O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Franquia ou negócio próprio: qual escolher para empreender?

Franquia ou negócio próprio: qual escolher para empreender?

Sumário

Muita gente tem o sonho de ser o próprio chefe. Mas, no momento de escolher o tipo de negócio, surge a dúvida: é melhor abrir uma franquia ou negócio próprio?

O mercado contemporâneo apresenta uma série de oportunidades potencialmente rentáveis. Quem está em busca de ideias e possibilidades para ser autônomo tem de estar ciente disso.

A internet, a flexibilização dos regimes de trabalho e as mudanças nos comportamentos de consumo são alguns fatores que precisam ser levados em conta.

Por tudo isso, trouxemos neste conteúdo as diferenças entre uma franquia e um negócio próprio, incluindo vantagens e dicas para fazer a melhor escolha possível. Acompanhe!

Saiba o que é uma franquia

O sistema de franquias é baseado na relação entre o franqueador e o franqueado. O franqueador dá apoio ao franqueado, conforme estabelecido na Lei de Franquias.

Ou seja, ele aponta os métodos de produção e atendimento esperados, e ensina os parâmetros de gestão da marca. Seja ela uma franquia de beleza ou de desentupidora em Pinheiros, por exemplo. 

Essas informações são transmitidas por meio de manuais, reuniões presenciais e/ou à distância.

O objetivo é que o franqueado conheça profundamente os princípios, a estrutura e o modelo de negócios da franquia.

Já o franqueado fica responsável pelo investimento e pelos negócios das lojas, considerando a administração e gestão da unidade. Contudo, sua autonomia pode ser limitada, pois está sujeita aos padrões da marca. 

Quando o franqueador permite o uso das imagens e fornece todo o processo de produção, ele cobra royalties. Assim, consegue manter atendimento completo à unidade do franqueado.

Conheça os benefícios das franquias

Agora, vamos nos concentrar nos benefícios de adotar uma franquia, inclusive em um ambiente virtual. 

A possibilidade de negociar com fornecedores já definidos é uma das principais vantagens. Isso viabiliza melhores condições para fazer compras grandes, pois aquele fornecedor vende para toda a rede.

Você pode ter uma franquia de cabeamento de rede residencial ou de alimentação. Não importa o caso, a franqueadora vai indicar de quem você pode comprar seus insumos. E aí, você vai adquirir com ele tudo que precisa, assim como seu colega franqueado de Manaus e o de Brasília vão fazer.

Para ser um franqueado, você deve ter em mente que, ao escolher um modelo, é preciso muita dedicação para corresponder aos parâmetros da rede. Será preciso cumprir todas as determinações da marca.

Mas não é suficiente apenas ter um bom modelo em mãos. O sucesso é inerente ao trabalho e dedicação do franqueado, seja sua franquia uma fábrica de pingadeira de concreto ou uma açaíteria.

Em toda boa franquia existe um perfil desejável de franqueado. É um tipo de processo seletivo para selecionar pessoas que se alinham aos objetivos e valores da marca.

Conheça os mitos relacionados às franquias

Um grande mito sobre o modelo de franquia é que ele tem zero risco e exige menos esforço.

Porém, assim como um despachante automotivo, que tem atuação intensa, você vai ter que trabalhar muito no seu negócio franqueado.

Os riscos desse modelo também são bem menores que uma empresa nova, mas existem, como em qualquer negócio. Principalmente se você não seguir os padrões e orientações da franqueadora.

Além disso, uma franquia não é um negócio caro. Nem sempre é necessário ter muito capital de investimento para abrir uma franquia.

Mas em vez de optar por um negócio só porque ele é barato, você precisará fazer uma autoanálise. Será algo fundamental para entender com que tipo de atividade você se identifica.

Para escolher o modelo de trabalho ideal, é preciso avaliar todos os aspectos de cada pessoa. Nesse contexto, as principais recomendações são pesquisar sobre o ramo e entender o mercado em que se pretende entrar.

Entenda como funciona um negócio próprio

Ao optar por um negócio próprio novo, você tem a oportunidade de começar uma empresa do zero, cuidando de cada detalhe.

Entre as desvantagens desta opção está o fato de que sua marca ainda não será conhecida. Você vai precisar estabelecê-la no mercado. Além disso, o retorno do investimento tende a demorar mais.

Mas essa é uma opção se você pretende ter total autonomia sobre o seu negócio. Sem ter um manual para seguir. Será mais difícil e demorado, mas também mais “livre”.

Outra coisa é que seu negócio pode vender seguros de carros bons e baratos ou bijuterias, por exemplo. Mas em qualquer caso, será preciso confiança para gerir o próprio empreendimento e saber se diferenciar dos concorrentes.

Enquanto o sistema de franchising vende produtos que já existem, uma empresa nova demanda o desenvolvimento de itens novos e o posicionamento desses materiais no mercado.

Outra diferença importante é que, no caso de franquias, o franqueado tem o suporte e a infraestrutura da empresa. Enquanto isso, o empreendedor solo não conta com essa facilidade.

Como resultado, é preciso mais tempo para uma nova marca, seja ela de pisante de concreto com bom preço ou um negócio de produtos de estética automotiva. Por outro lado, a franquia já costuma ter posição estável no mercado.

Conheça os benefícios do negócio próprio

Há várias razões pelas quais abrir o negócio autônomo é um ideal tão recorrente entre as pessoas.

Nos tópicos a seguir, vamos listar alguns benefícios muito importantes que vêm junto com esta decisão.

Continue acompanhando o texto e saiba as vantagens de investir sozinho no ramo da sua escolha. Como empresas de fabricação de equipamentos industriais ou mesmo outro segmento de interesse.

Mais autonomia

O empresário independente controla sua própria agenda e a maneira como organiza e executa suas tarefas diárias.

Ele é livre para definir seus planos e estratégias de lucro com o negócio. Não há superiores para consultar.

Ou seja, ele pode experimentar diferentes formas de administrar seu negócio e obter os melhores resultados a partir disso.

Já no caso da franquia, há padrões de atendimento e administração que precisam ser seguidos. Mas a vantagem do franchising, nesse caso, é que existe maior garantia de funcionamento dos processos para a obtenção de resultados. Além disso, é possível ter suporte quando a unidade precisar de ajustes.

Gestão de tempo

A flexibilidade de horário é um dos principais pontos citados pelos empresários autônomos. Em outras palavras, eles podem determinar quando e onde vão trabalhar.

Com os avanços da tecnologia, muitos gestores estão atuando remotamente, seja de casa ou de qualquer outro lugar.

Dessa forma, os empreendedores podem gerenciar o expediente da maneira que acharem melhor. Assim, podem passar mais tempo com a família ou até mesmo viajarem fora da alta temporada. 

Fazer o que gosta

Muitas vezes o negócio independente começa com um sonho alimentado por muito tempo.

Fazer o que se gosta pode trazer grande realização. Além disso, pagar as contas trabalhando com algo prazeroso é sempre atrativo. 

Mais chances de lucro

Todo mundo quer ganhar mais dinheiro. Possuir o próprio negócio pode ser o primeiro passo para alcançar essa oportunidade.

Trabalhando duro e investindo em uma boa ideia, o empreendedor pode conseguir muito sucesso profissional e ótimo retorno financeiro.

Dicas para escolher entre franquia ou negócio próprio

Agora que você já sabe mais sobre franquias e negócios novos, está na hora de conhecer que pontos levar em conta antes de optar pela franquia ou pelo negócio próprio.

Perfil do empreendedor

O mercado de franquias exige do empreendedor certas características para ser bem-sucedido. Para ser um franqueado, é necessário saber seguir normas e ter comprometimento.

Então, se você consegue seguir as regras e padrões operacionais, além de fazer uma gestão cooperativa, obter uma franquia pode ser um bom negócio

Além disso, se você não tem muita experiência em gestão, esse modelo acaba sendo a melhor opção. Isso já que você vai contar com suporte completo prestado pela franqueadora.

Por outro lado, se você combina mais com o perfil de empreendedor autônomo, administrar seu próprio negócio pode ser mais apropriado.

Analise as suas finanças 

É necessário fazer uma análise financeira antes de abrir um negócio. Ninguém desenvolve uma ideia se não tiver o capital pronto para colocá-la em prática.

Deste modo, é importante ter um plano de negócios e uma previsão do custo para começar a implementação. 

A franquia pode ser uma opção mais viável para quem tem pouco capital. Existem várias opções de franquias com preços acessíveis no mercado.  

Inclusive, a opção de home office é cada vez mais comum, e mais barata que uma loja física. Você pode escolher, por exemplo, trabalhar com peças e acessórios para geladeira Brastemp de casa, sem precisar abrir um estabelecimento ou alugar qualquer espaço.  

Adeque a ideia

Combinar a ideia de negócio ao modelo também é muito importante, seja ele uma franquia ou negócio próprio.

Se você é um empreendedor que criou uma ideia inovadora e não tem concorrentes no mercado, é mais indicado abrir uma empresa por conta própria.

No entanto, se o seu desejo é trabalhar com redes de fast food ou farmácia, por exemplo, ou algum tipo de produto que já apresenta um bom modelo de funcionamento, o sistema de franquias é o modelo mais adequado.

Portanto, a decisão por esses formatos deve levar em consideração o objetivo da sua ideia e as condições que existem para torná-la uma realidade.

Definir um novo rumo para a carreira nunca é fácil. Quem está tentando se inserir no mercado pela primeira vez também enfrenta dificuldades.

Conhecer o sistema de franquias e as características de um negócio próprio serve para trazer clareza a esse caminho.

São dois modelos repletos de oportunidades a serem aproveitadas, demandando apenas paciência e a análise adequada do que se espera do desenvolvimento do negócio.

Por isso, escolha aquele que mais tem a ver com as suas ambições. Então, comece a investir de acordo com a sua realidade, promovendo o seu sucesso!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje