Destaques ★Empreendedorismo

Confira nossas dicas de como empreender sozinho e ter sucesso

Mulher analisando o estoque de sua loja. Imagem ilustrativa texto empreender sozinho

Muitas pessoas sonham em ter algo para chamar de seu, mas têm medo de empreender sozinho. Esse é o seu caso? Existe uma série de dicas que vão ajudar você a realizar o seu sonho.

É comum encontrarmos pessoas que buscam mudar de vida e trabalhar com algo mais seguro e rentável que os empregos mais convencionais. São anos juntando dinheiro para enfim, começar um negócio que sempre desejaram.

Acontece que essa não é uma decisão muito simples de ser tomada. São diversas dúvidas que pairam sobre a cabeça dos futuros empreendedor.es A boa notícia é que elas podem ser resolvidas facilmente!

Sendo assim, listamos sete dicas infalíveis para você abrir o seu negócio e ter o tão sonhado sucesso. Acompanhe a leitura.

7 dicas definitivas para empreender sozinho e bem

Empreender sozinho não é nenhum bicho de sete cabeças. Portanto, pode ficar tranquilo! Basta seguir as dicas que separamos para ter uma jornada tranquila. O processo costuma ser longo e cheio de detalhes que demandam atenção e dedicação no processo. Acompanhe.

1. Escolha um bom negócio

Primeiramente, para conseguir ter o seu próprio negócio, é preciso pesquisar muito bem as oportunidades que o mercado lhe oferece. Abrir algo sozinho, tendo pouca experiência, pode ser algo muito arriscado. Todavia, para facilitar a jornada, existe a possibilidade das franquias.

Esse tipo de negócio é desenvolvido quando uma determinada marca deseja expandir sua área de atuação. Dessa forma, ela autoriza um terceiro a explorar comercialmente seus produtos e serviços. Para que tudo funcione, ela fica responsável por oferecer treinamentos e os suportes necessários para o empresário.

Graças a esses auxílios, qualquer pessoa pode abrir uma franquia. Não importa o seu nível de experiência no mercado. Basta querer fazer a diferença! Além disso, estamos falando do tipo de investimento mais seguro do país, de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O levantamento mostra que a taxa de mortalidade dos negócios abertos do zero é cinco vezes maior que a das franquias. Num período de 10 anos, apenas 15% das unidades franqueadas fecham as portas.

Dessa forma, a grande vantagem desse tipo de empreendimento é o fato do franqueado entrar no mercado com um modelo de negócio pronto. Ou seja, basta executar o projeto de acordo com as orientações da empresa. Porém, mesmo diante de tanta segurança, é crucial escolher a franquia certa.

2. Tenha disciplina

É impossível abrir uma empresa, decidir investir em um negócio próprio e não ter disciplina. Deixar isso de lado é, inclusive, o primeiro passo para que tudo dê errado. Essa característica deve ser adotada tanto na vida financeira quanto na sua vida pessoal. Portanto, se você não é uma pessoa disciplinada, comece a encontrar o caminho para se tornar agora mesmo!

Pois imagine investir o seu dinheiro em algo que teve tanto trabalho para conquistar e simplesmente perder tudo? Por isso, é importante entender que agora não há mais alguém para controlar sua rotina e suas ações levarão você ao sucesso ou ao fracasso.

Ou seja, serão horas, finais de semana, feriados, meses, anos dedicados ao seu negócio. Ter disciplina é ainda mais importante para quem opta por trabalhar de casa, nos já conhecidos modelos home office ou home based. Afinal, em casa existem diversos meios de se deixar levar: sua cama, televisão, sofá etc.

Logo, a dica mais preciosa para quem vai empreender é montar uma agenda com toda a sua rotina e segui-la à risca. Não deixe nada para depois. Concentre-se no seu negócio nos horários estabelecidos.

3. Faça algo que você gosta

Vemos uma mulher segurando cachorro no colo enquanto trabalha com o seu notebook e celular (imagem ilustrativa). Texto: empreender sozinho.
É muito importante escolher algo que você gosta de fazer. Se seu sonho é trabalhar com animais, busque por oportunidades.

Um dos erros mais graves de quem está iniciando a jornada como empresário é pensar apenas no dinheiro e, por causa disso, acabam escolhendo um segmento considerando somente um de tantos outros fatores importantes que fazem de um empreendimento um negócio rentável.

Infelizmente, o dinheiro pode mascarar outras questões cruciais. Quando olhamos para alguém de sucesso, costumamos não pensar em todos os desafios e problemas que essa pessoa precisou enfrentar para chegar até onde chegou.

Não importa se em uma franquia ou algo do zero, o caminho sempre será repleto de desafios e problemas. Ainda assim, caberá a você enfrentá-los ou não. E a maneira mais segura ara seguir em frente é apostar em uma área que você realmente gosta. Tem uma paixão por moda? Então, não justifica querer abrir um estabelecimento de alimentação saudável.

Mesmo que o segundo seja viável financeiramente, isso não quer dizer que você terá o ímpeto necessário todas as manhãs para levar o negócio adiante. A diferença está no nível de satisfação que você sentirá entre um e outro. Apenas optando pelo que você gosta é possível ter força para alcançar seus objetivos.

4. Se mantenha motivado

Como dissemos há pouco, a motivação só é possível se você tiver escolhido a área certa para investir. Porém, essa não é a única coisa que você pode fazer para se manter empolgado com o negócio que tem em mãos. Existem outras coisas que vão auxiliar nesse processo.

O primeiro passo pode ser criar uma lista de tarefas, reunindo as metas que você estipulou para um determinado período. É comum ter muitas coisas para cuidar, e isso pode deixar você perdido. Como consequência, você terá a impressão de que tudo está fora de controle. Portanto, ordene suas metas de acordo com a ordem de prioridade.

Esse passo pode fazer toda a diferença na hora de tirar o projeto do papel. No caso das franquias, esse processo costuma ser mais simples e tranquilo de ser feito. Afinal, as franqueadoras seguem orientando você até o momento de inauguração do projeto.

Todavia, é importante ter em mente que muitos problemas não serão resolvidos de imediato. E isso não deve desmotivá-lo. Não sinta-se envergonhado em procurar ajuda.

5. Fique atualizado sobre as tendências de mercado

Empreender sozinho também significa que você será a cabeça por detrás de todo e qualquer ato envolvendo as questões práticas da sua empresa. E isso tem relação direta com o modo como você encara as tendências de mercado e atualiza o seu negócio em relação a elas.

Depois de inaugurado o projeto, será preciso se manter atento ao que seus clientes desejam para além daquilo que você já oferta, por exemplo. Ou seja, é preciso continuar acompanhando e moldando seu empreendimento para que ele esteja sempre de acordo com o que seu público-alvo deseja.

No caso das franquias, essa preocupação é minimizada, pois o empresário está investindo em algo que está há anos no mercado e vem se atualizado paulatinamente no decorrer do tempo. Nesse sentido, você pode ficar mais a cargo da administração do empreendimento sem se preocupar necessariamente com o que se tornará moda em um futuro próximo.

6. Não exagere no trabalho! Cuide da sua qualidade de vida

Casal de óculos tirando foto feliz durante um passeio.
Desenvolver o seu empreendimento da melhor forma possível depende também da sua qualidade de vida.

Mesmo que empreender sozinho seja sinônimo de muito trabalho, isso não quer dizer que você deva viver unicamente para o trabalho. Vimos que é preciso ter planejamento um para conseguir aproveitar ao máximo as oportunidades que vão surgir e isso inclui os seus períodos de descanso.

Sendo assim, com uma rotina bem estruturada, você consegue antecipar as oportunidades e criar momentos preciosos de lazer. Essa é uma ação que influencia diretamente na sua motivação. Podemos, em suma, dizer que todas as dicas oferecidas até aqui tem a ver com o estabelecimento da sua agenda.

7. Cuide das finanças

Por fim, de nada adianta seguir tudo que passamos até aqui se você não tiver um bom controle financeiro. Essa prática não pode ser deixada para depois. Se você pensa em ter sua empresa, precisa estar cuidando do seu dinheiro desde já!

No futuro, quando o seu empreendimento estiver funcionando, você estará lidando com muito dinheiro e, por isso, precisará saber controlar as finanças para não correr o risco de ter pendências.

Para isso, comece analisando a sua conta bancária. Descubra todos os seus gastos, quais os mais superficiais e aqueles que são realmente essenciais. Elimine gastos desnecessários. Em um mês praticando essas ações, já será possível conhecer parte do seu potencial financeiro.

Além disso, negocie com as prestadoras de serviços e não tenha medo de trocar algum serviço por outro mais em conta. Se tiver dívidas, não deixe de procurar o seu credor para conseguir uma condição melhor de pagamento. Não tenha medo de cuidar do seu dinheiro e leve esse controle para dentro da sua empresa, lembrando que são coisas diferentes.

Diante de todas essas dicas, o caminho para empreender sozinho fica muito mais fácil. Não existe muito segredo, principalmente quando você pensa em iniciar sua jornada por meio do sistema de franquias. Em síntese, pesquisar, se organizar, escolher algo que gosta de fazer, investir e trabalhar o suficiente para que seu empreendimento seja um sucesso é o melhor caminho.

Gostou do nosso conteúdo sobre como empreender sozinho? Deseja conhecer boas oportunidades para se tornar um empreendedor de sucesso? Confira o artigo que separamos para você: “Opções de franquias baratas: invista pouco e tenha seu próprio negócio”.

13 franquias para trabalhar com o público infantil e lucrar

Artigo anterior

Franquias home based: conheça e invista nesse negócio

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.