Destaques ★FranchisingEmpreendedorismo

Quer ser dono de uma franquia? Passos para montar a rede

Conceito de negócio de franquia, bloco de madeira com ícone de franquia em fundo azul. Imagem ilustrativa texto dono de uma franquia

Está querendo se tornar dono de uma franquia e mudar o seu empreendimento de uma vez por todas? Conheça as etapas para fazer uma transformação de sucesso neste texto.

O sistema de franquia é utilizado como estratégia de expansão desde meados da década de 1960. Desde então, diversas marcas ao redor do mundo têm conseguido crescer e atuar em diferentes lugares.

Não à toa, diversos empresários buscam essa solução para conseguir se desenvolver gastando pouco, sem muito trabalho e de maneira ágil. Contudo, nem todos os empreendimentos estão prontos para tal mudança.

Advertisement

A seguir, preparamos um texto que explica um pouco sobre como saber se está na hora certa, bem como todos os passos para se tornar dono de uma franquia. Acompanhe.

Está na hora de franquear o negócio? 

Antes de você se tornar dono de uma franquia de sucesso e montar uma rede de qualidade, é preciso ficar atento a alguns sinais importantes.

Inicialmente, todos os detalhes precisam estar alinhados para que essa mudança seja bem-feita e justificável. Afinal, estamos falando de um investimento financeiro e intelectual a ser feito.

Para que essa mudança seja realizada, você precisa fazer alguns estudos para saber se o seu negócio tem condições de ser replicado.

Diante disso, será possível conhecer quais processos são responsáveis por criar um gargalo e dificultar a sua estratégia. Mas para que isso aconteça, é fundamental possuir um bom produto ou serviço disponível.

Além disso, a quantidade de clientes também é um dado importante A sua empresa tem um número considerável de consumidores que justifica a criação de uma franquia?

Uma das formas de saber isso, é com base no seu faturamento mensal. Se a sua análise concluir que uma expansão não irá prejudicar a loja matriz, então, você está no caminho certo.

Os dois pontos apresentados só são possíveis se você tiver um diferencial competitivo. Do contrário, você pode ter problemas.

Pense em entregar uma experiência diferente para os consumidores, ou mesmo um status diferenciado para quem usa ou contrata o que você oferece.

Por fim, não é possível desenvolver um negócio capaz de criar um resultado satisfatório se você não souber os caminhos que precisaram ser feitos para a expansão acontecer.

Lembre-se que essa reestruturação se inicia de dentro para fora. Nesse sentido, existem algumas etapas que vão ajudar você com o processo.

7 passos para ser dono de uma franquia

Ao identificar os dois pontos primordiais que passamos anteriormente, o seu caminho para se tornar dono de uma franquia fica mais claro.

Mas isso não quer dizer que “é só definir que expandir é o melhor caminho” e pronto. Há uma série de etapas a cumprir, como mostraremos a seguir.

1. Análise de franqueabilidade 

Vemos um jovem empresário sentado à mesa com o computador (imagem ilustrativa). Texto: dono de uma franquia.
É necessário fazer uma análise detalhada da sua empresa.

A princípio, o ponto mais importante no processo de transformação da sua empresa: a análise de franqueabilidade. Ela vai apresentar a viabilidade do negócio como franquia.

Esse levantamento é feito para saber se a sua marca tem capacidade de realizar os investimentos e melhorias estruturais para se tornar uma rede.

Desse modo, são estudados pontos como organização interna, estrutura, gestão, quadro de funcionários qualificados e a capacidade de oferecer suporte aos franqueados.

Nesse sentido, é preciso pensar também no posicionamento de mercado, com base no público-alvo e perfil de cliente.

Dentro desse estudo é feito, também, a análise de viabilidade financeira. Nesse caso, observa-se todos os gastos, investimentos e resultados esperados com a modificação.

Por fim, há ainda um levantamento dos impactos que isso irá causar na marca.

Tudo que você fizer irá gerar despesa. Então, considere todos os detalhes como os novos times, a equipe de suporte e os representantes comerciais.

Não se esqueça das estratégias de marketing para fazer o trabalho de atração dos futuros franqueados.

2. Ajustes para rentabilização do franqueado

Ao finalizar a análise de franqueabilidade, o próximo passo é definir os pontos de rentabilização do franqueado.

Ou seja, quanto ele precisará gastar para se tornar dono de uma unidade e quais resultados ele pode esperar. Esse será um dos pontos que vai fazer mais diferença em comparação com os concorrentes.

Sendo assim, estipule a taxa de franquia e o capital de giro. Caso você opte por cobrar os royalties e fundo de publicidade, quais serão os valores?

Essas informações serão fundamentais para apresentar a previsão de rentabilidade aos demais empreendedores da rede.

Lembrando que esse conceito foi desenvolvido para explicar em quanto tempo um negócio consegue se pagar.

Identifique todos os pontos que terão influência direta sobre os resultados das unidades. Não ignore. Em síntese: não esconda nenhuma informação.

3. Documentos legais 

Chegou o momento de montar os documentos legais: a Demonstração dos Resultados do Exercício (DRE), a Circular de Oferta de Franquia (COF) e o contrato.

Assim, você estará de acordo com o que pede a lei, e evitará maiores problemas no futuro.

A DRE é um documento que faz o confronto das receitas, custos e resultados anteriores do seu negócio num determinado intervalo de tempo.

Certamente você já o fez em outras oportunidades. Porém, no caso das franquias, ele precisa ser apresentado mensalmente e ficar à disposição dos franqueados como uma prestação de contas.

A COF, por sua vez, é feita para apresentar os detalhes que envolvem a franquia. Regras, padronizações, valores, taxas, produtos e serviços oferecidos, suporte, treinamentos necessários, perfil do franqueado etc.

Para se ter uma ideia da sua importância, ela precisa ser entregue pelo menos 10 dias antes da assinatura do contrato.

Por fim, o contrato de franquia vai trazer todas as informações necessárias para o fechamento do acordo. Considerando também pontos como a expiração do contrato e a proteção do segredo de indústria.

4. Padronização dos processos

O quarto passo é a padronização dos processos. É o momento de você definir como deve ser o atendimento, a qualidade do serviço oferecido e outras questões para a manutenção da cultura e missão da empresa.

Dessa forma, você oferece aos franqueados uma orientação a seguir para que a sua empresa seja competitiva em qualquer mercado que ela adentrar.

A principal dica que podemos passar é: evite ao máximo o exagero das burocracias. Tente facilitar a vida do seu franqueado.

Portanto, seja o mais claro possível e elabore textos simples para que nada fique subentendido.

Importante destacar que os processos devem estar relacionados apenas à execução e manutenção dos produtos ou serviços, atendimento e preservação da identidade da marca. Nunca à gestão e administração.

5. Definição dos manuais e treinamentos

Homem de negócios segura alguns papéis enquanto sorri para um grupo que se reúne com ele em uma sala (imagem ilustrativa). Texto dono de uma franquia
A definição dos manuais é algo essencial para os franqueados.

A melhor maneira de garantir que todos os detalhes foram seguidos dentro do previsto é criando bons manuais e treinamentos.

Dessa forma, apresente todas as questões relacionadas à padronização que desenvolveu anteriormente. Seja o mais simples possível e apresente o caminho que o franqueado precisa seguir.

Além desses documentos, crie o manual da franquia. Nele, você vai registrar todos os processos e especificá-los. Todos os detalhes que o futuro franqueado precisa saber têm que constar no manual.

6. Marketing para expansão

Um dos pontos mais importantes em todo esse processo para ser dono de uma franquia, o marketing, precisa ser muito bem pensado.

Sendo assim, crie campanhas em portais especializados em franquias e negócios, faça posts nas redes sociais falando sobre a oportunidade, vídeos no YouTube etc.

Toda essa estratégia é fundamental para que empresários com o perfil necessário para a sua marca possa encontrar você.

Outro detalhe importante nesse tópico é montar um time de consultores capaz de captar o máximo de interessados de forma eficiente.

7. Consultoria para formatação

Por fim, caso você não esteja confiante para desenvolver todo esse trabalho sozinho, uma das soluções é entrar em contato com uma consultoria especializada.

Essas empresas oferecem diversos serviços para auxiliar você na concepção da nova estratégia de expansão.

Entre elas está a NX Franquias, braço da Encontre Sua Franquia, holding com sete marcas em seu leque e mais de 1.200 franqueados no Brasil, Estados Unidos e República Dominicana.

Um dos grandes diferenciais que a NX Franquias oferece é o know-how e expertise que a fazem ser uma das referências do mercado.

A seguir, separamos um vídeo que explica, em detalhes, o processo de transformação da sua empresa em uma franquia. Confira!

Ao longo do texto, você pôde entender um pouco mais sobre o caminho para ser dono de uma franquia de sucesso.

E, por fim, você conheceu a NX Franquias, empresa que presta consultoria e apoio para marcas que desejam entrar para esse universo. 

Gostou do nosso artigo e deseja aprender um pouco mais? Então, continue com a gente e confira o artigo “Formatação de Franquias: NX Franquias pode ajudar a ampliar seu negócio!

Franquia Cacau Show: preço, modelos, vale a pena?

Artigo anterior

Montar rede de franquias: veja como fazer com sucesso

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.