dicas eficazes.

3. Planeje suas finanças

O planejamento das finanças é outro aspecto indispensável para montar um negócio. O primeiro passo é separar as finanças pessoais das finanças da empresa. Esse é um erro comum entre os empreendedores que pode trazer diversos problemas futuros. 

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Ao separar as finanças, você tem um maior controle desse dinheiro e pode se planejar melhor. Outro ponto para o planejamento financeiro é entender quais serão os gastos iniciais. 

Calculadora de celular em cima de papel com números. Ilustração do texto sobre como montar um negócio.
Antes de tudo, você precisa se planejar para saber quanto pode investir.

Ou seja, é necessário colocar no papel todos os gastos que forem necessários para o funcionamento e abertura do empreendimento. Dessa forma, você pode se planejar financeiramente para juntar o montante necessário para um bom começo. 

Outro ponto essencial é a gestão financeira da empresa até ela conseguir se pagar. Ou seja, quando ela começar a pagar todos os gastos, é a partir daí que começa a gerar lucros.

Desse modo, você precisa se preparar para esse começo. O planejamento ajuda a ter uma noção de quando os lucros podem começar. Assim, você estará pronto para manter a empresa até alcançar o ponto de equilíbrio.

Além disso, o planejamento financeiro precisa conter os gastos recorrentes e de manutenção. Como, aluguel, o valor para pagamento de funcionários, fornecedores, o estoque, impostos para pagar, entre outros compromissos.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

Muitas vezes, esses gastos podem variar. É nesse momento que o planejamento financeiro é de grande ajuda. Assim, você pode ter uma noção da média desses gastos. 

4. Aprenda mais sobre empreendedorismo

Empreender é um aprendizado constante e essa atualização é um dos passos de abrir um negócio. Mesmo o investidor experiente pode aprender mais e melhorar. Isso porque, as pessoas que querem começar a empreender podem aprender e começar um bom negócio.

Afinal, ninguém nasce empreendedor, é algo que se aprende. Então, tanto para pessoas experientes quanto para as inexperientes é necessário se capacitar para empreender. Atualmente, as opções para isso são diversas. Desde conteúdos gratuitos até aulas, cursos e assessorias pagas. 

Você pode ouvir podcasts, assistir vídeos, ler livros e artigos. Assim, pode fazer um curso superior ou assistir a aulas de assuntos mais específicos. 

Porém, adquirir conhecimento não deve ser feito só quando você iniciar sua atuação. Um bom empreendedor aprende com a sua experiência. Desse modo, é possível continuar a expandir o conhecimento e buscar informações para temas específicos.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!
Mulher em cima da cama com livro aberto e notebook. Ilustração do texto sobre como montar um negócio.
De modo geral, a internet tem muitos conteúdos disponíveis sobre empreendedorismo.

Desse modo, é possível aprender a solucionar problemas, procurar oportunidades e melhorar a atuação. Assim, é possível empreender mesmo sem experiência.

Mas se quiser, você pode aprender com a experiência de outras pessoas. É possível conversar com profissionais que atuam na área, entender quais são seus desafios, o que funciona para eles etc. 

É possível aprender com os consumidores do mercado, entender quais são as suas necessidades e expectativas. O que eles sentem falta, e identificar qual a carência do mercado. Dessa forma, é possível validar a ideia. 

Afinal, mesmo com estudos e capacitação, a prática é fundamental para entender o próprio negócio.

5. Pense em escolher uma franquia

Como citado anteriormente, montar o próprio negócio é um trabalho difícil, que exige muito esforço e resiliência. Porém, uma ótima opção para ajudar nesse aspecto é adquirir uma franquia

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Dessa forma, você terá um negócio próprio com todo o apoio da franqueadora nos assuntos mais complexos.

Uma franquia é um negócio testado e aprovado, baseado em diversas experiências de profissionais da área. Logo, a franqueadora tem um modelo de negócio pronto e ideal para o segmento. 

Assim, o franqueado pode escolher uma franquia que mais combina com suas expectativas e realidade financeira e do mercado local.

Desse modo, a franqueadora auxilia o empreendedor desde o começo, com o planejamento do negócio, escolha do ponto físico, assessoria para a padronização do espaço, seleção de profissionais capacitados, etc.

As franqueadoras ajudam em outros assuntos como assessoria financeira, jurídica e de marketing. Muitas vezes, é possível ter peças prontas ou específicas, fazer promoções, divulgar nas redes sociais, entre outros.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Portanto, uma franquia se mostra como um negócio bastante seguro. Isso porque, é feita por diversos profissionais capacitados e com um modelo de negócio testado. 

Ou seja, a franqueadora já sabe o que funciona e o que não funciona. Dessa maneira, você já saberá o que precisa sobre o mercado, o público-alvo e as melhores estratégias para aquele empreendimento.

Grupo de pessoas sorrindo e olhando para notebook aberto. Ilustração do texto sobre como montar um negócio.
Atualmente, franquias são boas opções porque oferecerem suporte aos investidores.

Nesse sentido, ao adquirir uma franquia, você tem um parceiro para o seu negócio. Assim, os objetivos são alinhados para alcançarem os melhores resultados, resolver problemas e prospectar o negócio. Em outras palavras, uma franquia facilita em muitos aspectos a dinâmica da gestão de um empreendimento.

6. Avalie as opções de franquia do mercado

Existem variados tipos de opções de franquias, com os mais diversos segmentos, atuações e modelos de negócio. Assim, pode ser uma escolha difícil ao montar um negócio. Porém, para isso é possível fazer a avaliação das alternativas que mais agradaram.

Esse passo é necessário e importante para que o empreendedor escolha um negócio seguro. Desse modo, você pode falar com franqueados e ex-franqueados sobre a atuação, a opinião deles sobre o negócio e a franqueadora, como é esse relacionamento e os desafios.

Já outra opção é observar a reputação, fazendo uma pesquisa da história da franquia, por exemplo. Entender seus propósitos, valores, como surgiu, a opinião do público sobre ela etc. 

Dessa forma, é possível fazer uma pesquisa simples on-line para entender as avaliações sobre o negócio, como o volume de críticas. Embora seja muito raro que todos os clientes estejam 100% satisfeitos. Você pode estudar e buscar por respostas e soluções para os problemas.

Outra boa dica para entender a reputação de uma empresa é a consulta por processos judiciais. Isso pode ser feito por meio da busca do CNPJ na internet. Assim, o empreendedor pode observar se a empresa tem problemas com a justiça e qual o teor dessas acusações.

Por último, é possível observar como essa empresa se posiciona no mercado e em questões éticas. Afinal, a internet possibilita muitas trocas de informações e caso a empresa tenha posicionamentos considerados negativos, você provavelmente encontrará algo.

7. Compare as marcas de franquias

Pessoas analisando planilha em cima de uma mesa de madeira.
Ao comparar franquias, considere os benefícios de cada uma.

Após delimitar as melhores franquias, com boa atuação e reputação é a hora de fazer uma comparação entre elas e escolher a melhor opção para o mercado local e perfil empreendedor.

Sendo assim, você pode observar a área de atuação e escolher o segmento que melhor se encaixa na sua realidade.

Outro ponto importante é a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos e saber se vai comercializar itens com variedade ou específicos de alguma marca. Logo, entenda qual a melhor opção para fidelizar os clientes.

Um dos grandes diferenciais de uma franquia é o suporte oferecido. Ao escolher esse modelo de negócio o empreendedor terá uma longa relação com a franqueadora. 

Desse modo, é importante entender como esse relacionamento funciona, em quais aspectos ele pode contar com a ajuda da franqueadora e como é feita essa comunicação.

É possível pesquisar e delimitar o investimento inicial, taxas a pagar e planejamento financeiro. Para escolher uma franquia que seja a ocupação inicial ou uma renda extra, por exemplo. Isso porque, muitas franquias permitem que o negócio comece menor e se expanda com o tempo.

O formato e tipo de atuação podem ajudar nessa escolha. Porém, para isso é necessário que você entenda suas habilidades e dificuldades. 

Nesse sentido, a escolha da franquia deve ser pautada pelo modelo que mais combina com o seu perfil. Para que assim tenha os melhores resultados possíveis com a sua unidade franqueada.

8. Valide sua ideia

A validação da ideia de negócio ajuda a entender e verificar a viabilidade de um negócio em um mercado. Como já citado, a realidade pode ser bem diferente da teoria. 

Embora possa parecer uma das ideias de negócios mais inovadoras, somente com a validação que o empreendedor pode ter certeza da projeção dos resultados da empresa.

Homem falando ao celular.
Conversar com outras pessoas pode lhe ajudar a validar a ideia.

Ou seja, a validação da ideia é como um teste para o negócio. Por meio desses dados é possível fazer uma análise que ajudará a empresa a começar com o pé direito. Por exemplo, a definição do segmento, por análise do público-alvo, como: o gênero, condição financeira e hábitos de consumo.

Essa pesquisa pode ser feita de diversas formas, como formulários na internet, um site ou até mesmo boca a boca. É importante que isso seja feito com as pessoas que irão consumir nesse mercado. 

Então, até mesmo entender se dentro desse grupo existe algum ponto que mais se destaca com a aprovação dessa ideia. 

Assim, você pode escolher focar nesse público-alvo ou adaptar o negócio para uma aceitação em geral. Tudo isso depende da intenção da empresa e do seu plano. A validação irá dar uma direção para seguir.

Desse modo, você pode, por exemplo, evitar gastos desnecessários e diminuir o tempo de adaptação do negócio. Com isso, ajudar na motivação de todos os envolvidos na ideia da empresa, evitando diversas situações frustrantes. 

Afinal, quando um negócio dá certo é muito mais fácil se motivar para melhorá-lo mais.

9. Organize o passo a passo da sua empresa

A organização é indispensável para qualquer negócio. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quase 70% das empresas não conseguem chegar aos dez anos de funcionamento. 

Sendo assim, uma empresa em cada cinco que são abertas fecham no primeiro ano. Diversos pontos influenciam nessa estatística, desde problemas financeiros, falta de planejamento ou crise econômica. 

Como já citado, uma franquia é um negócio muito mais seguro, se destacando entre os empreendimentos que geralmente são bem mais duradouros.

Sendo uma franquia ou não, o planejamento e organização da empresa é essencial e indispensável. Nesse ponto a organização possibilita o empreendedor a entender como funciona o gerenciamento dos processos. 

Outra questão é o controle financeiro, para entender como são os gastos das empresas e exatamente para onde o dinheiro está indo. Desse modo, é possível excluir práticas que geram prejuízos ou que não são necessárias, por exemplo, e auxilia a entender como reduzir os custos de maneira eficiente.

Então, é necessário realizar a organização da documentação da empresa. Esses documentos vão depender do modelo de negócio e segmento. Porém, é fundamental conhecer tudo que é indispensável e começar o negócio sem nenhum problema de documentação ou jurídico. 

Agora que você já sabe os passos de montar um negócio, confira as opções para colocar a sua ideia de empreender em prática. Leia, franquias baratas e rentáveis: conheça as melhores opções no Brasil.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje