O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Destaques ★ » Como devo gerenciar minha franquia para ter sucesso com o negócio?

Como devo gerenciar minha franquia para ter sucesso com o negócio?

Sumário

O empreendedor que está pensando em entrar para o mercado de franchising precisa saber como gerenciar uma franquia. Por isso, hoje mostraremos como gerenciar um negócio para ter sucesso.

O mercado de franquias é altamente lucrativo e por isso chama a atenção de quem deseja ter um negócio próprio. Para se ter uma ideia, só em 2021 o setor faturou mais de R$ 185 bilhões.

Porém, antes mesmo de escolher em qual marca investir, é fundamental entender como funciona esse tipo de negócio.

Assim, conheça algumas dicas para que você possa entender o que será preciso fazer para gerenciar uma franquia.

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Dicas para gerenciar uma franquia do jeito certo

Para gerenciar uma franquia, o empreendedor deve entender que ele terá algumas orientações da franqueadora. Entretanto, ele é o responsável pelo negócio no dia a dia.

Nesse sentido, a franqueadora pode até mostrar detalhes sobre a gestão de uma unidade. Porém, cabe ao franqueado implementar todo esse trabalho.

Assim, seja um negócio mais barato, em home office, ou então voltado para loja física, a gestão tem muito em comum. Confira algumas das nossas dicas para entender bem como será sua jornada no mundo do franchising.

Manter capital de giro

Como qualquer negócio, ao gerenciar uma franquia o empreendedor precisa manter um capital de giro. Essa reserva é fundamental para não deixar as contas atrasarem mesmo em tempos de vendas baixas.

Até mesmo as franquias passam por oscilações, por isso é necessário ter um capital para pagar os custos. Principalmente nos primeiros meses do negócio.

É comum que a franqueadora apresente aos interessados uma projeção de quanto eles precisam ter de capital de giro ao iniciar uma unidade. Esse valor baseia-se na experiência da rede de franquias.

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Porém, não é obrigatório que o franqueado mantenha esse capital, mas pode ser extremamente importante ao longo do tempo.

Em casos de imprevistos, um bom capital de giro em seu negócio vai ser essencial para não afetar os processos organizacionais. Logo, mantém a saúde financeira adequada para continuar suas atividades!

Poucos empreendedores entendem a importância do capital de giro para empresas. Mesmo ele sendo uma das peças mais importantes para a expansão e a saúde financeira do negócio.

Além disso, saber o quanto de dinheiro é necessário para que sua operação esteja sempre em dia é essencial. Isso vai dar a visibilidade sobre o quanto sobra para investimentos.

Dessa forma, é uma segurança a mais que é essencial para a saúde financeira da sua franquia.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Ações de marketing para o negócio

O franqueado precisa estar atento para o seu trabalho de marketing, pois ele faz parte da gestão da franquia. Uma boa divulgação é cada vez mais um diferencial para o sucesso de qualquer negócio.

A franqueadora muitas vezes auxilia nas ações de marketing, com a produção de conteúdos, materiais de divulgação etc. Porém, cada franqueado é o responsável pelo marketing de sua unidade.

No modelo de franquia é comum as franqueadoras cobrarem uma taxa de fundo de propaganda. Esse valor é utilizado para custear o setor de marketing da franquia, como ações de fortalecimento da marca.

É preciso estar em constante atenção, planejar bem as ações, divulgar nas redes sociais, na região de atuação e outros meios.

Para gerenciar uma franquia o empreendedor deve conhecer um pouco sobre esse trabalho de marketing. Afinal, a franqueadora dá o suporte, mas quem constrói esse trabalho é o franqueado.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Controlar as finanças da franquia

Como qualquer outro negócio, a parte financeira da franquia exige um cuidado especial para controlar bem as finanças. É importante acompanhar os ganhos e custos da sua unidade para ter equilíbrio no negócio.

O modelo de franquias é muito mais enxuto e possui custos menores, mas isso não significa que não tenha gastos. É fundamental esse controle para avaliar o crescimento do negócio.

Assim, ele é essencial para você gerenciar gastos, receitas e manter a saúde financeira da empresa.

Dessa forma, você deve ser capaz de igualar suas receitas e despesas, para depois começar a ter lucro.

Saiba como estão os seus custos, se eles se encaixam no seu faturamento, se há uma forma de economizar sem atrapalhar o negócio. Tudo isso faz parte do controle da parte financeira, para assim sua franquia dar lucro.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

Dedicar-se ao negócio

O negócio é o seu objetivo e, para que ele possa dar certo, sua dedicação será um diferencial. Não adianta iniciar uma franquia pensando que a empresa ou a franqueadora fará o trabalho por você.

A franqueadora é uma orientadora para seu negócio, mas as vendas e atendimentos são responsabilidade do franqueado.

O franqueado precisa se dedicar ao negócio desde antes do início de sua unidade, bem como na hora de gerenciar uma franquia.

Deve sempre estudar os resultados, avaliar as vendas e observar os funcionários e clientes.

Ainda que tenha um planejamento estratégico sólido, se o franqueado não “botar a mão na massa”, o projeto pode falir.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

Caso o franqueado não possa se dedicar muito à sua franquia, pode ser a hora de esperar para começar o negócio. Ter um administrador contratado pode ser interessante, mas existe o risco.

Em outras palavras, suas chances de sucesso aumentam à medida que se dedica ao desenvolvimento do negócio.

Definir metas para o longo prazo

Ao gerenciar uma franquia, o empreendedor deve definir algumas metas de longo prazo. Assim, poderá avaliar se está fazendo uma boa gestão do negócio ou precisa mudar os rumos.

Definir metas é importante em vários aspectos da vida, e no empreendedorismo não é diferente. É uma maneira de ter um objetivo, algo a se buscar.

Com as metas, o empreendedor tem maior clareza de quais demandas concentrar seus esforços e energia. Assim, evita perder tempo com tarefas que não estão no foco para atingir os objetivos da franquia.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Do mesmo modo, com as metas, é mais fácil identificar se o franqueado está atingindo o que ele esperava ou não. E, a partir disso, estabelecer planos de ação para alavancar a performance.

Ter controle de estoque

Na gestão de uma franquia o empreendedor deve ter em mente que precisa ter o controle do seu estoque para otimizar o seu negócio.

Controle de estoque consiste em realizar a gestão de mercadorias de uma empresa. Ou seja, registrar o fluxo de entrada e saída de artigos para viabilizar condições que melhorem o seu uso eficiente.

Um grande estoque que não seja necessário é um capital parado que poderia ser usado para investimentos. Bem como promoções, divulgação ou até redução dos juros de recebíveis.

Do mesmo modo, bom controle de estoque também pode significar uma vantagem competitiva. Isso porque o seu planejamento garante que nenhum produto esteja em falta e prejudique a efetivação de uma venda.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Com um bom planejamento, é possível identificar quais são as mercadorias com maior e menor procura.

Assim, pontos fortes e pontos a serem melhorados podem ser estudados para otimizar as futuras estratégias de venda.

Acompanhar os resultados da franquia

No processo de gestão de uma franquia o franqueado deve sempre estar atento aos resultados do negócio. É fundamental acompanhar os ganhos, custos, oscilações e movimentos do mercado.

O franqueado deve observar se as vendas estão se mantendo, se diminuíram, e o porquê disso.

Os resultados ao longo da gestão mostram se está mais próximo de suas metas ou se está se afastando delas. Os negócios próprios exigem esse cuidado dos empreendedores.

Além disso, esse acompanhamento permite que você possa identificar alterações antes que seja tarde demais. Por exemplo, pode ser que esteja vendendo mais, mas faturando menos, e pode correr atrás das causas.

Usar o suporte da franqueadora

Conforme falamos, o franqueado conta com os suportes da franqueadora para gerenciar uma franquia. Porém, ele deve aproveitar bem essa ajuda, seguir o que a empresa passa para poder ter sucesso.

De nada adianta a franqueadora orientar para a gestão, para ter um capital de giro, se o franqueado não segue.

O empreendedor deve aproveitar esse suporte, participar e tirar proveito dos treinamentos e tirar dúvidas ao longo do tempo.

A franqueadora tem experiência na gestão, pode orientar você baseada nas atitudes que foram eficientes para outros franqueados. É um dos diferenciais do modelo de franquia e não se deve deixar de lado.

Com esse suporte e os cuidados que mostramos, o empreendedor consegue gerenciar uma franquia com segurança.

Cabe a ele se dedicar bastante, ter atenção a alguns detalhes e aproveitar o que o modelo de franquia lhe oferece.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje