O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Como funciona uma franquia de alimentos? Vale a pena abrir uma? Entenda aqui

Acesse uma parte específica do artigo

Pessoas sorridentes, servindo a refeição em uma mesa de cor marrom. Ilustração do texto sobre como funciona uma franquia de alimentos.

Como funciona uma franquia de alimentos? Vale a pena abrir uma? Entenda aqui

Uma franquia pode ser uma alternativa para quem deseja empreender no setor de Alimentação. Esse modelo de negócio oferece diversas vantagens, além de reduzir os riscos envolvidos na abertura de um negócio próprio. Então, aqui você descobrirá como funciona uma franquia de alimentos!

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de Alimentação

Advertisement
, no segundo semestre de 2022, apresentou crescimento em seu faturamento de 22,3%.

Porém, antes de decidir abrir uma franquia de alimentos, é importante entender como esse modelo funciona, quais são as suas obrigações e responsabilidades. Além de avaliar se os custos envolvidos na franquia estão de acordo com o seu orçamento.

Advertisement

Neste artigo, vamos explorar como funciona uma franquia de alimentos, os prós e contras desse negócio e o que considerar antes de investir. Continue a leitura!

Números do segmento de Alimentação no franchising

O setor de alimentação é um dos mais importantes no mercado de franquias brasileiro. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento de Alimentação Food Service faturou R$ 39,8 bilhões em 2022.

Em 2021, mesmo diante da crise econômica causada pela pandemia, o setor de Alimentação no franchising teve um crescimento no faturamento de 10,7% em relação ao ano anterior.

De acordo com os dados da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), o segmento de Alimentação fora do lar deve ter um crescimento no faturamento de 10,2% em 2022, em relação ao ano de 2021.

Embora tenha números positivos, é importante ressaltar que o sucesso de uma franquia de alimentação depende de diversos fatores. Por exemplo, a escolha da franqueadora, a localização do estabelecimento, a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, entre outros.

Portanto, é essencial realizar uma pesquisa detalhada antes de investir, analisando cuidadosamente os números do mercado, as oportunidades e os desafios do segmento.

Afinal, como funciona uma franquia de alimentos?

O primeiro passo para abrir uma franquia é escolher a empresa que se deseja representar. Mas avalie a marca, a qualidade dos produtos e serviços. Além da estrutura e suporte oferecidos pela franqueadora.

Após a escolha, é necessário entrar em contato com a franqueadora e demonstrar interesse no negócio. Após as considerações da marca, se você for aprovado, o próximo passo é assinar o contrato de franquia e pagar a taxa de adesão.

O franqueado tem a responsabilidade de seguir o padrão estabelecido pela franqueadora, desde a identidade visual até a forma de atendimento. Ele também deve arcar com os custos de instalação da franquia e pagar royalties e taxas mensais.

Já a franqueadora deve oferecer treinamento, suporte e assistência ao franqueado. Ainda, garantir a qualidade dos produtos e serviços. Também é responsabilidade cuidar da expansão da marca e promover ações de marketing em conjunto com os franqueados.

A franquia de alimentos é uma forma interessante de empreender, pois já se tem uma marca consolidada e um modelo de negócio testado. No entanto, tenha em mente que o sucesso da franquia depende do empenho e dedicação do franqueado, além da qualidade dos produtos e serviços oferecidos.

Logo mais, você poderá acompanhar as vantagens e descobrir quanto custo uma franquia. Mas antes, destacaremos o que está incluso no valor de uma unidade do segmento de Alimentação.

O que está incluso no valor da franquia?

Em geral, a franquia irá incluir o direito de uso da marca, treinamento inicial, suporte contínuo e acesso aos sistemas de gestão. Além disso, o franqueado terá acesso a manuais e ferramentas para garantir a padronização da marca e dos processos.

No entanto, lembre-se que nem tudo está incluso no valor da franquia. Dependendo da rede, pode haver outras taxas e despesas a serem consideradas, como: royalties, taxa de publicidade, taxas de renovação e outras taxas operacionais.

Por isso, pesquise cuidadosamente antes de investir em uma franquia e entenda exatamente o que está incluso no valor e o que não está. Com essa compreensão, o franqueado pode tomar decisões mais assertivas e evitar surpresas desagradáveis no futuro.

Para potencializar o seu conhecimento sobre o assunto, conheça o curso Franquias Sem Cilas. Acesse aqui e saiba mais sobre as aulas.

Quanto custa uma franquia de alimentos?

A resposta para essa pergunta você confere ao longo desse bloco. Isso porque, ao pensar em empreender no ramo de alimentação, uma das opções é investir em uma franquia. Porém, uma das principais questões que surgem é: quanto custa uma franquia de alimentos?

Então, para ajudar nessa escolha, apresentamos algumas opções de marcas de franquias conhecidas no mercado brasileiro.

Com isso, pode-se ter uma noção dos valores envolvidos e escolher a melhor alternativa para o seu perfil de empreendedor. Acompanhe!

...Carregando..

Em que tipo de franquias de alimentos investir?

Primeiramente, conheça o mercado em que a franquia atua e analise se há demanda para o produto ou serviço oferecido. Também verifique se a franquia tem um plano de negócio sólido e estruturado, além de um suporte eficiente.

Outro ponto relevante: entenda a rentabilidade do negócio, levando em conta os custos de operação e os lucros obtidos. Por fim, escolha uma franquia que esteja alinhada com seus interesses e habilidades.

Vantagens e desvantagens de investir em uma franquia de alimentação

As franquias oferecem diversas vantagens, como a possibilidade de contar com um modelo de negócio já testado e consolidado no mercado. Além do suporte e treinamento oferecidos pela franqueadora.

Uma das principais vantagens é poder contar com a estrutura e o know-how da franqueadora, o que pode reduzir consideravelmente os riscos do empreendimento.

Logo, as franquias costumam ter maior facilidade para obter financiamentos bancários e já possuem uma marca consolidada no mercado, o que pode atrair mais clientes.

No entanto, é importante avaliar as desvantagens antes de investir. Um dos pontos que merecem atenção é o alto custo de investimento inicial. Isso porque, pode ser bastante elevado em algumas franquias.

Outro ponto que merece atenção é a falta de autonomia na tomada de decisões. As franquias costumam ter uma série de regras e diretrizes para seguir. Desse modo, pode-se limitar a criatividade e a liberdade do franqueado.

Por fim, é importante destacar que a escolha de uma franquia de alimentação deve ser feita com cuidado. Assim, considerando não apenas os custos e benefícios, mas também as suas habilidades e interesses pessoais.

Agora que você está pode dentro do assunto, ou seja, sabe como funciona uma franquia de alimentos, abra o seu negócio e ganhe dinheiro.

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje