Created by potrace 1.15, written by Peter Selinger 2001-2017

Você sabe o que é fundo de propaganda na franquia? Entenda agora!


Rodrigo Brito | 14 abr 2021
Você sabe o que é fundo de propaganda na franquia? Entenda agora!

Você que pensa em franquia e está interessado neste tipo de negócio, é comum pesquisar sobre os valores envolvidos no processo. Acontece que poucas pessoas conhecem a importância do fundo de propaganda.

Geralmente, ao pesquisar mais sobre o sistema de franchising, muitas pessoas se questionam sobre a necessidade dessa taxa. Porém, como manter uma identidade visual padronizada? E qual a importância disso?

Estamos falando não apenas do design do logo ou estilo e apresentação da loja, mas de todos os pilares que sustentam uma boa estratégia de comunicação. Isso inclui a publicidade e a maneira como a empresa se apresenta ao público.

Advertisement

Pois no caminho para o sucesso, essas são questões muito importantes. Dessa forma, grande parte das franqueadoras assumem esse papel e auxiliam os empreendedores com o trabalho de comunicação.

Sendo assim, preparamos o texto a seguir para explicar, em detalhes, como esse fundo funciona. A sua importância e mais algumas informações relevantes sobre o sistema de franquias. Acompanhe.

O que é e para que serve o fundo de propaganda?

O fundo de propaganda é uma taxa mensal cobrada pela franqueadora com o intuito de gerar um fundo de publicidade. Dessa forma, as ações de marketing e divulgação de toda a rede de franquias da marca são realizadas com o valor dessa arrecadação.

Assim, cabe ao franqueado apenas utilizar os dados e artes entregues pela franqueadora e fazer a sua divulgação. É importante destacar que isso é um mecanismo que a empresa usa para manter a sua identidade visual padrão, sem o risco de cada franqueado desenvolver uma ação diferente.

Pois, se isso acontecesse, seria um grande desastre. Afinal, uma das vantagens de uma franquia é o seu reconhecimento por parte do público, ou seja, justamente a imagem da marca. Se cada um faz algo diferente, a tendência é que o público não reconheça a empresa em questão, resultando no prejuízo da rede.

Não à toa, se um franqueado deseja montar a sua própria divulgação, ele precisa da autorização da franqueadora. O mercado de franquias precisa que todos estejam bem para, juntos, alcançarem sucesso.

Por causa desses fatores que todas as franquias cobram o fundo de propaganda de seus franqueados. Inclusive, essa é uma taxa prevista na Lei de Franquias

Advertisement
.

O que a lei diz sobre o fundo de publicidade?

Vemos um homem "na figura de Juiz" (seu Malhete ou o Martelo do Juiz está à direita da imagem) analisando documento. A sua frente temos outro homem. Só é possível ver suas mãos que estão cruzadas (imagem ilustrativa). Texto: fundo de propaganda.
A Lei de Franquias garante ao franqueado segurança e transparência ao longo do processo.

De acordo com a Lei que rege o sistema de franchising, essa taxa precisa estar disposta no contrato e na Circular de Oferta de Franquia (COF), que vamos explicar na sequência. Portanto, a apresentação da taxa faz parte do processo de franqueamento.

Importante destacar que a Lei não determina um valor fixo sobre a taxa. Ou seja, cada empresa determina a quantia necessária para manter o fundo funcionando e atendendo as necessidades da empresa como um todo, desde que seja apresentado e justificado ao franqueado os cálculos utilizados.

De acordo com a norma, a franqueadora precisa especificar o tipo de cobrança que será feito. Existem dois modelos utilizados e previstos. Primeiramente, um de acordo com uma porcentagem do faturamento bruto da unidade ou outra de valor fixado em contrato.

Além disso, você tem o direito de verificar como o dinheiro desse fundo está sendo utilizado. Pelo menos uma vez por ano, o franqueado pode solicitar a prestação de contas da franqueadora com relação ao fundo. Em alguns casos, existem franqueadoras que permitem a conferência mais vezes do que previsto por Lei.

Porém, fique atento. Isso não quer dizer que a marca é melhor ou pior que as demais, mas apenas conta com um diferencial em suas questões administrativas. Pois, ainda que ela permita sua conferência em outros momentos fora da obrigação, tal ação não significa que as estratégias estão sendo bem adotadas.

Como saber se o fundo de propaganda é cobrado?

Para saber se o fundo de propaganda é cobrado, você precisa analisar a Circular de Oferta de Franquia (COF). Esse documento é responsável por apresentar diversas questões sobre o empreendimento. São pontos importantes como o histórico da marca, as diretrizes do negócio, questões de concorrentes, pendências judiciais etc.

Esse documento precisa ser entregue a você pelo menos 10 dias antes da assinatura do contrato. Assim, como candidato a franqueado, você terá tempo para analisar todas as informações e adquirir a confiança necessária para fechar o negócio com tranquilidade. Inclusive, em caso de dúvidas, é aconselhável procurar um advogado.

Advertisement

Voltando à questão do fundo de publicidade, na COF você verá o tipo de cobrança que é feita e poderá comparar com o que está no contrato. Não se esqueça de checar se ambas estão iguais. Além disso, antes de fechar o acordo, não deixe de conversar com a franqueadora para conhecer as estratégias e benefícios que essa cobrança pode trazer.

É possível encontrar marcas que oferecem materiais de apoio, montagem de cardápios, folders, banners promocionais, adesivos e as tradicionais campanhas de divulgação em geral. Caso a marca da sua escolha não faça o uso da taxa de publicidade, certifique-se dos seus direitos para divulgar o negócio.

Evite qualquer mal-entendido. Isso poderia resultar no encerramento do contrato e na perda do investimento.

Outras taxas cobradas no sistema de franchising

Além do fundo de propaganda, existem outras duas taxas que uma franqueadora pode cobrar. Ambas visam auxiliar no compartilhamento do know-how e expertise da marca. Inicialmente, temos a taxa de franquia.

O objetivo dela é permitir que o empresário comece a explorar comercialmente os produtos e/ou serviços da marca. É a mais alta, financeiramente falando. Ela é cobrada apenas na assinatura do contrato.

Já para manter o direito de ser um franqueado e ter acesso aos auxílios da franqueadora, existem os Royalties.

Sua cobrança é feita mensalmente e o seu valor é calculado de acordo com uma porcentagem do faturamento ou um valor fixado no contrato.

Para você entender um pouco mais sobre os Royalties, separamos o vídeo a seguir. Confira!

Ao longo do texto, você pôde conhecer algumas questões importantes sobre a divulgação das unidades franqueadas. São pontos que fazem toda a diferença na hora de montar uma rede forte e bem vista pelo público. Afinal, se cada um seguisse sua vontade, certamente não seria possível ter uma rede estável e de sucesso.

Dessa forma, foi prevista, em Lei, uma quantia capaz de criar uma reserva destinada à publicidade de todas as unidades da franqueadora. Importante ficar atento às marcas que não cobram esse valor e certificar-se dos seus direitos.

Gostou do nosso conteúdo sobre fundo de publicidade? Continue no Top Franquias e leia o artigo sobre “Por que investir em franquias é um bom negócio? Sua resposta final”.

Advertisement

Acompanhe o Mercado

As Mais Lidas