O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Tem medo na hora de empreender? Dicas para começar um negócio sem errar

Acesse uma parte específica do artigo

Mulher atenta, usando blusa bege claro, enquanto faz anotações. Ilustração do texto sobre medo na hora de empreender.

Tem medo na hora de empreender? Dicas para começar um negócio sem errar

Ter medo na hora de empreender é normal. Porém, há formas de superar a insegurança e abrir o próprio negócio. Por isso, continue lendo este texto até o final para conferir nossas dicas que vão ajudar você a empreender.

Antes de mais nada, vale destacar que muitas pessoas têm o mesmo desejo que você. Um levantamento mostrou, por exemplo, que 46% dos brasileiros desejam abrir o próprio negócio

Advertisement
em até três anos. Porém, abrir um negócio é um processo sério que demanda escolhas importantes. Logo, muitas vezes, as pessoas têm medo e acabam paralisadas quando o assunto é empreender.

Perder o medo de empreender envolve fatores como a escolha do melhor negócio, conversar com outros empresários e muito mais. Sendo assim, a dica número um é: acredite em si! Somente com confiança é possível empreender.

Advertisement
Advertisement

Elimine o medo na hora de empreender com essas dicas!

Iniciar uma jornada empreendedora pode despertar inseguranças, mas superar esses receios é essencial para alcançar o sucesso nos negócios. Neste contexto, apresentaremos estratégias fundamentais que, quando aplicadas, podem dissipar as incertezas e fortalecer a sua confiança.

Ao adotar certas práticas, é possível construir uma base sólida para a jornada empreendedora. Assim, reduzir os temores e promover uma abordagem confiante na busca pelo sucesso. Portanto, agora, confira as orientações, para construir uma base sólida e eliminar o medo, proporcionando um caminho mais seguro para o sucesso nos negócios. Acompanhe!

Saiba bem o que você quer fazer

O primeiro passo para superar o medo na hora de empreender é entender e saber bem o que deseja fazer no empreendimento. Assim, você deve analisar quais são suas habilidades e o ramo de atividade que vai seguir nessa jornada.

Ou seja, procurar um segmento que tenha afinidade e se identifique. Além de escolher uma área ligada à atividade profissional que deseja desempenhar, mesmo que esse não seja um requisito. Outros fatores importantes são, por exemplo, entender a competitividade e comportamento desse mercado, buscar informações sobre o funcionamento do segmento, desempenho, público consumidor etc.

Com esses pontos é possível pensar em como aproveitar as oportunidades do mercado. Ainda, enxergar alguma brecha ou deficiência que possa ser suprida como diferenciais. Por exemplo: um produto ou serviço que não é oferecido ainda. Até mesmo uma necessidade do público consumidor que não é totalmente realizada, em termos de qualidade, agilidade e experiência de compra. 

Então, a ideia do negócio é concebida de forma viável e com potencial para lucro. Além de aproveitar um produto ou serviço de alta demanda, que oferece espaço para novas marcas. Ou vender para um público-alvo específico.

Do mesmo modo, é possível comercializar um serviço ou produto com uma experiência de compra diferenciada, com atendimento de excelência e exclusivo. E até mesmo um item exclusivo, personalizado ou artesanal etc. O mais importante é não ter medo na hora de empreender. Para saber mais sobre o assunto, assista o vídeo que preparamos. Dê o play!

Advertisement

Estude seu mercado local

O estudo de mercado local também é indispensável para aumentar a segurança de investir em um empreendimento. Dessa forma, é necessário analisar o comportamento desse mercado, se tem potenciais clientes e chances para empreender. 

Portanto, é essencial investigar a fundo o perfil de potenciais consumidores, quais são seus hábitos de consumo, suas preferências e mais. Essa pesquisa também servirá de base para o planejamento do futuro negócio. Além disso, serve como um apontamento para possíveis lacunas que podem ser preenchidas. Logo, a pesquisa é um teste de viabilidade do negócio.

Ou seja, verifica-se a aceitação do produto ou serviço, agregação de valor para a marca e os melhores locais para implantação do negócio. Há diversas opções para abrir um negócio com diferencial. Por exemplo, apostar em um público consumidor específico, oferecendo diferenciais para essa população. Ou delimitar os preços, se é um serviço popular ou exclusivo.

Esse público também pode ser delimitado por faixa etária, gênero, classe social, localidade, entre outros. Ou seja, questões que o você vai entender apenas com o estudo e análise dos dados desse mercado e dos concorrentes locais.

Pesquise seus futuros concorrentes

Outra boa ferramenta para planejar um negócio de forma segura é a pesquisa e análise de futuros concorrentes. Desse modo, o você estará por dentro do funcionamento do mercado, seus indicativos, vendas sazonais e satisfação dos clientes.

Advertisement

Os concorrentes também são importantes para entender o funcionamento do negócio, as práticas que dão certo e as que podem melhorar. Além da sua localização, fluxo de clientes e aceitação do público. Caso o negócio esteja indo bem, analise quais são as práticas que se destacam.

Por outro lado, caso o negócio esteja indo mal, veja quais os pontos que podem ser melhorados ou adaptados. Além da possibilidade de fechar parcerias e conhecer profissionais que atuam nessa área.

Opte por abrir uma franquia

Uma das formas de perder o medo na hora de empreender é buscar por um plano de negócios já pronto para seguir. Sendo assim, abrir uma franquia se mostra como uma alternativa viável para quem não tem experiência.

Mas antes de mais nada, vale destacar que o sistema de franquias se baseia em uma série de padrões. Dessa forma, quem investe passa a ter direito de uso da marca e comercialização de produtos e serviços da rede.

Por outro lado, os franqueados recebem uma série de treinamentos e suportes para que aprendam a usar o sistema da marca. Assim, quando uma unidade franqueada faz sucesso, todos saem ganhando.

Advertisement

Em outras palavras, o sistema de franquias é uma forma de empreender com o apoio de quem já faz isso há muito tempo. Por isso, as franqueadoras contam com experiência no segmento para passar para seus investidores.

Por fim, não pense que isso significa que você não terá que trabalhar. Pelo contrário, o sucesso de uma franquia está ligado à boa administração, dedicação e trabalho duro do franqueado. A principal diferença sobre gestão desse modelo de negócio é ter um manual para seguir, desde a abertura até as operações do dia a dia. Logo, os investidores ficam mais seguros e perdem o medo na hora de empreender.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia.

Planeje seu passo a passo

Antes de abrir qualquer negócio, a principal recomendação é que você tenha um planejamento sólido. Ou seja, faça um passo a passo com tudo que deve fazer a curto, médio e longo prazo, para que o negócio saia do papel.

Dessa forma, inclua no seu planejamento fatores essenciais. Por exemplo, burocracia, investimento, fluxo de caixa da empresa, entre outros. Ao abrir um negócio, você precisará se dedicar. Por isso, planeje sua rotina de trabalho e de estudo. Ao final, poderá conciliar o empreendedorismo com as demais obrigações.

Advertisement

Ao longo do conteúdo, você aprendeu que não precisa ter medo de empreender. Aprendeu dicas sobre como começar um negócio de modo assertivo. Agora que está por dentro do assunto, abra a sua franquia de sucesso.

Advertisement

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje