O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Como funciona a internacionalização de franquias na prática?

Acesse uma parte específica do artigo

Mão segurando réplica do globo e horizonte ao fundo. Ilustração do texto sobre internacionalização de franquias.

Como funciona a internacionalização de franquias na prática?

A internacionalização de franquias acontece quando uma marca se expande para outros países. Mas para saber mais, continue neste texto para entender tudo sobre esse processo e como ele acontece.

Mas antes de tudo, vamos analisar como estão as franquias brasileiras nos mercados internacionais. Um estudo apontou um aumento de 12% no número de marcas nacionais no exterior

Advertisement
, entre 2020 e 2021.

Assim, o crescimento aponta algumas tendências na internacionalização de franquias brasileiras. Primeiramente, os nichos que mais se expandiram no exterior foram os de Moda, Saúde e Alimentação.

Advertisement

Em seguida, é possível observar alguns países com bons mercados-alvo. Por exemplo, Estados Unidos, Portugal e Paraguai foram os que mais receberam rede de franquias do Brasil.

Vantagens de internacionalizar um negócio

Para começar, vamos apontar algumas vantagens da internacionalização de franquias, que são muitas.

Entre elas estão, por exemplo, a conquista de um novo mercado, reduzir a dependência do mercado interno e melhorar processos e produtos.

Nesse sentido, quando uma rede de franquias conquista um mercado no exterior, passa a vender para outro público. O simples fato de chegar a essa expansão já mostra que a empresa se consolidou no mercado.

Da mesma forma, ao passar a vender para outro público, os lucros podem ser ainda maiores.

Então, franquias brasileiras no exterior oferecem produtos e serviços que têm boa aceitação dos clientes.

Outra vantagem de internacionalizar um negócio é a possibilidade de reduzir a dependência do mercado interno. Ou seja, a franquia não depende somente da economia de seu país de origem.

Com a crise causada pela pandemia, o mercado ainda está em recuperação.

Logo, as franquias que passaram pelo processo de internacionalização não ficam à mercê da instabilidade da economia brasileira.

A internacionalização permite ainda a ampliação dos investimentos. Isso porque, ao abrir uma empresa em outro país você pode abrir contas, poupanças e outras formas de investir naquele país.

Assim, esse processo melhora os produtos e serviços. Afinal, com a convivência em uma nova realidade, o empreendedor aprende novas técnicas, conhece pessoas e diversifica o negócio.

Portanto, é preciso atentar-se sobre as tendências do mercado de franquias. Por fim, sua rede pode acompanhar o que há de mais moderno e expandir ainda mais.

Passo a passo da internacionalização de franquias

Para realizar a internacionalização de franquias é necessário seguir alguns passos. Entre eles estão: o planejamento, adequação aos documentos ao país de destino, definição de metas, entre outros.

Mas seguir esses passos não é instantâneo. Todo o processo leva tempo e dedicação. Por isso, planeje-se, sobretudo se sua franquia for de loja física.

Agora, confira os passos para realizar a internacionalização de franquias!

Planejamento para expandir

O primeiro passo da internacionalização é fazer um planejamento completo.

Tente, por exemplo, responder às perguntas sobre onde quer abrir o negócio, o prazo que você tem, quanto pode gastar e como vai administrar a rede.

De fato, são muitos elementos envolvidos no processo. Desse modo, o planejamento é essencial para que você tenha um guia do que deve ser feito e para que não esqueça nada importante.

Uma boa forma de fazer o planejamento é usar um software ou planilha. Assim, é possível anotar os aspectos macro e cada ação micro que você deve desenvolver para alcançar os resultados.

Definição de metas

Outro ponto importante da internacionalização é a definição de metas. Elas podem ser categorizadas pelo prazo: curto (algo urgente), médio (o que vai ser feito entre um e cinco anos) e longo (objetivos para mais de cinco anos).

Dessa forma, é possível organizar tudo o que você precisa fazer e colocar as ações em perspectiva.

Afinal, existem coisas que precisam ser feitas e não são tão urgentes. Ao mesmo tempo, algumas tarefas podem surgir e demandar certa urgência.

Além disso, as metas são uma espécie de força motriz para alcançar o que você precisa e deseja. Parece óbvio, mas sem elas você vai trabalhar sem perspectivas do que virá a seguir.

Como consequência, você pode se desanimar com a internacionalização, já que o processo demanda paciência.

Outro risco de não criar metas é se perder no que deve ser feito e deixar prioridades se perderem.

Escolha dos mercados-alvo

Você precisa saber com quais mercados-alvo vai trabalhar. Ou seja, quem vai ser o seu público e como será a abordagem.

Neste sentido, é importante fazer uma pesquisa de mercado que considere os hábitos de consumo da população do país.

Isso porque, as pessoas consomem de formas diferentes em cada lugar, esse é um aspecto cultural.

Mas não basta fazer isso quando já estiver atuando no exterior. Essa etapa deve preceder a internacionalização.

Assim, é possível entender o que e como o público consome. Então, pensar as melhores estratégias e afunilar o mercado para o qual sua franquia vai chegar.

Adaptação do modelo para o novo mercado

É importante também adaptar o modelo de negócio para o novo mercado. Nem sempre, com a internacionalização de franquias, é possível manter os mesmos aspectos em todos os países.

Dessa maneira, é importante pesquisar sobre o país e a viabilidade de cada modelo. Alguns locais, por exemplo, estão com alta nos modelos de negócio Home Office.

Portanto, se for implantar um negócio presencial neste local, talvez não tenha tanta aceitação.

Encontrar fornecedores locais 

Outro passo essencial é encontrar os fornecedores locais no país em que pretende atuar. Até porque, esse processo é mais simples e barato do que exportar produtos do Brasil para manter a franquia funcionando.

Do mesmo modo, os fornecedores no franchising são essenciais.

Independente da área ou do modelo de negócio, você provavelmente vai precisar dos produtos e serviços de outras empresas para que a sua funcione.

Sendo assim, é importante pesquisar sobre possíveis fornecedores em cada país. Em seguida, entre em contato para verificar a viabilidade de fechar parcerias.

Ajuste às leis locais

Cada país tem sua própria legislação. Por isso, é necessário ajustar seu negócio às leis locais. Nesse sentido, pense nas leis relativas ao negócio e também nas viagens que você terá que fazer.

Caso precise viajar, isso envolve uma série de vistos e autorizações. Por sua vez, sua franquia deve se adaptar às leis do local em vários aspectos.

Primeiramente, você vai precisar de uma autorização para ter um negócio no país.

Depois, é necessário cuidar de alvarás, autorizações e outros documentos. Essa parte pode ser cansativa. Então, ter um advogado de confiança que entenda de direito empresarial e internacional pode facilitar o processo.

Tradução dos documentos

Outro passo para a internacionalização de franquias é fazer a tradução dos documentos. Afinal, você vai estar em outro país e precisa garantir que toda a burocracia seja compreendida na língua local.

Porém, não basta jogar no tradutor! Quando se trata de documentos, é preciso assegurar que tudo seja bem feito e por pessoas que entendam do assunto.

Então, busque escritórios de direito ou empresas que ofereçam o serviço autorizado de tradução de documento. Por fim, autentique todos os papéis de acordo com as determinações dos órgãos locais.

Marketing para expansão

Quando já tiver terminado todas as etapas anteriores, é hora de posicionar sua marca no mercado, por meio de ações específicas de marketing.

Com certeza você já deve investir em publicidade para sua franquia, mas a internacionalização demanda algo a mais.

Além de ser uma forma de mostrar ao público brasileiro que a marca está crescendo, é um método para anunciar a chegada no país estrangeiro. Logo, é importante pensar em ações de marketing específicas.

Como o marketing engloba cada vez mais possibilidades, você pode pensar em várias ações.

Entre elas, por exemplo, parceria com influencers, divulgação nas redes sociais, materiais impressos, entre outros.

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje