O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Segmento: Alimentação » Franquia Outback: como abrir, vale a pena? [Guia para 2024]

Franquia Outback: como abrir, vale a pena? [Guia para 2024]

Sumário

A “franquia” Outback é um dos restaurantes mais procurados do Brasil. Dessa forma, chama a atenção de empresários que buscam algo para mudar de vida. Aqui, preparamos o texto para que você conheça um pouco mais sobre a empresa e suas características.  

Mas antes de falarmos na “franquia” Outback Steakhouse, é importante reforçar os resultados positivos do setor de Alimentação. Segundo dados, em 2023, a Indústria de Alimentos e Bebidas

no Brasil ganhou muito dinheiro, alcançando R$ 1,2 trilhão.

Isso foi um aumento de 7,2% em comparação com o ano anterior. Logo, fazer parte desse mercado pode ser interessante para quem quer empreender e lucrar. Voltando para o restaurante Outback, Se você já esteve alguma vez por lá, certamente se encantou com a estrutura e sabor oferecido em seus pratos.

Esse padrão de qualidade é presente em todas as suas unidades, o que torna a marca conhecida. Acontece que muitas pessoas acreditam que o Outback funciona por meio do tradicional sistema de franquias. Mas acredite ou não, o seu modelo de negócio é bem diferente disso. Continue a leitura!

Franquia do Outback: vale a pena investir?

Sim, vale a pena investir na “franquia” Outback. Isso porque se trata de um dos restaurantes mais procurados do Brasil. Com certeza, você já ouviu falar em pelo menos um dos pratos principais da marca, como as tradicionais cebolas empanadas ou a costela com molho de barbecue.

Devido o tamanho do seu sucesso, a rede já está presente em 61 cidades brasileiras desde que chegou ao país. 

A empresa foi inaugurada nos Estados Unidos em 1988, com o intuito de levar para as pessoas uma experiência diferenciada como o sertão — outback, em inglês — australiano. Expandindo pelo mundo, o Outback chegou ao Brasil apenas em 2011 e desde então é uma referência. 

Assim, se você optar pelo empreendimento terá a chance de atuar em uma grande empresa, com know-how e experiência de vários anos. Além do apelo popular que torna o negócio ainda mais rentável. 

Como abrir uma franquia do Outback?

Antes de darmos continuidade ao assunto, é importante destacar que o Outback não tem o sistema de franquias. O formato adotado pela empresa é conhecido como Joint Venture.

Ou seja, um acordo comercial entre duas partes com o intuito de alavancar uma determinada empresa. Dessa forma, você que busca abrir uma “franquia” do Outback, deve entrar como sócio-proprietário.

Para ser selecionado, entre no site do restaurante e envie o seu currículo. Ao longo do processo de seleção, alguns fatores são avaliados para definir o acordo. 

Mas antes de apresentá-los, é importante destacar que os principais pontos estão com relação ao tamanho do espaço adotado.

Inicialmente, a marca exige áreas entre 600 e 700 m², sem contar com a possibilidade de estacionamento. Devido a isso, é mais comum encontrar o Outback em shoppings. 

Destaque também para a avaliação da cidade e dos pontos comerciais disponíveis. Assim, será possível dar continuidade ao processo de seleção. Ou seja, eles seguem uma estrutura bem diferente de quando se opta por abrir uma franquia.  

Quais os requisitos para abrir uma “franquia” do Outback?

É preciso fazer uma análise para você descobrir quais as condições necessárias para se tornar um dos sócios da empresa. 

O primeiro ponto que precisamos destacar para você é que a marca escolhe apenas empresários que já têm algum tipo de experiência com restaurantes e serviços. Dessa forma, isso limita o acesso para quem busca empreender pela primeira vez. 

Após a avaliação do seu currículo, considerando que você está apto para iniciar a jornada, a empresa fará outras exigências para dar prosseguimento a sua candidatura. Confira!

Investimento necessário

O investimento necessário faz parte dessas obrigações comprovadas. Não se sabe ao certo qual o valor definitivo, mas estima-se que o custo inicial seja próximo a R$ 60 mil.

Porém, ainda é necessário levar em consideração que o valor da infraestrutura necessária. Desse modo, fica em torno dos R$ 5 milhões, para quitar ao longo do contrato. A principal vantagem do acordo é que você recebe o restaurante pronto para operar. 

Lembra-se que para chegar até esse ponto ainda é necessário passar por uma série de testes para avaliar o seu perfil e competência. Portanto, apenas ao final que você será considerado apto ou não para se tornar dono de uma “franquia” do Outback no Brasil. 

Remuneração do sócio gestor

Caso aprovado, você precisa ter em mente que o seu salário inicial irá depender principalmente dos lucros que sua unidade obtiver.

O modelo de pagamento é feito por meio do pró-labore fixo. Ou seja, uma remuneração definida na assinatura do contrato com o objetivo de pagar pelas atividades administrativas do negócio.

Essa quantia é determinada no valor de R$ 10 mil. Além disso, você tem direito a receber 8% do lucro da unidade, aproximadamente.

Assim, para conseguir ter uma renda mais interessante no final do mês, é necessário tornar o restaurante o mais atrativo possível para a sua região.

Perfil do “franqueado”

O candidato ideal é alguém que ame a marca e seus valores. Além disso, deve ter habilidades em gestão e liderança para garantir o sucesso do negócio.

Portanto, você precisa seguir os padrões da rede, manter a qualidade e identidade da marca. É necessário ter visão empreendedora e ser capaz de tomar decisões estratégicas.

Este tema é também destacado no curso “Guia Para Iniciantes”. Você pode acessar as aulas ao clicar aqui, assisti-las online e compreender como entrar no mundo do franchising sem mistérios.

Boa comunicação e habilidades interpessoais também são essenciais para lidar com a sua equipe e os clientes. Além disso, conhecimento financeiro é importante para gerir os recursos da sua loja de forma eficiente.

O comprometimento com o sucesso do negócio e a capacidade de adaptação são características essenciais para o “franqueado” do Outback.

Com esse perfil, você estará preparado para enfrentar os desafios e aproveitar os benefícios de investir nesse modelo de negócio.

Os benefícios de uma “franquia” do Outback

Além de estar associado a uma das marcas mais populares do mundo, presente em 23 países, abrir um restaurante do Outback pode oferecer diversos benefícios para você. Inicialmente, destacamos as boas previsões de rentabilidade oferecidas pela marca. 

Durante a vigência do contrato de cinco anos, você será descontado para arcar com o valor da estruturação do estabelecimento. Porém, devido ao alto retorno financeiro, a quantia é considerada baixa e facilmente paga. 

O restaurante funciona no horário do almoço, do jantar, aos finais de semana e feriados, sem falar dos momentos de happy hour ou comemorações marcantes. Ou seja, o que não faltam são boas possibilidades de retorno financeiro. 

Para que você possa conhecer mais sobre esse modelo e descobrir outras empresas que também trabalham dessa forma, preparamos o vídeo a seguir. Dê o play e confira!

Qual o valor de uma franquia do Outback?

Como vimos, para você conseguir abrir um restaurante e ser sócio será preciso desembolsar inicialmente R$ 60 mil.

Esse valor pode variar para mais ou para menos dependendo da região em que você pretende inaugurar sua a unidade. Além disso, é preciso se preocupar com outra questão. 

Diferentemente das empresas que adotam o sistema de franquias, o modelo de Joint Venture, em sua maioria, não permite financiamentos. Como as empresas trabalham com sócios, é obrigatório que o dinheiro esteja disponível assim que o contrato estiver em fase de fechamento. 

Então, se tiver algum tipo de pendência com uma instituição bancária, isso pode prejudicar a sua seleção e o desenvolvimento da unidade.

Por fim, para reforçar o que já foi dito acima, embora o custo da estruturação chegue a aproximadamente R$ 5 milhões, esse valor é dissolvido ao longo contrato. O que acaba não entrando no investimento inicial.  

Quanto o Outback fatura por mês?

Não é possível traçar com certeza qual o faturamento de uma unidade do Outback. Afinal, esses valores vão depender de diversos fatores, como: localização, número de clientes atendidos, tempo de presença da unidade no mercado, gastos com funcionários, fornecedores etc. 

Porém, de acordo com a receita divulgada pelo grupo Bloomin’Brands, dona da rede de restaurantes, as unidades no Brasil tem crescido ao longo do ano.

No último levantamento divulgado em 2023, no 3º trimestre de 2023, houve um ganho de R$ 44,5 milhões para a companhia, cerca de 32% no lucro líquido a mais que 2022.

Para você saber mais, preparamos um vídeo completo sobre quanto lucra o franqueado Outback. Dê o play e confira!

Ao longo do conteúdo, você aprendeu sobre a “franquia” Outback. Aqui, você descobriu dicas sobre como empreender e lucrar com uma unidade. Agora que está por dentro do assunto, entre em contato com a marca e abra o seu próprio negócio de sucesso.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje