O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Beleza e Estética » Franquia odontológica: como funciona e como investir?

Franquia odontológica: como funciona e como investir?

Sumário

O empreendedor que busca uma franquia odontológica, para investir precisa conhecer bem o mercado, assim como acontece em todo novo negócio. Aqui, separamos dicas práticas para você saber como abrir a sua empresa de forma estratégica.

O setor de Odonto está em ascensão, seguindo uma tendência de crescimento. De acordo com um relatório internacional, estima-se que o segmento alcance um faturamento anual de US$ 89 bilhões até o ano de 2030. Ou seja, um dado animador para quem deseja abrir uma franquia de clínica odontológica.

Mas a primeira lembrança quando se fala em dentista costuma ser as idas ao consultório e o som do motorzinho. Porém, não é mais bem assim. Isso porque, este mercado pode ser uma boa alternativa para investimento, mesmo para quem não é dentista.

Isso mesmo que você leu! Não precisa ser dentista para ter uma franquia de odontologia e vamos lhe ajudar a entender sobre isso. Continue a leitura!

Saiba como funciona uma franquia odontológica

Uma franquia odontológica funciona como qualquer outra, onde o franqueado adquire um modelo de negócio já pronto, com uma marca sólida e produtos ou serviços padrões.

No mercado Odontológico, o franqueado não necessariamente precisa ser dentista, como falamos anteriormente. No entanto, ele precisa ter uma noção empreendedora e de administração para cuidar da sua unidade.

Mas caso você seja dentista, poderá fazer os tratamentos odontológicos que serão disponibilizados em sua franquia de clínica odontológica. Vale lembrar que, por contrato, você deve seguir um padrão de atendimento estabelecido pela franqueadora.

Assim, na própria Circular de Oferta de Franquia (COF) estarão apresentados quais os produtos ou serviços que poderão ser disponibilizados. Portanto, você deve analisar esse importante documento antes de realizar a assinatura do Contrato de Franquia.

Já a franqueadora, em conjunto com você, poderá escolher a região para montar a sua unidade, com base em pesquisas de público e potenciais clientes.

Da mesma forma, se você não for dentista, mas tiver um perfil de administrador, e enxerga no mercado odontológico uma boa oportunidade, também pode investir em uma das franquias odontologia.

Assim, cada rede de clínicas tem um modelo de atendimento diferente. Por isso, você precisa conhecer bem o mercado antes de decidir em qual marca investir. Por exemplo, algumas franquias são voltadas para determinados tipos de tratamento, como: clareamento, implantes, ortodontia, entre outros.

Do mesmo modo, se você for dentista, pode buscar modelos mais enxutos, voltados para conseguir levar o negócio sozinho. Ou seja, sem gastos com funcionários.

Franquia odontológica ou clínica própria: em qual investir?

Esta é uma pergunta difícil de responder, pois existem diversos fatores que podem influenciar nesta decisão.

Se você tem um perfil menos dinâmico, pouca experiência de mercado e poucas habilidades para divulgar o negócio, pode ser bom começar por uma franquia odontológica.

Dessa forma, a franqueadora garantirá que você tenha um plano de negócio estratégico, suporte administrativo, jurídico, marketing etc.

Com este apoio, você tem uma segurança maior para desenvolver o negócio, além de maior possibilidade de conquistar os clientes. Afinal, a franquia odontologia vale a pena porque tem uma marca reconhecida no mercado já aprovada pelo consumidor.

Em outras palavras, com o marketing de uma grande marca, seu desenvolvimento de clientela pode ser maior, e também será possível contar com o auxílio e descontos para compras de materiais e equipamentos.

Em cidades maiores, onde a concorrência de clínicas odontológicas é maior, ter a marca de uma franquia como base pode impulsionar o novo negócio.

No entanto, se você quer liberdade de atuação e se dá bem com questões administrativas do dia a dia de um consultório odontológico, pode ser melhor optar pela clínica própria.

Da mesma forma, em cidades menores e com menos concorrência, a clínica própria pode ser o melhor investimento. Isso se for de acordo com o seu perfil empreendedor. Com tudo isso, cabe a você analisar o seu próprio perfil, suas qualidades e as oportunidades nas quais deseja investir.

Logo mais, entenda quais são as melhores opções de franquias do setor de Saúde para investir. Mas antes, descubra quanto custa franquias odontológicas.

Quanto custa uma franquia odontológica?

O custo para abrir uma franquia de dentista pode variar dependendo da marca, do tipo e do tamanho da clínica. Geralmente, é preciso investir bastante dinheiro para comprar os equipamentos necessários e garantir um bom lugar para trabalhar.

Por isso, é importante pensar sobre qual marca escolher para abrir a sua clínica odontológica. Desse modo, você precisa ter certeza de que se encaixa bem na franquia que escolhida.

Nesse sentido, você precisa conversar com a franqueadora, escolher o modelo de negócio que cabe no seu orçamento e ler a Circular para entender quanto precisará investir.

Melhores franquias de odontologia para empreender

Se você pensa em abrir um negócio na área de Odontologia, escolher a franquia certa é super importante. Não é segredo para ninguém que o setor de Saúde está sempre em crescimento. Então, investir em uma franquia pode ser uma boa ideia.

Ao escolher uma das opções de franquias de sucesso, como falamos acima, você não só tem o apoio da marca já conhecida, mas também um modelo de negócio que já deu certo. Só que com tantas alternativas por aí, é preciso escolher com cuidado.

Mas não se preocupe! As melhores franquias odontológicas não só dão um bom lucro, mas também oferecem treinamento e suporte completo. E é importante considerar pontos como: quanto você precisa investir inicialmente e as taxas que terá que pagar.

Por isso, pesquise bem suas opções e veja qual combina mais com você e com seus objetivos. Assim, você aumenta suas chances de sucesso. Agora, confira a lista que preparamos. Acompanhe!

[raio_x_esf]

Qual a melhor franquia odontológica para abrir?

Você pode iniciar com a análise do modelo do negócio. Ou seja, entenda se a franquia se ajusta ao seu perfil e aos resultados que você espera.

Da mesma forma, a região para abrir a sua unidade pode influenciar na escolha de determinada marca, por exemplo, se você vai optar por modelos de negócios mais enxutos ou mais robustos.

Uma atitude importante é avaliar a reputação da franqueadora, seja frente aos clientes ou aos colaboradores e outros franqueados.

O bom é que na própria COF é possível ver os contados dos franqueados atuais e ex-franqueados da rede. Então, ao entrar em contato com eles, você pode ter uma boa ideia de como é o suporte da franquia para suas unidades.

Assim, se a franqueadora cumprir bem com os termos de contrato, com um suporte de qualidade, o você pode embasar melhor a sua decisão. Por outro lado, se os cuidados da franqueadora com os franqueados deixar a desejar, isso pode fazer diferença na sua escolha.

Se considerar o que explicamos, fica mais fácil escolher qual a melhor franquia odontológica para investir, pois você aprendeu que se deve levar em conta diversos fatores.

No entanto, não seja negligente na busca por informações detalhadas de uma franquia, tendo em vista o investimento necessário para abrir a sua unidade.

Vantagens de investir em uma franquia

Já passamos neste conteúdo por algumas das vantagens de se abrir uma franquia odontológica, como o suporte dado pela franqueadora, bem como a força da marca na captação de clientes.

Estas vantagens se estendem a todos os tipos de franquias, porque auxiliam no bom desenvolvimento do negócio, bem como ajudam os empreendedores menos experientes.

Da mesma forma, o modelo de franchising já apresenta ao empreendedor produtos ou serviços testados e aprovados pelos clientes. Com isso, você tem uma segurança maior no novo negócio.

Como falamos, o suporte de marketing é fundamental, tendo em vista a importância deste trabalho na divulgação do negócio.

Por outro lado, nem sempre o empreendedor tem habilidades para lidar com a propaganda do próprio negócio, principalmente pelos canais mais modernos, como as redes sociais. Assim, o apoio da franqueadora nesta etapa torna a divulgação mais eficiente.

Além disso, a franqueadora apresenta um plano de negócio que vai orientar você durante o tempo de contrato. Assim, você tem uma boa ideia dos gastos que terá ao longo do tempo e pode evitar surpresas na administração.

Em algumas franquias, sejam elas de odontologia ou outros mercados, os franqueados podem contar com uma linha de financiamento para investir na unidade. E isso pode ser de grande ajuda para modelos de negócios mais caros.

Abrir franquia odontológica é mesmo a melhor opção para você?

Para responder a essa pergunta, você precisa se conhecer bem para ver se o seu perfil empreendedor combina com este modelo de negócio.

Dessa forma, saiba que você deve ter algumas características, por exemplo, ser uma pessoa organizada para dar conta da administração do novo negócio. Do mesmo modo, é preciso ser uma pessoa proativa, dinâmica, com facilidade para lidar com clientes e colaboradores.

Entenda que todo empreendedor precisa ser uma pessoa flexível para lidar com os diversos problemas que aparecem ao longo desta jornada. Assim, você terá maior facilidade para buscar soluções rápidas e eficientes.

Isso é discutido no curso chamado Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode assistir online ao clicar aqui. Elas explicam em detalhes como começar a investir em uma franquia de sucesso.

Como vimos aqui, o investimento em uma franquia de odontologia pode ser uma boa opção para investir e você não precisa ser dentista para ter o seu próprio negócio no ramo.

Agora que está por dentro do assunto, entre em contato com a franqueadora do seu interesse, seja do setor de Saúde ou de outros mercados. Afinal, chegou o momento para você empreender e lucrar com o seu negócio.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje