O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Notícias » 7 dicas de como expandir seu negócio com segurança por todo o Brasil

7 dicas de como expandir seu negócio com segurança por todo o Brasil

Sumário

Para expandir seu negócio, o empreendedor deve buscar formas eficientes de desenvolver sua empresa. Mas é preciso cuidado para que o processo não acabe em prejuízo.

O crescimento do PIB do Brasil, em 2021, foi de 4,6% e recuperou boa parte das perdas causadas pela pandemia. Assim, é um momento interessante para o empreendedor investir no crescimento da sua empresa.

Porém, não é um processo simples, e por isso, aqui você confere algumas dicas de como expandir seu negócio de forma segura. Acompanhe o texto conosco!

Para expandir seu negócio, transforme-o em franquia!

A empresa pode se expandir por meio de franquias, mas para isso deve ser feita uma transformação profunda em seu modelo de negócio.

Isso porque, as franquias são um formato previamente estabelecido, onde cada unidade trabalha igual a outra, seguindo o padrão da marca.

Nesse sentido, o empreendedor que investe neste formato recebe uma empresa praticamente pronta. Conta com produtos ou serviços definidos e um know-how organizado.

Logo, é interessante, pois o franqueado é quem faz os investimentos para a sua unidade. Portanto, não precisa fazer uma fusão ou aquisição de um negócio ou de pequenas empresas para expandir a marca.

Mas a franqueadora deve se estruturar, reduzir custos e buscar as melhores maneiras para tornar o seu negócio eficiente e barato. Assim, poderá ser atrativo aos empreendedores.

Além da vantagem de terceirizar os investimentos, transformar seu negócio em franquia também permite que sua marca chegue a lugares distantes. Esta expansão territorial trará para sua empresa um reconhecimento cada vez maior.

Sendo assim, a franqueadora passa aos empreendedores as informações de como iniciar o negócio, mas quem investe e toma conta da nova empresa é o franqueado. Por fim, isso facilita a vida da franqueadora, além de permitir que lucre com isso.

Como transformar negócio em franquia?

Conforme dito, é necessário cautela para expandir seu negócio por meio de franquia. Isso porque, essa transformação precisa ser bem realizada.

Então, separamos sete dicas para executar este processo que podem ajudar o empresário nessa importante etapa da sua empresa. Confira!

1. Estude o mercado

O primeiro passo para expandir seu negócio por franquias, é fazer um estudo detalhado do mercado. Mas é preciso conhecer bem o que os consumidores e empreendedores buscam.

Nesse sentido, avaliar o seu diferencial em relação aos concorrentes. Por exemplo, como atrair os consumidores e o que precisa melhorar para tornar seus produtos ou serviços competitivos.

Entenda se o mercado está em crescimento ou se passa por alguma crise. Começar uma expansão em um momento de baixa procura da sua solução no mercado pode não ser a melhor opção.

Sendo assim, antes de tomar a decisão de franquear, você precisa saber se o negócio é interessante para os empreendedores que querem investir neste setor.

Do mesmo modo, entenda novas tendências ou tecnologias que podem impactar o mercado em um curto espaço de tempo. Por fim, atente-se para as expectativas.

2. Faça uma análise de franqueabilidade

O estudo de franqueabilidade é uma avaliação detalhada de como o seu novo negócio poderá atuar no franchising.

Este estudo busca entender o que sua empresa pode oferecer. Assim, se será apenas mais uma marca no mercado ou se tem algum diferencial para se destacar da concorrência.

Nesse sentido, um bom ponto para expandir um negócio é buscar novos produtos ou serviços para implementar na empresa. Aumentar o mix do que oferece para os clientes é uma boa forma de aumentar suas vendas.

Da mesma forma, entender se o seu processo se encaixa aos conceitos e possibilidades do franchising. Isso porque, se tiver um procedimento de produção muito complexo, pode ser inviável transformá-lo em franquia.

Este aumento de produtos ou serviços deve levar em consideração o seu público-alvo. Pode ser uma maneira de aumentar o ticket médio dos consumidores, mas precisa ser bem direcionado para o que querem.

Do mesmo modo, é fundamental também analisar novos canais de distribuição e vendas para que possa expandir o negócio. Este cuidado é importante para conseguir apresentar um empreendimento atrativo para novos investidores.

Além disso, é fundamental avaliar todas as etapas do processo interno, diminuir custos e tornar mais simples a estrutura do negócio. Isso tudo para que o know-how seja replicado nas unidades da franquia.

3. Analise a viabilidade financeira

Assim como os processos da franquia devem ser passíveis de serem replicados, é preciso também avaliar os custos disso.

Um passo para expandir sua empresa pelo franchising passa por ter um negócio atrativo para os empreendedores. Então, atrativo significa ser o mais barato e lucrativo, bem como ser sólido no mercado.

Por exemplo, não é uma boa tentar expandir sua empresa e no fim das contas, a unidade da sua franquia custar R$ 1 milhão e dar um retorno de R$ 50 mil bruto por mês.

Portanto, a sua unidade deve ter um valor compatível com os outros negócios parecidos. Não pode destoar do mercado, pois isso diminui sua atratividade. Do mesmo modo, se houver etapas muito complexas do negócio que exijam um maquinário caro, pode não ser viável para os empreendedores.

O empreendedor também deve fazer um planejamento financeiro para todo esse investimento. Conheça todos os custos para que possa ver onde pode diminuir os valores e tornar a empresa mais atrativa.

Nesta análise, o empresário deve avaliar também possibilidades de fazer parcerias para expandir a marca, como novos fornecedores. Pode também buscar empresas que agreguem no processo de expansão.

Enfim, esses novos parceiros podem ser um diferencial para conseguir baratear o negócio ou trazer vantagens em termos de custos ou lucro.

4. Padronize informações e processos

Como dito, o modelo de franquia se baseia em uma estrutura previamente estabelecida para cada unidade da marca. Para isso, os novos franqueados recebem treinamentos para conhecer o negócio da sua marca.

Então, durante a transformação da sua empresa é preciso investir em uma base de treinamentos para ensinar os novos franqueados.

Do mesmo modo, a franqueadora deve produzir manuais de fácil entendimento para que os empreendedores tenham acesso ao know-how da franquia.

Se bem executada esta padronização de informações, os novos franqueados não terão dificuldades para implementar o negócio. Dessa forma, pode ajudar a todos de modo simples.

Assim, diminui também a incidência de problemas nas unidades, facilitando a prestação de suporte da franqueadora e a fortalecendo.

5. Estabeleça os documentos necessários

Uma parte importante da formatação de uma franquia são os documentos necessários para este tipo de negócio. Isso porque, é preciso que sua empresa faça a proteção intelectual do nome da marca junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI).

Dessa forma, nenhuma empresa poderá usar o seu nome sem a sua autorização, e isso é um princípio básico para fortalecer a marca.

Do mesmo modo, o formato de franquia exige a produção da Circular de Oferta de Franquia (COF). Este documento é regulamentado pela Lei de Franquias e deve conter detalhes sobre o modelo de negócio.

Por exemplo, o histórico da empresa franqueadora, seu balanço financeiro e o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE).

A COF é um importante documento usado nas tratativas entre interessados na franquia e a franqueadora. Logo, apresenta detalhes do negócio como os suportes dados aos franqueados, seus direitos e deveres.

Por fim, faça um contrato de franquia bem elaborado, para que possa trazer segurança jurídica à parceria firmada com os novos empreendedores.

6. Defina um plano de marketing

Quando a sua franquia começar a tomar corpo, você já deve iniciar o processo de divulgação da marca no mercado de franchising.

Sendo assim, um passo importante para expandir seu negócio é fazer uma boa propaganda. Logo, isso se dá com um bom plano de marketing.

Você deve entender qual o seu público-alvo, que tipo de empreendedor deve buscar para direcionar com eficiência este trabalho de divulgação.

Esta organização para os trabalhos de marketing faz parte do seu planejamento estratégico que deve ser feito para expandir seu negócio. Não é apenas divulgar, é ter um caminho a seguir para o sucesso do empreendimento.

Mas é importante saber fazer uma boa divulgação nos meios mais atuais, como: redes sociais e feiras de franquias. O marketing digital é uma ferramenta fundamental para o negócio, seja qual for o tamanho ou mercado no qual atue.

7. Conte com uma consultoria

Você pôde notar que o processo de formatação da sua empresa em franquia não é algo simples. Por isso, é interessante contar com uma consultoria.

Assim, todo o processo apresentado até aqui pode ser mais simples se você tiver uma outra empresa para realizar esta transformação de forma segura. Ainda, com um plano de negócios sólido.

Esta consultoria irá direcionar as etapas da formatação da melhor maneira para o seu negócio, resultando em uma franquia atrativa para os empreendedores. Portanto, mostrando outros pontos que precisam ser definidos para este processo. Interessante, certo?

Todos estes planejamentos sobre os quais falamos podem ser feitos pela consultoria. Um direcionamento para o trabalho de marketing, os cuidados com a parte financeira e análise do mercado.

A consultoria também pode mostrar que neste primeiro momento pode ser mais interessante abrir uma filial para testar e consolidar o modelo. Depois disso, seria a hora de transformar a marca em franquia e expandir seus negócios.

Enfim, este auxílio de uma consultoria pode ser uma forma mais sólida para expandir seu negócio e ter sucesso neste processo.

Agora que você está por dentro do assunto, chegou a hora de expandir o seu negócio!

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje