O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Destaques ★ » Como formatar uma franquia? Quais as vantagens desse processo?

Como formatar uma franquia? Quais as vantagens desse processo?

Sumário

O que não falta são empresas querendo expandir sua atuação, mas que não sabem a melhor maneira de fazer isso. Formatar uma franquia é a solução mais eficiente? Como formatar o meu negócio? Preparamos o texto a seguir, para que você entenda como é o processo de formatação de franquia e as vantagens de ser um franqueador.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2023 o setor de franquias faturou R$ 240,6 bilhões. Portanto, investir nesse mercado pode ser promissor para quem deseja empreender e lucrar.

Grandes marcas mundialmente famosas estão, desde a década de 1960, apostando nas franquias para conseguir expandir suas atuações. Você certamente consegue listar com facilidade dez empresas que usam esse modelo de negócio, não é?

O formato é tão bem-visto que, atualmente, existem mais de 3,3 mil redes de franquias no Brasil. Não importa o tamanho ou os anos de experiência, com um bom estudo de viabilidade é possível apostar nesse caminho. Continue a leitura!

O que é uma formatação de franquia?

A formatação de franquia é um processo que merece cuidado para construir uma rede franquia. Ele consiste na padronização de todos os aspectos do negócio, desde a identidade visual até os procedimentos operacionais. Isso é o que vai garantir uma experiência consistente para os clientes finais, independentemente da localização da franquia.

No âmbito operacional, a formatação define os padrões de atendimento ao cliente, gestão de estoque, treinamento de funcionários e mais. Essa uniformidade promove eficiência e qualidade em todas as unidades.

Além disso, a formatação de franquia estabelece diretrizes claras para o marketing e publicidade. Essa estratégia inclui o branding, os canais de divulgação e as campanhas a serem realizadas em todas as unidades.

Ou seja, a formatação de franquia é o alicerce para a expansão e sucesso de uma rede de franquias. Garante consistência, qualidade e reconhecimento da marca, elementos essenciais para conquistar e fidelizar clientes em diversos mercados.

Vale a pena transformar meu negócio em uma franquia?

Sim, vale a pena transformar empresa em uma franquia, pois é uma chance de expandir a sua marca. Mas a princípio, precisamos destacar que esse processo exige uma reestruturação interna da sua empresa, talvez com a criação de novos departamentos.

Seu negócio vai precisar, por exemplo, de uma equipe de suporte de marketing para cuidar dos seus franqueados. Mesmo que isso pareça ser um investimento alto, é justamente o contrário. Os gastos para se tornar um franqueador são bem menores se comparado ao processo de expansão por meio de unidades próprias.

Isso acontece pois você não terá gastos para alugar um imóvel para cada unidade, comprar equipamentos, fazer reformas, passar por todo o processo de abertura de uma loja etc. No caso das franquias, não importa se a nova unidade será na sua cidade ou do outro lado do mundo, pois o responsável por ela será o franqueado.

Então, todas as despesas citadas acima serão de responsabilidade do franqueado. Ele terá que seguir as padronizações que você traçou ao elaborar a Circular de Oferta de Franquia (COF) e o Contrato de Franquia.

Como resultado dessa estratégia, a tendência é que sua marca conte com vantagens competitivas no mercado. Afinal, estamos falando de ganhos em escala. Nesse sentido, no franchising as compras são cooperadas. Ou seja, sendo em grande escala os gastos são bem menores e o produto ou serviço terá mais espaço.

Ainda precisamos falar da rapidez de crescimento que as franquias proporcionam. Isso acontece, por exemplo, graças a campanhas de marketing mais práticas e efetivas, e à estabilidade jurídica oferecida pela Lei de Franquias, que garante a segurança das tratativas.

Logo mais, descubra quais são as responsabilidades que você terá ao considerar como transformar minha empresa em franquia. Mas antes, entenda como funciona o sistema de franchising.

Entenda como funciona o sistema de franchising

As franquias têm um funcionamento muito simples em comparação com outros formatos de negócio. Estamos falando do sistema mais seguro do país, como relata o Sebrae. A taxa de mortalidade das unidades franqueadas, por exemplo, é cinco vezes menor que um empreendimento iniciado do zero, de acordo com a entidade.

Isso porque o modelo se baseia numa cópia autorizada de uma marca. Para que possa funcionar, a empresa permite que um empresário terceiro explore comercialmente seus produtos e serviços. Contudo, o sucesso dessa estratégia, como dito, está ligada à padronização dos processos.

Será graças a essas ações que você terá a certeza de que a cultura e a missão da sua marca estarão sempre alinhadas. Mas as obrigações não ficam limitadas apenas aos franqueados.

A franqueadora também precisa seguir algumas regras para garantir a transferência total do seu know-how. O suporte e os treinamentos são formas previstas por lei para compartilhar esse conhecimento.

Desse modo, podemos dizer que o franchising é uma via de mão dupla, em que ambas as partes dependem uma da outra para conseguir crescer.

Responsabilidades que você terá como franqueador da marca

Ser uma franqueadora tem algumas responsabilidades e você deve dar atenção elas! Mesmo com a facilidade que o modelo oferece, é preciso levar em consideração alguns processos para não adotar o jeito errado de formatar uma franquia.

Inicialmente, é preciso considerar os fornecedores da sua marca. Como os franqueados não podem buscar outros parceiros senão aqueles autorizados por você, será vital garantir a regularidade e segurança na entrega dos suprimentos.

A publicidade da rede é outro ponto importante quando o assunto é “como franquear”, pois ela também será de sua responsabilidade. O único trabalho do franqueado deve ser a gestão da unidade e o marketing local da loja dele.

Por fim, não podemos deixar de falar dos treinamentos para compartilhar todas as informações sobre o negócio com o empreendedor. Essas ações podem ser feitas à distância e/ou presencialmente.

De qualquer modo, as aulas devem estar disponíveis a qualquer momento para o franqueado consultar, em caso de dúvidas. Além disso, será vital ter uma uma equipe de suporte especializada para atender todas as demandas da rede.

Inclusive, esse é um dos assuntos abordados no curso Franquias: Guia prático para iniciantes. Acesse e saiba mais sobre as aulas clicando aqui.

Está na hora de tornar a empresa uma franquia?

O caminho para formatar uma franquia começa quando você identifica se realmente vale a pena para o seu negócio assumir essa estratégia.

Sendo assim, é necessário pensar em sua decisão com cuidado, pois às vezes o seu negócio ainda não está pronto. Mas como avaliar isso? Separamos um passo a passo para você entender quais são os principais pontos que deve considerar. Acompanhe!

Avalie a sua demanda

A primeira coisa que aconselhamos você a avaliar é a sua demanda. Você está tendo um bom faturamento no final do mês? Está conseguindo atender todos os seus clientes? Será mais viável aumentar a sua loja própria ou abrir outras unidades?

Essa análise precisa ser bem aprofundada, para que você tenha a certeza de estar tomando a decisão correta. Essa cautela é importante em qualquer processo de expansão, seja por meio das franquias ou não.

Lembre-se que tudo isso envolve investimentos e uma estratégia para reaver esse capital no futuro, caso contrário, pode ser fatal para a sua empresa.

Diferencial do seu produto ou serviço

Outro ponto que você deve avaliar é com relação ao seu produto ou serviço. Ele é realmente algo diferenciado no mercado? É algo que só tem potencial na sua região ou pode ser levado para outras localidades? O que você faz de diferente dos seus concorrentes? O que eles têm de melhor que você?

O estudo de mercado é essencial para a sua expansão. Afinal, a cultura dos consumidores muda dependendo de onde você estiver. De um bairro para o outro já é possível ver diferenças, agora imagine cidades, estados e países diferentes?

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Reclame Aqui, cerca de 60% dos brasileiros são fiéis a uma marca e ainda influenciam seus familiares e amigos. Então, mesmo que você seja novo para eles, sem um diferencial no atendimento ou em sua metodologia, será difícil avançar.

Faça a análise de franqueabilidade

Após fazer todo o levantamento, chegou o momento de identificar se o seu negócio é realmente franqueável ou não. Nesse caso, serão avaliados uma série de fatores, como a estrutura da sua empresa e a sua capacidade de investir em melhorias. Também é levado em consideração o seu posicionamento no mercado.

Outro ponto que precisa ser estudado nesse momento é com relação ao modelo financeiro e fonte de receita da sua marca, e como isso será aplicado para os franqueados. Ou seja, a margem de lucro, despesas médias de operação e a previsão de rentabilidade. Também é preciso levar em consideração quais taxas serão cobradas.

Por fim, faça um levantamento sobre a capacidade da sua empresa fazer o compartilhamento do conhecimento para outras pessoas. Essa é uma parte fundamental para o sucesso de uma rede.

A seguir, separamos uma playlist com todos os passos necessários para transformar a sua empresa em uma franquia. Confira agora!

Saiba como formatar uma franquia

O atalho para formatar uma franquia de maneira segura é: contrate uma consultoria especializada no assunto. Ela fará uma série de estudos para saber se a sua marca consegue ser replicável. Ainda, identificará os processos que precisam melhorar e até as estratégias de marketing para conseguir franqueados.

A Formatação de Franquia, serviço oferecido pela Encontre Sua Franquia, possibilita a transformação de sua marca em uma rede de sucesso, expandindo para várias unidades. A ESF é uma holding com mais de uma década de expertise no assunto.

Logo, a consultoria abrange todas as fases do processo. Ela começa com uma análise detalhada da sua empresa, identificando áreas que necessitam de aprimoramento. Em seguida, é estabelecido um modelo de negócio replicável e rentável.

Dessa forma, você receberá orientações sobre os aspectos importantes na elaboração de documentos legais, o que inclui manuais, COF e contratos, simplificando assim a expansão de seu empreendimento. Não hesite em contar com essa solução para impulsionar o crescimento de sua rede de franquias.

Ao longo do texto, você pôde entender todo o processo para transformar o seu empreendimento em uma rede de franquias. Seguindo todos os passos, certamente você realizará uma transição segura. Sendo assim, aumentará as chances de sucesso.

Contar com uma empresa especializada pode fazer toda a diferença. Agora que está por dentro do assunto, comece a expansão do seu negócio e ganhe dinheiro!

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje