O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Vale a pena franquear meu negócio? Como saber a melhor hora?

Acesse uma parte específica do artigo

Vista superior de pessoas reunidas em torno de mesa redonda branca e trabalhando no notebook. Ilustração do texto sobre franquear meu negócio.

Vale a pena franquear meu negócio? Como saber a melhor hora?

Muitos empresários ainda têm dúvida sobre qual o melhor momento para expandir e ficam se perguntando: quando franquear meu negócio? Aqui, preparamos o texto a seguir, para lhe ajudar a encontrar o melhor momento de se transformar numa franquia.

Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2023, o setor de franquias faturou R$ 240,6 bilhões. Dessa forma, embarcar nesse mercado em crescimento pode ser promissor para você investir e ganhar dinheiro.

Ou seja, apostar em franquia pode ser uma das melhores soluções para quem deseja ampliar o mercado da sua empresa. O problema é que alguns empreendedores acabam decidindo fazer essa mudança muito cedo e sem planejamento.

Advertisement
Advertisement

Como resultado, as chances de sucesso ficam reduzidas. Por isso, aprenda nesse conteúdo quais são os processos estratégicos necessários para viabilizar o negócio. Continue a leitura!

As vantagens de franquear um negócio

Transformar seu empreendimento em uma franquia oferece inúmeras vantagens estratégicas. A escalabilidade do negócio é notável, pois permite uma expansão mais rápida e eficaz. Além disso, ao adotar o modelo de franquia, a captação de recursos para novas unidades torna-se mais acessível e impulsiona o crescimento.

Dessa forma, ao franquear, a marca ganha presença em diferentes regiões, aumenta sua visibilidade e consolida sua posição no mercado. Já a padronização dos processos assegura a consistência da qualidade, fortalece a identidade da marca e construindo a confiança dos consumidores.

Outro benefício cé a diminuição dos riscos associados à abertura de novos negócios. Isso porque, o franqueados ao seguir um modelo já testado e comprovado, enfrenta menos incertezas.

Por fim, essa parceria proporciona não apenas expansão, mas também fortalecimento da marca e estabilidade financeira.

Quando o franqueamento não é indicado?

Não é indicado para empreendimentos que carecem de sistemas operacionais consolidados e padronização. Isso porque, pode comprometer a qualidade e consistência da empresa. Assim, desfavorecer a marca.

Negócios inovadores ou altamente personalizados, que demandam flexibilidade extrema, podem não se alinhar efetivamente ao formato de franquia.

Então, avaliar cuidadosamente a maturidade do negócio e sua adaptabilidade ao modelo de franquias é indispensável para evitar contratempos e preservar a integridade da marca.

Logo mais, entenda se vale a pena contratar consultoria para formatar a sua franquia. Mas antes, descubra qual a melhor hora para franquear seu negócio.

Qual é a melhor hora de franquear meu negócio?

Quando você se questiona sobre o melhor momento para franquear seu negócio, é sinal de que consegue enxergar a possibilidade e que seu empreendimento tem ido bem. Mas como ter certeza de que é o momento?

Inicialmente, você deve considerar como estão as suas métricas de venda. Estão de acordo e mostram um relativo sucesso?

Analisar essa informação é muito importante, pois dificilmente você conseguirá atingir o resultado esperado se não tiver uma boa margem de lucro.

Mas alinhado a isso, é muito importante descobrir como as pessoas estão lidando com o seu produto ou serviço. Isso porque, gostam do que você oferece? Se sentem confortáveis para continuar comprando de você? Como o mercado tem recebido o seu trabalho?

São diversas questões que vão lhe ajudar a ter uma ideia mais clara se esse é o melhor momento para iniciar uma franquia ou não.

No passo seguinte, busque entender pontos internos do seu negócio. Uma coisa é você cuidar de apenas uma loja, outra é se tornar responsável por várias.

Mesmo que você não seja responsável pela gestão das unidades franqueadas, será sua obrigação oferecer as melhores condições possíveis para os empresários.

Essa nova etapa do seu negócio exige um cuidado extremo sobre as capacidades de tornar isso realidade ou não. Por mais atrativo que seja adotar a estratégia do franchising, todo cuidado é pouco. Por isso, até, é necessário fazer uma série de análises para identificar a viabilidade ou não do projeto. Veja a seguir.

9 passos para franquear uma empresa com sucesso

Agora que você sabe como avaliar o melhor momento para franquear seu negócio, chegou a hora de descobrir as etapas necessárias para tirar esse projeto do papel. São pontos que vão direcionar onde você precisa melhorar para conseguir ter uma rede de franquias realmente forte. 

Graças a esse estudo, os riscos de eventuais falhas se tornarão bem menores. Separamos um vídeo para explicar em detalhes o passo a passo. Acompanhe e depois continue a leitura!

1. Análise de franqueabilidade

Primeiramente, para tornar seu negócio uma franquia, você deve fazer uma análise de franqueabilidade. Esse levantamento vai apresentar algumas questões importantes sobre a estrutura do seu negócio.

Ainda, a viabilidade de se tornar uma franquia. Questões financeiras, estruturais, percepção de produto ou serviço etc.

Já nessa primeira etapa, a sua empresa pode ser considerada uma marca sem franqueabilidade. Porém, isso não significa que as coisas estão perdidas.

Até porque, o estudo apontará os gargalos que prejudicam o seu modelo de negócio e cabe a você fazer as correções. Depois, é só refazer a análise e avaliar mais uma vez a possibilidade. 

2. Análise da situação legal do negócio

Você precisa fazer um estudo sobre a situação legal do seu empreendimento. Ou seja, entender se existe algum ponto pendente com a justiça, se todos os impostos estão pagos etc.

Neste estudo, será possível identificar se existe alguma falha de gestão que pode prejudicar a sua rede no futuro. Para se ter uma ideia, é preciso apresentar essas informações aos franqueados.

Dessa forma, caso encontre algo pendente para regularizar a sua empresa, agilize e resolva antes de iniciar o processo para se tornar uma franqueadora. 

3. Ajustes para rentabilidade do franqueado

Todo negócio, na hora de se transformar em uma franquia, precisa encontrar uma maneira para que a unidade ofereça boa rentabilidade aos franqueados.

Para isso, é importante pensar em como a sua empresa irá se transformar para chegar a uma porcentagem realmente atrativa para eles. 

Esse levantamento é feito por meio de uma análise detalhada dos valores praticados pela empresa. Assim, é possível chegar a uma estratégia financeira que seja boa também para você, como franqueador. 

4. Plano de expansão da rede

Chegou o momento de montar o seu plano de negócio para expansão da rede. Então, cabe ao empresário, com base nos seus objetivos e nos resultados adquiridos em todas as análises até aqui, descobrir o melhor caminho. Assim, pode-se chegar ao sucesso que se espera. Para isso, é preciso:

  • Ter uma visão geral do seu mercado, para identificar as boas oportunidades de negócio que existem;
  • Desenvolver uma estratégia para captar leads, seja por meio de site, portais especializados, redes sociais, canal no YouTube etc;
  • Pensar nos treinamentos e no suporte. 

5. Definição dos documentos legais

Outro ponto muito importante para quem se pergunta se está no momento de franquear meu negócio, é montar os documentos legais. Primeiramente, você precisa montar o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE).

Em seguida, desenvolva a Circular de Oferta de Franquia (COF). Nesse documento, constam informações como o histórico da marca, as regras, obrigações de ambas as partes, valores, taxas e outras.

Para se ter uma ideia da importância da COF, deve ser entregue ao candidato pelo menos dez dias antes da assinatura do contrato de franquia. Este é outro documento que você deve preparar e apresentar para os futuros franqueados.

6. Padronização dos processos e manuais

Nos aproximando do final das etapas, chegou o momento de você montar todos os processos da sua empresa e colocá-los em manuais. Aqui, você deve considerar o tratamento com os clientes, como o seu serviço é feito ou o tipo de produto ofertado, os detalhes relacionados ao marketing e outros pontos que considerar importantes. 

O objetivo dessa etapa é facilitar o entendimento do franqueado com relação aos processos da empresa. Aliás, pensando nesse aspecto, também deverão ser oferecidos treinamentos. Tudo isso visando a padronização da rede. 

7. Definição dos treinamentos

Os treinamentos são parte fundamental para o sucesso de uma rede de franquias. Assim, no momento de montar suas estratégias como franqueador, pense nos tipos de atividades e como serão oferecidas. Há empresas que contam com estrutura de capacitação totalmente virtual, outras presenciais ou até mesclando as duas opções.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia.

8. Marketing para expansão

O próximo passo é pensar a estratégia de marketing para expandir a sua rede. Então, busque encontrar estratégias que sejam mais condizentes com a identidade da marca.

Em outras palavras, o perfil do empresário que você procura para a sua rede usa mais as redes sociais? Ou prefere portais sobre empresas? Faça esse levantamento. Além disso, pense em soluções para reter seus leads.

De nada adianta um bom processo de divulgação, se não há um trabalho de qualidade para manter os empreendedores interessados e convencê-los a adquirir uma franquia. 

9. Venda das franquias

Monte um bom time de representantes comerciais e estabeleça metas. Apresente o tipo de perfil que mais combina com o seu negócio, dê dicas sobre o relacionamento que a empresa preza com os clientes etc. 

Uma dica importante, e que pode facilitar muito a venda das franquias, é participar de feiras para empreendedores. Esses eventos podem trazer uma série de novos franqueados e alavancar a sua estratégia de expansão. 

Vale a pena contratar consultoria para formatar franquia?

Vale a pena contratar uma consultoria para auxiliar no processo de formatação de franquia e pode fazer toda a diferença. Com esse tipo de ajuda, torna-se necessário apenas apresentar os dados solicitados. Depois, é só aguardar a análise de franqueabilidade do seu negócio.

Além disso, as consultorias vão atrás da melhor estratégia para o seu empreendimento com base nos seus objetivos.

Por exemplo, a Formatação de Franquia, um serviço oferecido pela Encontre Sua Franquia, uma holding com mais de 13 anos de experiência, é possível transformar sua marca em uma rede de sucesso e ampliar para várias unidades.

A consultoria abrange todas as fases do processo, começando por uma análise detalhada de sua empresa para identificar áreas de melhoria. Em seguida, é elaborado um modelo de negócio replicável e lucrativo.

Dessa maneira, você recebe orientações essenciais na criação de documentos legais, como manuais, a COF e contratos. Isso simplifica significativamente a expansão de seu empreendimento. Conte com essa solução para impulsionar o crescimento do seu negócio!

Ao longo do texto, você pôde conhecer um pouco mais sobre as vantagens de transformar seu negócio numa rede de franquias com a resposta da pergunta: como franquear meu negócio?

Além disso, conheceu os processos necessários para conseguir expandir sua operação com tranquilidade e sucesso. Principalmente se estiver ao lado de uma consultoria especializada em franchising. Agora que está por dentro do assunto, é o momento de colocar a mão na massa e ganhar dinheiro.

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje