Destaques ★Formate sua franquia!

Como formatar uma franquia? Quais as vantagens desse processo?

Montagem em tom azulado com a sinueta de vários empresários, prédios comerciais e um globo terrestre no centro. Imagem ilustrativa texto formatar uma franquia

O que não falta são empresas querendo expandir sua atuação, mas que não sabem a melhor maneira de fazer isso. Formatar uma franquia é a solução mais eficiente? Vale a pena?

Grandes marcas mundialmente famosas estão, desde a década de 1960, apostando nas franquias para conseguir expandir suas atuações. Você certamente consegue listar com facilidade 10 empresas que usam esse modelo de negócio.

O formato é tão bem visto que, atualmente, existem mais de 2,6 mil redes de franquias registradas pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Não importa o tamanho ou os anos de experiência, com um bom estudo de viabilidade é possível apostar nesse caminho.

Nesse sentido, nós preparamos o texto a seguir para que você entenda como é o processo de formatação de franquia e as vantagens de ser um franqueador. Acompanhe a leitura!

Vale a pena transformar meu negócio em uma franquia?

Muitos empresários sonham em ganhar novos ares, mas ainda não conseguem determinar se formatar uma franquia é algo que realmente vale a pena. A princípio, precisamos destacar que esse processo exige uma reestruturação interna da sua empresa, com a criação de novos departamentos.

Como uma equipe de suporte e marketing para cuidar dos seus franqueados. Mesmo que isso pareça ser um investimento alto, é justamente o contrário. Os gastos para se tornar um franqueador são bem menores se comparado ao processo de expansão por meio de unidades próprias.

Isso acontece, pois não será preciso pensar no capital para alugar um imóvel, comprar equipamentos, fazer reformas, criar os layouts, passar por todo o processo de abertura de uma loja etc. No caso das franquias, não importa se a nova unidade será na sua cidade ou do outro lado do mundo!

Além disso, todas as despesas citadas acima serão de responsabilidade do franqueado. Eles precisam ainda seguir as padronizações que você traçou ao elaborar a Circular de Oferta de Franquia (COF) e o contrato de franquia.

Como resultado dessa estratégia, a tendência é que sua marca ganhe vantagens competitivas no mercado. Afinal, estamos falando de ganhos em escala. Pois no franchise as compras são cooperadas, ou seja, sendo em grande escala, os gastos são bem menores e o produto ou serviço ganha mais espaço.

Ainda precisamos falar da rapidez que é o crescimento por meio das franquias, com suas campanhas de marketing mais práticas e efetiva. Além disso, a estabilidade jurídica oferecida pela Lei de Franquias garante a segurança das tratativas.

Entenda como funciona o sistema de franchising

Vemos alguns quadradinhos em madeira com desenhos de franquias representando o franchising (imagem ilustrativa). Texto: formatar uma franquia.
As franquias permitem que uma empresa possa expandir sua operação com mais facilidade.

As franquias têm um funcionamento muito simples em comparação com outros formatos. Estamos falando do sistema mais seguro do país, como mostra o Sebrae. A taxa de mortalidade das unidades franqueadas é cinco vezes menor que um empreendimento iniciado do zero, de acordo com a entidade.

Resumidamente, o modelo se baseia numa cópia autorizada de uma marca. Para que possa funcionar, a empresa permite que um empresário terceiro explore comercialmente seus produtos e serviços. Contudo, o sucesso dessa estratégia está ligada à padronização dos processos.

Será graças a essas ações que você terá a certeza de que a cultura e a missão da sua marca estarão sempre alinhadas. Mas as obrigações não ficam limitadas apenas aos franqueados. A empresa também precisa seguir algumas regras para garantir a transferência total do seu know-how.

O suporte e os treinamentos são formas previstas por lei para compartilhar esse conhecimento. Em suma, podemos dizer que é uma via de mão dupla, em que ambas as partes dependem uma da outra para conseguir crescer. Por fim, existe um aspecto em que a marca não tem poder sobre o franqueado.

Todas as questões gerenciais e administrativas da unidade são de responsabilidade do empreendedor. Por causa disso, as franquias são conhecidas como negócios “semi-independentes”.

Responsabilidades que você terá como franqueador da marca

Existem algumas responsabilidades na hora de formatar uma franquia. Mesmo com a facilidade que o modelo oferece, é preciso levar em consideração alguns processos.

Inicialmente, é preciso considerar os fornecedores da sua marca. Como os franqueados não podem buscar outros parceiros senão aqueles autorizados por você, será vital garantir a regularidade e segurança na entrega dos suprimentos.

Além disso, a publicidade também é de sua responsabilidade. O único trabalho do franqueado deve ser a gestão da unidade e nada mais. Assim, todas as preocupações, estratégias e caminhos que o marketing deve seguir são traçados pela sua marca. Não à toa, existe a possibilidade de um fundo de publicidade.

Importante destacar que, ao optar por não fazer a cobrança, isso não exime você de cuidar da divulgação da marca. Inclusive, caso algum franqueado crie uma campanha por conta própria, você tem a liberdade de colocar no contrato como uma cláusula de rescisão.

Por fim, não podemos deixar de falar dos treinamentos para compartilhar todas as informações sobre o negócio com o empreendedor. Essas ações podem ser feitas a distância e/ou presencialmente.

Elas devem estar disponibilizadas a qualquer momento para o franqueado consultar, em caso de dúvidas. Sendo assim, será vital ter uma uma equipe de suporte especializada para atender todas as demandas da rede.

Está na hora de tornar a empresa uma franquia?

Vemos um homem em seu escritório. É noite. Com semblante concentrado, ele está digitando algo em seu computador de mesa.
Você precisa avaliar algumas questões antes de tomar a decisão final.

O caminho para formatar uma franquia começa quando você identifica se realmente vale a pena para o seu negócio assumir essa estratégia. Sendo assim, é necessário pensar em sua decisão com cuidado, pois às vezes o seu negócio ainda não está pronto. Mas como avaliar isso?

Avalie a sua demanda

A primeira coisa que aconselhamos você a avaliar é a sua demanda. Você está tendo um bom faturamento no final do mês? Está conseguindo atender todos seus clientes? Será mais viável aumentar a sua loja própria ou abrir outra unidades?

Essa análise precisa ser bem aprofundada para que você tenha a certeza de está tomando a decisão correta. Essa cautela é importante em qualquer processo de expansão, seja por meio das franquias ou não.

Lembre-se que tudo isso envolve investimentos e uma estratégia para reaver esse capital no futuro, caso contrário pode ser fatal para a sua empresa.

Diferencial do seu produto ou serviço

Em seguida, outro ponto que você deve avaliar é com relação ao seu produto e serviço. Ele é realmente algo diferenciado no mercado? É algo que só tem potencial na sua região ou pode ser levado para outras localidades? O que você faz de diferente dos seus concorrentes? O que eles tem de melhor que você?

O estudo de mercado é essencial para a sua expansão. Afinal, a cultura dos consumidores muda independentemente de onde você estiver. De um bairro para o outro já é possível ver diferenças, agora imagine cidades, estados e países diferentes?

De acordo com uma pesquisa realizada pela Reclame Aqui, cerca de 60% dos brasileiros são fiéis a uma marca e ainda influenciam seus familiares e amigos. Mesmo que você seja novo para eles, sem um diferencial, seja no atendimento ou em sua metodologia, será difícil avançar.

Faça a analise de franqueabilidade

Após fazer todo o levantamento, chegou o momento de identificar se o seu negócio é realmente franqueável ou não. Nesse caso, serão avaliados uma série de fatores como a estrutura da sua empresa e a sua capacidade de investir em melhorias. Também é levando em consideração o seu posicionamento no mercado.

Outro ponto que precisa ser estudado nesse momento é com relação ao modelo financeiro e fonte de receita da sua marca, e como isso será aplicado para os franqueados. Ou seja, a margem de lucro, despesas médias de operação e a previsão de rentabilidade. Quais as taxas serão cobradas também deve ser levado em consideração.

Por fim, faça um levantamento sobre a capacidade da sua empresa fazer o compartilhamento do conhecimento para outras pessoas. Essa é uma parte fundamental para o sucesso de uma rede.

A seguir, separamos um vídeo com todos os passos necessários para transformar o sua empresa em uma franquia. Confira agora!

Saiba como formatar uma franquia

O atalho para formatar uma franquia de maneira segura é: contrate uma consultoria especializada nesse modelo de negócio. Ela fará uma série de estudos para saber se a sua marca consegue ser replicável, os processos que precisam melhorar e até as estratégias de marketing para conseguir franqueados.

Geralmente, essas empresas solicitam os dados para seus clientes e, com base neles, monta um estudo detalhado. É caso da NX Franquias, empresa que faz parte do grupo Encontre Sua Franquia, responsável por sete marcas e mais de mil franqueados no Brasil, Estados Unidos e na República Dominicana.

A NX Franquias será responsável por montar a sua analise de viabilidade financeira, elaborar documentos legais como a COF, contrato e a Demonstração de Resultado do Exercício (DRE). Isso sem contar a formatação da padronização e a formalização, ou seja, manuais e treinamentos.

Por fim, a empresa auxilia também na criação e execução das estratégias de marketing para atrair futuros franqueados. Ela possui um portal de notícias exclusivo sobre franquias e um canal no YouTube para ajudar na divulgação, além de feiras virtuais e presenciais sobre o universo das franquias.

Ao longo do texto, você pôde entender todo o processo para transformar o seu empreendimento em uma rede de franquias. Seguindo todos eles, certamente você realizará uma transição segura aumentando, assim, as chances de sucesso. E por fim, contar com uma empresa especializada pode fazer toda a diferença.

Gostou do nosso conteúdo sobre como formatar uma franquia? Então continue com a gente e leia o artigo “Formatação de Franquias: NX Franquias pode ajudar a ampliar seu negócio!

Franquia Cream Berry: alta rentabilidade no ramo de açaí!

Artigo anterior

Modelagem de franquias: veja como transformar o seu negócio

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.