O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Segmento: Alimentação » Quanto custa uma franquia Kopenhagen? Preço, faturamento, como abrir

Quanto custa uma franquia Kopenhagen? Preço, faturamento, como abrir

Sumário

Quer conhecer mais sobre a franquia Kopenhagen? Neste post, você encontra várias informações sobre a marca e seus modelos de negócio.

Mas antes, você precisa saber que o consumo de chocolate no Brasil aumentou e esse pode ser um bom indicador para quem quer empreender e lucrar nesse mercado. Em 2023, segundo dados, a produção de chocolates aumentou 6%, e o consumo por pessoa subiu para 3,9 kg.

A franquia Kopenhagen nasceu em São Paulo, na década de 1920, pelas mãos de um casal de imigrantes da Letônia. Após abrir uma loja própria e ter sucesso com os produtos, a marca inaugurou sua fábrica em 1943.

Já atualmente, com mais de 672 unidades em operação, a empresa trabalha com um catálogo vasto de chocolates. Existem várias opções de produtos, desde chocolates clássicos, o língua de gato, presentes e mais. Continue a leitura!

Os modelos da franquia Kopenhagen

O modelo Loja é o mais completo da franquia Kopenhagen, contando com todos os produtos disponíveis no catálogo. Foi o primeiro formato adotado pela marca e segue como um grande atrativo para os empreendedores.

Ideal para ruas, shoppings, galerias e aeroportos, ele exige um espaço mínimo de 40 metros quadrados para oferecer comodidade no dia a dia aos clientes. Dessa forma, é preciso investir em projeto arquitetônico e estrutura para acomodar a operação.

O valor do investimento inicial traz uma projeção dos custos de reformas, móveis, equipamentos etc. Logo, não inclui capital de giro nem o estoque inicial, que deve ser adquiridos antes da inauguração da loja.

Já o Quiosque é o modelo mais novo da franquia Kopenhagen. Ele é voltado para ruas, shoppings e galerias. Assim, esta é uma operação um pouco mais enxuta, atrativa para pessoas que estejam apenas de passagem. Este modelo tem caído nas graças dos empreendedores por sua facilidade de implantação e por chamar a atenção do público.

Qual o valor da franquia da Kopenhagen?

Quando se trata da franquia Kopenhagen, o preço varia de acordo com o modelo escolhido. No modelo Loja, o investimento inicial é a partir de R$ 400 mil.

Já para o Quiosque, o valor é a partir de R$ 180 mil. Como dito, essas cifras contemplam não apenas a taxa de franquia, mas também os custos de estruturação do negócio.

Portanto, ao considerar investir em uma franquia Kopenhagen, o valor é importante. Então, avalie cuidadosamente o modelo de negócio que melhor se adapta às suas necessidades e recursos disponíveis.

Qual o lucro da franquia Kopenhagen?

Segundo informações da própria franqueadora, uma unidade da franquia Kopenhagen pode ter um faturamento anual a partir de R$ 1 milhão para Quiosque e a partir de R$ 1,5 milhão para a Loja. Ou seja, o ganho depende do modelo de negócio escolhido.

Porém, é importante diferenciar o faturamento do lucro. O faturamento é o dinheiro total que uma empresa ganha com a venda de seus produtos ou serviços.

Já o lucro é o que sobra desse dinheiro depois que todas as despesas, como custos de produção e impostos, são pagas. Enquanto o faturamento mostra quanto dinheiro entrou, o lucro mostra quanto dinheiro a empresa realmente ganhou.

Por exemplo, uma empresa pode ter um faturamento alto, mas se tiver muitos custos, seu lucro pode ser baixo. Assim, o lucro é uma medida importante para entender quão bem uma empresa está realmente indo.

Como citado, a Kopenhagen revela o faturamento das unidades, mas para conhecer o lucro é preciso considerar a rentabilidade da marca. Sobre a rentabilidade, você pode esperar um percentual que varia de 10% a 15%. Ou seja, esse será o ganho do seu negócio sobre o faturamento adquirido no mês.

De qualquer forma, é relevante destacar que a franquia Kopenhagen está inserida no setor de Alimentação, um dos mais fortes do franchising. Em 2023, segundo os dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), esse segmento faturou R$ 46,9 bilhões, o que indica que é um ramo promissor para investimentos.

Perfil do franqueado Kopenhagen

A franquia de chocolate Kopenhagen procura por investidores que tenham um perfil empreendedor e que tenham disponibilidade de tempo para se dedicar ao negócio. Inclusive, se identificar com o ramo de chocolates é outro diferencial que pode ser bastante positivo.

Mas, ao mesmo tempo, não podemos nos esquecer que, como franqueado, você será o responsável por guiar a unidade. Com isso, é importante ter habilidade para administrar e lidar com a parte financeira e operacional.

Claro, para liderar uma equipe, é preciso também ser uma pessoa comunicativa, que saiba organizar e motivar seus funcionários. Além disso, como franqueado você terá contato com os clientes. Então, ter habilidades comerciais será algo útil.

Como abrir uma franquia Kopenhagen?

Abrir uma unidade da franquia Kopenhagen vale a pena e você precisará passar por todo um processo. Desse modo, o primeiro passo é o cadastro no site da marca.

Com isso, você irá enviar algumas informações iniciais para que a rede saiba do seu interesse. Em seguida, um representante marcará uma reunião e, assim, vocês poderão se conhecer.

Nesse momento, aproveite para tirar todas as suas dúvidas sobre a franquia. Na sequência, o seu perfil passará por uma avaliação na empresa.

Se tudo estiver de acordo com o esperado, será o momento de resolver questões de documentação. Por isso, você receberá a Circular de Oferta de Franquia (COF) com todas as informações sobre o negócio.

Após analisar a COF, você receberá o contrato de franquia para assinar. Só então começará o período de treinamento. Por fim, será só se programar para a inauguração da sua nova unidade!

Outras franquias de alimentação para abrir

Explorar diferentes opções de franquias no setor de Alimentação pode ser um caminho interessante para quem deseja empreender. Existem diversas oportunidades além do crescente nicho de chocolate com a franquia Kopenhagen ou Cacau Show.

Cada marca que trouxemos aqui tem seu potencial de lucro, desde redes de fast food até cafeterias e sorveterias. O mercado oferece uma variedade de opções para você empreender com franquias mais baratas ou caras.

O mais importante ao considerar abrir uma franquia de alimentação é analisar o mercado, os custos envolvidos e o suporte oferecido pela franqueadora. Confira!

Como escolher a melhor franquia para abrir?

Escolher a franquia certa requer análise cuidadosa. Por isso, o primeiro passo é começar entendendo seus interesses e recursos disponíveis.

Depois, pesquise o mercado para encontrar oportunidades promissoras. Considere o suporte da franqueadora e converse com outros franqueados. Então, avalie os custos e potencial de retorno. Assim, você estará preparado para tomar a melhor decisão.

Inclusive, tudo isso é discutido no curso Guia Para Iniciantes em Franquias. As aulas estão disponíveis online. Você pode assistir ao clicar aqui para aprender como investir em uma franquia, de forma detalhada.

Ao longo do conteúdo, você pôde aprender sobre como abrir uma franquia Kopenhagen. Ainda, conferiu dicas sobre o mercado e opções de marcas do setor de Alimentação para empreender. Agora que está por dentro do assunto, escolha o negócio que combina com o seu perfil empreendedor e invista.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje