O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Para Empreender » 7 dicas de empreendedorismo para você ganhar dinheiro e ser feliz com o negócio

7 dicas de empreendedorismo para você ganhar dinheiro e ser feliz com o negócio

Sumário

Antes de investir em uma ideia de negócio, você deve buscar as melhores dicas de empreendedorismo. Assim, poderá se destacar nesse processo que vem sendo buscado por várias pessoas.

O Brasil registrou um saldo positivo de mais de 2,5 milhões de empresas abertas em 2021. Isso mostra o quanto as pessoas estão fazendo este movimento de começar um negócio próprio.

Porém, não é algo simples abrir uma empresa e se tornar um empreendedor. Por isso, fazer uma boa escolha para este processo é fundamental para se destacar. Continue a leitura e saiba mais!

Veja as dicas de empreendedorismo que separamos para você!

Os empreendedores bem-sucedidos conseguem alinhar diversas etapas e características próprias ao seu negócio. Para isso, existem algumas dicas que podem ajudar neste processo.

Nesse sentido, têm vários detalhes que não podem passar despercebidos. Portanto, o empreendedor deve avaliá-los bem antes de iniciar sua jornada.

Um deles é analisar o cenário econômico que envolve não apenas o negócio, mas todo o mercado. Entenda os rumos da Economia, veja os setores que são mais fortemente impactados por crises e os que se saem melhor nelas.

Avalie com mais cuidado ainda o mercado em específico no qual pretende atuar. Todo o cenário deve ser mapeado para que possa investir com segurança.

Enfim, fique ligado nas dicas de empreendedorismo que separamos para você. Dessa forma, é possível fazer uma boa escolha e realizar este trabalho de modo sólido e atrativo para você e seus clientes.

1. Escolha algo com o qual você quer trabalhar

O primeiro passo para empreender é saber com o que você quer trabalhar. Parece simples, mas se pararmos para pensar, trata-se de uma escolha complexa, pois não se pode optar por qualquer negócio.

Isso porque, podemos ser atraídos por comida, viagens, programas de televisão etc. Porém, nem por isso estes gostos podem influenciar no negócio com o qual queremos trabalhar.

Nesse sentido, o empreendedor deve buscar uma área de atuação com a qual se identifique, seja um produto, serviço, ou um mercado em geral.

Saiba também que terá que atuar em diversas áreas dentro do negócio e nem sempre apenas com aquilo que gosta. Isso faz parte do processo, principalmente no início do empreendimento.

Sendo assim, empreender exige muito empenho, e fica mais fácil se dedicarmos a algo com o qual temos afinidade. Desse modo, esta escolha inicial é importante para todo empreendedor de sucesso.

Por fim, valide suas ideias, apresente-as para as pessoas mais próximas e identifique o que têm a dizer. Pode ser interessante apresentar um protótipo ou algo do tipo para as pessoas quando tiver algo pronto.

2. Planeje bem seu orçamento

Infelizmente, não é raro encontrarmos empresas que foram à falência por falta de planejamento financeiro. De acordo com o Sebrae, 30% dos Microempreendedores Individuais (MEIs) fecham as portas em até cinco anos.

A falta de planejamento financeiro é algo geral, tanto com finanças pessoais quanto com finanças das empresas. Isso porque, não aprendemos a lidar com a receita, organizando as contas e “carimbando” o dinheiro corretamente.

Dessa forma, atente-se à sua capacidade financeira, pois é mais seguro que guia a estruturação da sua empresa. Organize pessoalmente, gastos do dia a dia seus e da sua família. Entenda quanto precisa ganhar para ter uma vida confortável.

Este planejamento financeiro deve acompanhar você não apenas na hora de empreender, mas também durante toda a sua jornada. Esteja sempre atento aos custos e ganhos do seu negócio para ter um bom controle financeiro.

Se for preciso, busque um investimento, seja fazendo algumas economias ou então, vendendo um bem que não vá fazer muita falta, como um carro. Com isso, você consegue ter um planejamento mais sólido para empreender.

Enfim, por meio de um bom planejamento, é possível evitar diversos tipos de riscos e dores de cabeça. Os problemas irão aparecer se você não se planejar adequadamente para o cenário atual e para o futuro.

3. Analise seus concorrentes

O empreendedor iniciante deve conhecer bem os seus concorrentes para saber quais os pontos fracos do mercado que pode explorar.

Nesse sentido, é importante analisar bem como o trabalho é feito pelas empresas que atuam no setor no qual você irá empreender. Saiba como as marcas agem, e assim poderá também entender os clientes delas.

Este tipo de análise é chamada de Benchmarking. Logo, basicamente é uma pesquisa sobre os seus concorrentes. Ou seja, é definida como um estudo acerca das melhores estratégias usadas por empresas do mesmo campo de atuação que o seu.

Sendo assim, é muito importante ficar de olho no que as empresas estão fazendo e tentar acompanhar a “mudança dos ventos” no mundo corporativo.

Ainda, como você está começando no empreendedorismo, é possível estruturar seu negócio de modo que consiga ousar na imaginação. Por último, poderá oferecer algo que os concorrentes ainda não fizeram no setor.

4. Conheça seus clientes

Quando uma empresa conhece bem os seus clientes, aumenta suas chances de atrair e gerar negócios. Desse modo, é preciso saber bem os gostos em geral do seu público-alvo: suas preferências, suas motivações, seus desejos e suas características.

Com o amplo acesso às diversas informações no mundo online, fica mais fácil conhecer os hábitos dos seus clientes. Assim, é possível saber o que buscam, para que você possa encontrar a melhor forma de atraí-los para a sua empresa.

Conhecendo o cliente você consegue também precificar melhor os seus preços. Logo, é preciso levar em conta seus custos e expectativas de ganhos, mas não pode se dissociar do seu público consumidor.

Por exemplo, se os seus clientes estão dispostos a pagar mais por aquele produto ou serviço, você precisa estar atento a isso. Porém, se aceitam pagar mais, querem algo melhor. Esta melhora impacta nos seus custos e deve entrar na sua matemática do negócio.

Para conseguir um planejamento mais eficiente para este fluxo de custos e ganhos pode usar softwares adequados que facilitam sua organização.

O empreendedor alcança o sucesso quando conhece bem seu público. Depois, isso permite direcionar seu planejamento estratégico para conseguir atrair o maior número de consumidores.

Sua marca precisa se posicionar no mercado, ter uma identidade para a empresa. Conhecer os clientes pode trazer uma ideia de como fazer isso e chamar a atenção dos consumidores.

Nesse sentido, esta identidade também mostra onde a empresa quer chegar, seus valores e tudo aquilo que pensa em fazer no presente e no futuro.

Em seguida, você consegue direcionar seu trabalho de marketing de forma eficaz. Do mesmo modo, realizar a precificação dos seus serviços ou produtos de forma adequada e até saber qual é a melhor maneira para fazer o seu atendimento.

5. Valorize a equipe do seu negócio

Uma importante dica do empreendedorismo, é saber fazer uma boa gestão de pessoas e liderar sua equipe de forma inteligente e positiva.

Mesmo com todos os atrativos, valorizar os colaboradores e fazer aquele elogio após um trabalho bem executado, continuam sendo as armas infalíveis. Com isso, consegue ter um trabalhador feliz e motivado.

Nesse sentido, se uma empresa é focada apenas em resultados, sem perceber que quem os traz para o empreendimento são as pessoas, dificilmente o sucesso vai ser pleno e duradouro.

Cada funcionário deve se sentir importante e a empresa precisa fazer com que tenham um senso de pertencimento. Isso significa que cada colaborador precisa entender que também faz parte do negócio.

Em outras palavras, para a empresa dar certo precisa ter a cultura de valorizar e mostrar ao funcionário que o sucesso não será apenas do empresário. Pelo contrário, será de toda a equipe.

Para este trabalho, é importante que o empreendedor esteja sempre aberto a novos aprendizados, conhecimentos e dicas de empreendedorismo. Você poderá passar isso aos seus colaboradores em prol do sucesso do negócio.

O empreendedor nunca está parado e nem sabe o bastante. Há um universo todo de conhecimento, e você não pode ignorar isso. Então, busque conhecimento, saiba sempre mais um pouco para evoluir, tornar seus colaboradores e seu negócio melhores.

6. Execute uma estratégia de marketing

Há algum tempo, a ideia de elaborar um plano de marketing para os negócios era palpável apenas para empresas com grande poder aquisitivo. Ou então, marcas já reconhecidas no mercado, passando longe da realidade de micro e pequenos negócios.

Atualmente, percebe-se uma mudança neste cenário. Mesmo com pequenos orçamentos é possível criar uma estratégia e fazer sua aplicação para que gere os resultados almejados. Portanto, basta estar atento a essas e outras dicas de empreendedorismo.

Mas as facilidades trazidas pela Internet, redes sociais e outros canais digitais são grandes aliadas. Isso porque, ajudam na diminuição dos custos de implantação de uma efetiva estratégia de marketing. Este trabalho de divulgação digital é essencial para um negócio de sucesso atualmente.

Dentro do plano de marketing deve-se também ter um cuidado especial para que possa fazer contatos. Seja com pessoas, eventuais parceiros ou clientes.

Este trabalho é uma maneira interessante de cultivar seu relacionamento com os clientes e também criar valor aos seus produtos ou serviços.

Nesse sentido, com um plano de marketing bem elaborado e posto em prática da forma como foi planejado, o interesse do consumidor em potencial tende a despertar mais rápido. Assim, levando a uma intenção de compra e a concretização do negócio.

7. Abra um modelo de negócio seguro

Entre as dicas de empreendedorismo, uma que se destaca é o modelo de franquia. Isso porque, é mais seguro, pois conta com uma estrutura pronta e uma marca reconhecida nesse mercado.

Da mesma forma, nesse modelo a operação segue um padrão, o que facilita sua implementação, mesmo para empreendedores sem experiência.

Este formato de negócio consiste em uma licença para que o empreendedor use a marca e o know-how de uma franqueadora. Em seguida, o empreendedor recebe um negócio praticamente pronto.

Além de ser um formato mais simples e de fácil implementação, existem outras vantagens. Uma delas é o suporte que a franqueadora oferece para o empreendedor. Sendo assim, varia entre treinamentos, apoio para a gestão administrativa e para a escolha do melhor local para instalar a unidade.

Do mesmo modo, este modelo é atrativo, porque o empreendedor sabe quanto precisará investir para montar o seu negócio.

A Circular de Oferta de Franquia (COF) é um documento que traz informações detalhadas da rede. Por exemplo, custos para implantação da unidade, gastos mensais e até previsão de faturamento.

Por conta desta estrutura previamente estabelecida, investir em uma das várias opções de franquias é uma das melhores dicas de empreendedorismo. Porém, com este modelo de negócio ou outro, o processo exige cuidado e paciência. Dessa forma, aumenta-se suas chances de sucesso nesta jornada.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje