O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Dá para fazer investimentos internacionais em franquia? Vale a pena?

Acesse uma parte específica do artigo

Imagem de uma cidades á noite com vários prédios com as luzes acessas e um grande espelho de água ao redor. Imagem ilustrativa texto investimentos internacionais.

Dá para fazer investimentos internacionais em franquia? Vale a pena?

Uma maneira de fazer investimentos internacionais é por meio de franquias. Assim, o empreendedor pode abrir uma unidade de uma rede e ganhar dinheiro.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), 163 marcas de franquias brasileiras atuam fora do país. Elas trabalham com unidades instaladas ou por meio de exportação.

Porém, o empreendedor brasileiro também pode investir em uma franquia estrangeira, como mostraremos a seguir.

Advertisement

Como fazer investimentos internacionais em franquias?

Para fazer estes investimentos internacionais em franquias, o empreendedor precisa ter certos cuidados. Como, por exemplo, pesquisar o mercado em questão e escolher uma boa franqueadora.

Advertisement

Nesse sentido, é importante optar por uma boa empresa, seja ela nacional ou estrangeira. Então, veja se ela tem produtos ou serviços de qualidade, que tenham a capacidade de atrair os consumidores.

Além disso, é essencial que o empreendedor pesquise se a franqueadora oferece os suportes que promete aos franqueados.

Afinal, esse auxílio pode ser um diferencial para o crescimento do negócio em outro país.

O investidor também deve pesquisar o mercado local, como ele tem se comportado e quais as mudanças nos últimos anos. Essa avaliação ajuda a entender que tipo de negócio tem maior potencial para aquela região.

Contudo, esse investimento internacional não é tão simples, pois o empreendedor não mora naquela região.

Logo, ele deve se aprofundar nessa pesquisa, ver as potencialidades do mercado local, perfil de consumidores etc.

Outra parte importante antes de investir em uma franquia fora do país é a questão financeira. Você precisa levar em consideração a variação cambial em relação à moeda de outros mercados.

Pode ser preciso, por exemplo, abrir uma conta no exterior para facilitar as movimentações. Assim, você evita flutuações de câmbio e problemas burocráticos.

Dessa forma, é necessário se preparar para gastar em outra moeda. Então, se organize e se planeje, para assim avaliar quanto tem para investir.

Enfim, é um processo que exige mais preparo, seja por conta da língua ou conhecimento sobre a cultura. Além disso, dependendo do país, terá que lidar com uma moeda mais valorizada.

Vale a pena abrir uma franquia fora do Brasil?

O mercado de franchising é forte em vários países, incluindo o Brasil. Esse modelo, independente de seu perfil de investidor, vale a pena. Como explicaremos, a seguir.

Por exemplo, a grande vantagem das franquias é que o empreendedor investe em uma empresa já testada no mercado.

Assim, ao iniciar o negócio, ele não dá um “salto no escuro”, pois os produtos ou serviços da marca estão em circulação.

Além disso, é uma opção de investimento mais segura do que investir em ações no mercado financeiro. A franqueadora, baseada em sua experiência, consegue projetar custos e rentabilidade do negócio.

Dessa forma, o empreendedor pode se organizar melhor, mesmo que esse investimento seja em outros países. Cada franqueadora apresenta esses detalhes ao interessado em sua Circular de Oferta de Franquia (COF).

O investidor brasileiro em franquia encontra também pontos positivos de iniciar um negócio fora do país. Inclusive, por conta da variação cambial, que, convertida para real, dá a ele um alto faturamento.

Do mesmo modo, é uma oportunidade de conhecer novos mercados, aproveitar potencialidades que não tenham no Brasil. Você pode apresentar algo novo em um país e ganhar dinheiro com isso.

Por outro lado, existem desvantagens, como a distância. O empreendedor terá que se mudar ou estar em constante trânsito para aquele país.

É fundamental que o franqueado esteja próximo ao negócio para que este se desenvolva.

Nesse sentido, pode demorar um tempo até que consiga alguém de confiança para gerenciar sua unidade.

Esse empreendedor também pode encontrar dificuldades em lidar com uma cultura de consumo e atendimento diferente. Se não tiver tanta familiaridade com o país, será fundamental se adaptar.

Assim, são desafios que o empreendedor pode encontrar, mas que também podem render um negócio de sucesso. Aqui separamos algumas dicas para você superar esses desafios.

Dicas para se decidir por abrir ou não franquia

Como falamos, para investir em uma franquia fora do Brasil o empreendedor deve tomar cuidado e analisar diversos pontos. Além de buscar uma marca de qualidade, é importante avaliar outros aspectos.

Se você tem o dinheiro para investir sem atrapalhar seu orçamento, passe para esse passo a passo que separamos. Nele, você verá alguns detalhes para fazer esses investimentos internacionais em franquias.

Entenda no que você quer trabalhar

Primeiramente, antes de abrir um negócio é importante que o empreendedor entenda com que quer trabalhar. Esse processo não começa com a simples escolha de uma franquia.

É fundamental que haja um encaixe entre o perfil do empreendedor e o modo de atuar da franquia. Imagine não gostar de algo ou ter pouca habilidade para isso e ter que trabalhar dessa forma todos os dias.

Então, veja em que mercado gostaria de atuar, se de comidas, bebidas, serviços, vendas, consultorias, marketing, entre outros. Dentro deles, veja quais os produtos ou serviços que você tem mais afinidade.

Aliás, ter clareza do que se quer fazer e qual o público quer atingir é essencial para o negócio ser bem-sucedido. Lembre-se: quem quer atirar para todos os lados, acaba por não acertar pessoa alguma.

Se o negócio se encaixa nas suas preferências, o seu trabalho será mais prazeroso e você terá mais ânimo para aprender sobre aquilo. Além disso, pode dar uma sensação de que o tempo passa mais rápido.

Seja realista com seu orçamento

Como falamos, a parte financeira é uma etapa importante para investir em uma franquia fora do Brasil. Nessa hora, o empreendedor precisa ser realista com o seu orçamento.

Por exemplo, se tem X para investir, depois de se organizar, cortar custos e pegar toda sua reserva de capital, esse valor é o que você pode gastar.

Nesse sentido, evite empréstimos, pois nunca se sabe quando o negócio começa a dar o lucro esperado. Esse tempo pode ser pouco e sua empresa faturar alto rapidamente, mas também pode demorar.

Essa incerteza pode afetar o seu capital de giro. Além disso, o seu capital pode acabar antes de o negócio estar totalmente pronto.

Se adeque ao seu dinheiro, busque franquias que sejam compatíveis com o valor que tem em caixa. Dessa forma, pode fazer o investimento de forma mais sólida, sem correr grandes riscos.

Trace metas de longo prazo

Investir em uma franquia, seja ela no Brasil ou no exterior, é um processo que não se concretiza da noite para o dia. Por isso, é importante que o empreendedor trace metas de longo prazo.

Busque analisar como pretende estar daqui a algum tempo, como será o seu negócio no futuro, quanto quer estar faturando. Do mesmo modo, veja se as metas são compatíveis com mercado local.

Inclusive, essas metas são uma boa maneira de analisar constantemente os rumos do negócio. Esteja sempre atento se sua empresa está se aproximando das metas ou não.

Em outras palavras, se o faturamento ou as vendas estão caminhando de forma positiva ou não. Se estiver indo mal, pode ser hora de alterar algumas coisas que possam não estar dando certo.

Contudo, essas metas precisam ser factíveis, ou seja, devem ser realistas. Não adianta ter um objetivo praticamente inalcançável, pois isso pode desestimular você ao longo do tempo.

Avalie se você tem perfil empreendedor

Começar um negócio não é para qualquer um, pois é importante que você tenha um perfil para ter um empreendimento. Muitas pessoas não possuem características para serem empresárias.

Empreender é se dedicar, organizar, ter criatividade e proatividade para que o negócio tenha sucesso.

Dessa forma, avalie se você tem um perfil empreendedor, ou se está disposto a desenvolver certas habilidades necessárias.

Para fazer investimentos internacionais em franquias é ainda mais importante ter este perfil. Até porque, você estará saindo da sua zona de conforto no Brasil, e esse é um passo importante.

Gaste tempo com sua análise e pesquisa

Abrir uma franquia no exterior é um passo importante e precisa de organização, logo, é fundamental que não se tenha pressa.

Gaste tempo com o processo, seja de escolha da franquia, montagem do negócio, entre outros.

Como seu investimento será fora do Brasil, você precisa de tempo para conhecer o mercado no qual vai atuar.

Pesquise com calma o seu público-alvo, como é o hábito dos consumidores da região e a parte burocrática. Mesmo que o modelo de franquia seja mais simples e tenha suportes, esse processo é longo.

Assim, não é da noite para o dia que se abre uma franquia no exterior, seja ela uma marca nacional ou estrangeira. Dependendo do tipo de negócio, exige um preparo de meses até estar pronto para atuar.

Se você optou por começar uma franquia em um outro país, é importante que esteja consciente de que o processo pode não ser simples. É fundamental não ter pressa e pesquisar ao máximo para se sentir seguro.

Só abra franquia após estar seguro(a)

Depois de levar em consideração todos os aspectos sobre os quais falamos e outros que podem surgir, você estará mais seguro. Contudo, se ainda não sente firmeza em sua decisão, avalie novamente.

O empreendedor precisa ter certeza de que escolheu a franquia certa, o país mais adequado e o melhor momento possível. Confirme se você considerou todas as variáveis antes de dar esse passo.

Assim, para se sentir seguro, converse com a franqueadora, tire dúvidas que possam surgir durante o processo. Certifique-se de que entendeu os detalhes da franquia e o modo de atuar naquele país.

Depois de tudo isso, de ter certeza de que vai investir da melhor maneira, já estará apto para esse passo final. Afinal, entendeu bem as vantagens e desvantagens de abrir uma franquia em outro país.

Por último, agora que já sabe um pouco do passo a passo, chegou a hora de conhecer algumas marcas de franquias.

Marcas brasileiras para abrir fora do Brasil

Existem diversas marcas brasileiras para abrir fora do Brasil, entre elas a Acquazero. Conforme citamos, são mais de 160 franquias que já atuam no exterior, e outras que ainda estão em processo.

A Acquazero, por exemplo, está no exterior e ´´e, atualmente, a maior rede de estética automotiva do mundo.

A franquia é especializada em serviços de limpeza e cuidados especiais para o carro. Além disso, atua com métodos sustentáveis.

Por isso, o seu enorme sucesso. Hoje, a rede tem unidades na República Dominicana, Estados Unidos, Austrália e muitos outros.

Além dela, outra marca brasileira com unidades espalhadas pelo mundo é a Oakberry. Essa rede, especializada em venda de creme de açaí, leva esse produto genuinamente brasileiro para vários países.

Do mesmo modo, existem outras opções de marcas brasileiras para esses investimentos internacionais. Por exemplo, a iGUi Piscinas, a Sodiê Doces, a Hering Store e a Via Certa Educação Profissional.

São franquias que buscam uma expansão para outros países para fortalecer a marca. Assim, atuam com modelos de loja ou até home office.

Dessa forma o empreendedor encontra um tipo de negócio que se encaixe no seu perfil bem como na sua capacidade de investimento.

Franquias internacionais que fazem sucesso lá fora

O mercado de franchising é amplo e com diversas franquias que fazem sucesso no exterior, como McDonald’s e outras. Existem diversas maneiras para investir em marcas sólidas, que atuam em diferentes mercados.

Por exemplo, uma franquia que conta com mais de 1500 unidades espalhadas pelo mundo é a ChipsAway. A rede atua com reparos de riscos e amassados em veículos.

Além dela, outra marca bem renomada é a Dryclean USA, uma das maiores redes de lavanderia do mundo. Dos Estados Unidos também vem a FastFrame, líder mundial em molduras, pôsteres e espelhos.

Não podemos deixar de falar de marcas como McDonald’s, Burger King, KFC, Havanna, Subway. Além de várias outras que fazem sucesso no exterior e também no Brasil.

Enfim, o franchising oferece muitas opções para empreender, porém, como falamos, é importante ter cuidado neste processo.

Saiba que começar um negócio fora do Brasil pode ser um desafio, mas que pode resultar em um grande sucesso. Então, pesquise e invista você também.

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje