O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Criar uma marca ou abrir uma franquia? Qual a melhor opção?

Acesse uma parte específica do artigo

Mulher de camisa bege digita em notebook prata. Imagem ilustrativa texto criar uma marca ou abrir uma franquia.

Criar uma marca ou abrir uma franquia? Qual a melhor opção?

Você já se perguntou se é melhor criar uma marca ou abrir uma franquia? Então, continue lendo esse texto em que vamos mostrar para você as vantagens e desvantagens de cada tipo de negócio.

Afinal de contas, com a pandemia, abrir o próprio negócio se tornou mais que um desejo: uma necessidade. Além disso, o empreendedorismo criou 89% de novos empregos em apenas nove meses em 2022. Logo, empreender melhora a vida de quem empreende e toda a comunidade ao redor.

Advertisement

Quem decidiu empreender teve que escolher entre abrir um negócio do zero ou investir no modelo de franquia. Ambos têm seus prós e contras, por isso, é necessário analisar cada opção para chegar à melhor alternativa.

Advertisement

Como funciona criar uma marca própria?

Ao criar uma marca própria, o empreendedor promove determinado produto ou serviço para se diferenciar dos seus concorrentes. Assim, se desenvolve a identidade do produto e todo o conceito da empresa para que o consumidor possa identificar.

Para criar uma marca própria é necessário que o empreendedor recolha diversas informações importantes para aplicar no seu negócio.

Dessa forma, é essencial coletar dados estratégicos que possam ser aplicados em diversos processos. Por exemplo, estudos mercadológicos, do público consumidor, mercado local, concorrentes, entre outros. 

Desse modo, o empreendedor poderá enxergar alguma carência desse mercado que pode servir de diferencial para o novo empreendimento. Além disso, é importante analisar se o investimento vale a pena e dará o retorno esperado e seu potencial de lucratividade. 

Outros fatores importantes são a capacidade de agregar valor e a qualidade dos produtos e serviços em relação aos concorrentes. A receptividade do consumidor sobre a marca também irá impactar no sucesso do empreendimento.

Para a criação de uma marca também é importante prezar pela imagem da empresa, como práticas de sustentabilidade e muito mais. Esses fatores ajudam o consumidor a associar a marca com algo positivo e atrativo.

De fato, são muitos fatores que vão desde o ponto comercial até os aspectos burocráticos. Sendo assim, o empreendedor precisa seguir um bom planejamento ou acabará se perdendo.

Em seguida, você deve fazer o registro de sua marca junto aos órgãos competentes. Logo, garante que somente ele poderá usar aquela marca, produto, nome e outros aspectos.

Vantagens de ter uma marca própria

Ao se ter uma marca, o empreendedor tem mais do que apenas uma empresa. Afinal, ela representa uma imagem única, memorável e persistente sobre o que o empreendimento oferece. 

Então, a marca própria traz consigo noções de origem, qualidade e conceito do que o negócio representa. Ou seja, vai além até mesmo dos produtos e serviços oferecidos. 

Assim, trabalhar na representação e conceito da marca pode trazer grandes benefícios a longo prazo. Uma das vantagens é a maior facilidade dos consumidores se lembrarem dos produtos ou serviços.

Em outras palavras, a marca fica na memória dos clientes, o que aumenta a chance deles se fidelizarem. Assim, também acontece a divulgação boca a boca. Afinal, as pessoas falam sobre suas experiências e indicam para outras caso tenham gostado.

Além disso, a identidade de uma marca transmite uma imagem de qualidade para os clientes. Assim, eles irão associar a qualidade dos produtos e serviços com a marca. O que também facilita introduzir novos produtos e/ou serviços no mercado.

Desse modo, os consumidores conseguem identificar melhor a marca e consumir os produtos por conta da imagem construída já preestabelecida. Por isso, também é muito importante prezar pela qualidade dos serviços e produtos da empresa.

Ter a própria marca pode ser o sonho de muitas pessoas, mas demanda alguns cuidados. Por isso, continue lendo e confira algumas precauções que você deve ter ao criar seu negócio.

Cuidados para ter sua própria marca

Para se criar uma marca própria é necessário ter alguns cuidados para que o processo ocorra da melhor forma possível. Um deles é escolher fornecedores de confiança, para manter o padrão de qualidade e agregar valor à marca como um todo.

Inclusive, se você é iniciante e tem dúvidas sobre o que é uma franquia e como fazer para abrir a sua, o curso Guia Para Iniciantes pode ajudar. Com aulas inteiramente online, para assistir quando e onde quiser, você fica por dentro do mundo do empreendedorismo. Clique aqui para acessar o curso.

Também é importante encontrar um diferencial competitivo, para conquistar o mercado e se diferenciar dos concorrentes. Além disso, é necessário criar uma boa identidade visual, para que os clientes reconheçam e lembrem da marca.

Assim, é possível estudar o público-alvo para reconhecer no que o produto ou serviço irá focar. Desse modo, o empreendedor define o foco das ações da empresa para agradar o público almejado. 

Então, é possível determinar o propósito da marca, o seu motivo de existir. O que vai além da qualidade dos produtos, é o que ela pode oferecer de melhor para a sociedade. 

Como funciona abrir uma franquia?

Uma franquia é baseada na relação de interdependência da franqueadora e franqueado. Ou seja, as unidades da rede são de responsabilidade do franqueado, enquanto a franqueadora oferece suporte e know-how para auxiliar as unidades.

Desse modo, para criar uma marca ou abrir uma franquia, o investidor precisa delimitar qual segmento seguir e fazer uma pesquisa e comparação com a concorrência. Porém, com as franquias, é possível conversar com a própria franqueadora e outros franqueados.

Outros pontos importantes são o perfil de franqueado delimitado pela franqueadora e a capacidade de investimento na unidade. Além disso, a análise do mercado local e do perfil de consumidores também é considerada.

Afinal, todas essas informações estão disponíveis ao investidor desde o início.

Sendo assim, é importante entender quais são os padrões exigidos pela franqueadora e ter disposição para seguir essas regras. Todos esses processos ajudam na formação do modelo de negócio ideal.

Vantagens de ter uma franquia

Existem diversas vantagens em escolher uma franquia para empreender. A principal é a segurança que o negócio oferece por conta da experiência e dos suportes.

Desse modo, a atividade de empreender fica mais simplificada e até mesmo demanda menos investimento.

Assim, é possível ter o próprio negócio sem precisar ter experiência no setor. Além de ter a oportunidade de começar com um plano de negócios já preestabelecido, testado e comprovado, o que diminui os riscos do investimento.

Na abertura de uma franquia, existe a troca constante de experiência entre outros franqueados e profissionais da franqueadora. Por isso, os investidores passam a ter acesso a métodos profissionais e padronizados de gestão e operação. 

Além disso, as franquias realizam treinamentos e oferecem suportes para os seus franqueados. No caso de uma rede com ponto comercial, por exemplo, você receberá capacitação e acompanhamento presencial da unidade e dos funcionários.

Cuidados para abrir uma franquia

Ao decidir abrir uma franquia, é essencial tomar alguns cuidados para o seu negócio decolar, como planejamento financeiro.

O primeiro cuidado é realizar uma pesquisa minuciosa sobre a franquia. Avalie a reputação da empresa, seu histórico de sucesso, o suporte e converse com outros franqueados para obter feedback sobre a experiência.

Sendo assim, o investidor pode solicitar a Circular de Oferta de Franquia (COF) da marca. Desse modo, pode analisar o investimento inicial, tempo de retorno, se o negócio é presencial ou home office e outras informações relevantes.

Afinal, é importante é analisar o contrato de franquia com atenção. Leia todas as cláusulas, verifique as obrigações e direitos de ambas as partes e busque auxílio jurídico, se necessário, para evitar surpresas futuras.

Além disso, é fundamental fazer uma análise financeira. Calcule os custos de investimento, as taxas de franquia, os royalties e as despesas operacionais. Tenha uma projeção realista do retorno financeiro esperado e certifique-se de ter recursos suficientes para iniciar e manter o negócio.

Também é importante conhecer bem o mercado e a concorrência. Faça uma análise da demanda pelo produto ou serviço oferecido pela franquia na região do negócio. Identifique os concorrentes diretos e indiretos e busque entender como se posicionar de forma competitiva.

Outro cuidado essencial é dedicar tempo e esforço à capacitação e treinamento. Adquira conhecimento sobre o setor, os processos de operação da franquia e as estratégias de vendas e marketing. Invista em capacitação contínua para se atualizar sobre os desafios do mercado.

Seguindo esses cuidados, é possível aumentar as chances de sucesso ao abrir uma franquia. A pesquisa prévia, a análise financeira, a leitura do contrato, o conhecimento do mercado e o investimento em capacitação são fundamentais para alcançar resultados positivos.

É melhor criar uma marca ou abrir uma franquia?

Considerando as vantagens entre criar uma marca ou abrir uma franquia, é melhor abrir um modelo de franquia. Porém, é necessário o empreendedor entender o seu próprio perfil para escolher a melhor opção.

Assim, uma franquia pode ser ideal para quem quer empreender, porém não tem tanta experiência com o produto, serviço ou segmento. 

Além de receber uma fórmula de negócio pronta. Ou seja, há menos riscos do que empreender do zero. Porém, pode compensar com a autonomia e poder de decisão.

Dessa forma, uma franquia acaba sendo uma opção mais segura para quem deseja empreender e ainda não sabe como. Afinal de contas, não faltam opções e tendências no franchising para todos os perfis e faixas de investimento. Invista você também!

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje