Destaques ★Franchising

Fornecedores no franchising: entenda como eles ajudam as franquias

Pequeno carrinho de supermercado sobre um computador e com algumas caixas dentro. Imagem ilustrativa texto fornecedores franchising

Os fornecedores no franchising exercem uma função fundamental no desenvolvimento de qualquer negócio. Você sabe como eles podem atuar para favorecer esse movimento?

Quando pensamos em franquias, muitas pessoas ficam em dúvida sobre a relação dos franqueados com os fornecedores. Afinal, esse é um processo que precisa ser seguido à risca, ou os empreendedores têm total liberdade de escolha?

Bom, isso depende. Em alguns casos, é obrigatório seguir as orientações da franqueadora. Já para outros, apenas são feitas sugestões. Mas é nesse ponto que os questionamentos começam.

Advertisement

Por isso, preparamos o texto a seguir para explicar como funciona o processo de homologação, vantagens e quais obrigações envolvem os fornecedores e as franquias. Acompanhe a leitura!

Como funciona a homologação de fornecedores da franquia?

Os fornecedores no franchising, assim como em outro modelo de negócio, são pessoas jurídicas que abastecem uma determinada empresa. Eles são responsáveis por oferecer não só produtos, insumos ou matéria-prima, mas também serviços.

Nesse caso, podemos colocar advogados, contadores, TI, logística, consultores, entre outros profissionais. No caso das franquias, esse tipo de apoio precisa passar por uma análise.

Mas antes vamos relembrar como funcionam as franquias. Essa é uma estratégia utilizada por alguns empresários com o intuito de acelerar a sua expansão por uma determinada cidade, estado ou país.

Dessa forma, ele cria um modelo de negócio simples e, portanto, de fácil execução por qualquer pessoa. Assim, quando um empresário se apresenta como futuro franqueado, a marca concede o direito comercial para explorar seus serviços e produtos.

Porém, é necessário seguir algumas regras para que essa estratégia possa funcionar da melhor maneira possível. Entre elas estão a compra de materiais, insumos, etc., de fornecedores homologados.

Ou seja, empresas reconhecidas pela marca por sua qualidade de entrega. Dessa forma, o franqueado só pode comercializar produtos dos fornecedores listados nos manuais da franquia.

Para esclarecer um pouco mais como as franquias trabalham, suas vantagens e os benefícios para o empreendedor, separamos o vídeo a seguir. Confira agora mesmo!

Vantagens de ter fornecedores no franchising

Existem diversos pontos que facilitam o desenvolvimento da sua unidade ao adotar um fornecedor.

Não é apenas uma questão de qualidade, mas também logística de abastecimento, pois isso evita que as unidades fiquem com o estoque vazio e você com problemas para atender seus clientes.

Afinal, não há nada pior para uma empresa do que perder venda devido a um estoque mal organizado ou uma entrega atrasada.

Apesar de não atuarem nesse processo de organização, os fornecedores conseguem trabalhar com prazos mais condizentes tendo em vista a necessidade do negócio.

Manutenção da qualificação técnica

Um dos maiores desafio das franqueadoras na hora de fechar com um bom fornecedor é encontrar empresas que trabalhem dentro das exigências de qualificação técnica.

Sem uma boa análise, você corre o risco de contratar empresas incapazes de atender a demanda e, assim, levar ao descumprimento do acordo firmado. E isso geraria prejuízos incalculáveis para a empresa.

Dentro desse aspecto, a marca está sempre de olho nos fornecedores que conseguem atender suas demandas. Para isso são feitos estudos e análises para entender quais são as necessidades do negócio.

Inclusive, durante o estudo de franqueabilidade, o relatório com todas as demandas da empresa precisa ser apresentado. Em seguida, basta juntar com os documentos de Qualificação Técnica dos fornecedores.

Esse material é responsável por comprovar que uma determinada empresa consegue executar o serviço solicitado, tendo experiência na área, aptidão, profissionais qualificados etc. É um relatório muito comum em processos de licitação.

Cuidado no meio de entrega dos produtos

Outra vantagem dos fornecedores no franchising está no cuidado com a entrega dos produtos, mantendo-os sempre em bom estado.

Mas para isso, caberá à franqueadora analisar quais meios são usados para a realização do serviço e os detalhes relacionados.

Por exemplo, no caso de uma empresa que trabalha no segmento alimentício, na hora de fazer a distribuição dos produtos ou insumos para uma determinada unidade, ela precisa garantir a conservação dos mesmos.

No caso de carnes, é necessário uma temperatura mínima. Já os grãos precisam de cuidados completamente diferentes. Verduras e legumes precisam de um ambiente específico etc.

Todos esses pontos precisam ficar bem esclarecidos para que não ocorra nenhum erro na hora de o alimento chegar ao consumidor final.

Cada segmento tem suas especificidades. Caberá à franqueadora fazer um estudo com base na qualificação técnica, prazos de entrega e valores para definir qual é a melhor.

Conhecimento da franquia pelos fornecedores de serviços

Vemos vários pequenos blocos de madeira com um símbolo de loja interconectados por linhas brancas. Em uma ponta, temos um único bloco em vermelho, representando a loja principal (imagem ilustrativa).
Com o tempo, a ligação entre franqueadores e fornecedores se torna mais forte.

Com o passar do tempo, e os anos de experiência, os fornecedores passam a conhecer os padrões de uma determinada marca. Dessa forma, o trabalho vai se tornando cada vez mais redondo.

Lembre-se que durante todo esse período você esteve atrás das melhores parcerias, atuou para que tivesse ao seu lado apenas aqueles fornecedores que atendem as suas necessidade.

No final, as negociações se tornam simples e práticas. Um conhece o outro e sabe o que é necessário para executar o trabalho etc.

No caso dos prestadores de serviço, isso se torna ainda mais evidente, como no caso de advogados, consultores, TI e outros.

Eles conhecem bem os padrões da empresa, o que precisa ser feito, como resolver um problema. Assim, é possível desenvolver um trabalho prático tanto para a marca, quanto para os franqueados.

O franqueado é obrigado a trabalhar com fornecedores indicados pela franqueadora?

Como vimos, as franquias precisam ter uma padronização para que possam ter sucesso ao longo da sua caminhada. Entre esses padrões estão os fornecedores da franqueadora.

Porém, caso queira contratar advogados, um contador ou outra prestadora de serviço, a escolha fica por conta do franqueado. Mesmo com uma lista à disposição, ela é apenas uma sugestão.

Contudo, todos devem seguir as recomendações previstas nos documentos legais da marca, tais como a Circular de Oferta de Franquia (COF) e o contrato.

Ao longo do conteúdo, você pôde conhecer um pouco mais sobre como funcionam os fornecedores no franchising e suas vantagens e de que forma essas parcerias podem ajudar a impulsionar uma empresa.

Gostou do nosso conteúdo e deseja aprender um pouco mais sobre o universo das franquias? Então, continue com a gente e explore o portal Top Franquias.

Franquias em tempos de pandemia: vale a pena abrir?

Artigo anterior

Como aplicar o marketing digital em franquias — e conquistar franqueados

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.