Destaques ★Franchising

Como escolher uma franquia: dicas simples para saber qual o negócio certo para investir

Mulher com dúvidas. Imagem ilustrativa para texto como escolher uma franquia.

Entenda agora como escolher uma franquia certa para você. Para isso, reunimos um passo a passo que vai lhe orientar nessa busca. Confira! 

Se você quer abrir uma franquia e ter a chance de crescer no mercado, precisa se preparar para investir com segurança e encontrar o negócio ideal. Assim, separamos algumas dicas para lhe ajudar nesse processo. 

Para se ter ideia, durante a pandemia, a busca por franquias cresceu entre jovens de 18 e 24 anos nos últimos 14 meses. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), esse crescimento corresponde a 109,4% deste público.

Advertisement

Logo, temos um modelo de negócios atrativo e que pode ser muito interessante para quem quer mais segurança e suporte para empreender. 

Como escolher uma franquia em 9 passos

Quando você pensa em comprar algum produto, provavelmente faz uma pesquisa entre as lojas, confere as características e avaliações de clientes, não é mesmo? Por isso, ao escolher uma franquia, também é preciso ter alguns cuidados. 

Afinal de contas, estamos falando de um investimento importante, que vai demandar tempo, dinheiro e total dedicação. Sendo assim, se você sonha em ter seu próprio negócio, saiba que existe todo um processo antes da inauguração de uma unidade. 

Por isso, separamos a seguir um passo a passo para lhe ajudar nesse momento, para que escolha a rede de franquias certa para você. Confira! 

1. Entenda seu perfil empreendedor

O primeiro passo de como escolher uma franquia é justamente um processo de autoanálise. Ou seja, você precisa entender como é o seu perfil empreendedor e qual tipo de negócio mais combina com ele. 

Sendo assim, é fundamental saber quais são os segmentos mais atrativos para você e como seria o tipo de operação ideal. Afinal, você prefere atuar diretamente com o público, como em vendas, ou lida melhor com a parte administrativa?

Além disso, tenha em mente que as franquias contam com modelos variados, assim, você pode escolher entre lojas físicas, home office, quiosques, entre outros. Por isso, tente entender qual tipo de negócio se encaixa melhor ao seu perfil.

Neste momento, não se deixe levar apenas por valores e chances de lucros, pois a franquia vai se tornar parte importante da sua vida. Logo, é ideal estar envolvido em algo que você realmente goste e se identifique. 

Mulher em uma cama com um computador no colo. Imagem ilustrativa para texto como escolher uma franquia.
Tente se conhecer melhor para buscar algo com o qual você se identifique.

No dia a dia, trabalhar com algo que você não gosta pode ser bem difícil e será ainda mais complicado ter um bom desempenho. Isso, inclusive, pode afetar o crescimento da sua franquia, então, pense bem no que você deseja investir. 

2. Saiba quanto pode investir

Outro passo importante para escolher a melhor franquia, é entender as suas possibilidades financeiras e se organizar para isso. Isso porque, você terá que fazer um investimento inicial e durante a operação poderá lidar com taxas. 

Sendo assim, investir em uma franquia vai exigir recursos e você precisa estar preparado. Portanto, vale a pena colocar todas as seus gastos no papel, fazer as contas para entender o quanto precisa e quais são os seus limites. 

Lembre-se também que um negócio pode demorar alguns meses para começar a dar retornos significativos. Por isso, você precisa ter um dinheiro reservado para se manter durante esse período. 

E claro, por mais que você sonhe em abrir seu negócio, não é indicado colocar suas contas pessoais em risco, uma vez que isso pode até atrapalhar seu negócio no futuro. Desse modo, a organização financeira é indispensável nesse momento. 

Defina uma faixa de valores que seja segura para investir, e quando for buscar por marcas, procure aquelas que se encaixam nesse nível. 

3. Reflita sobre seu mercado local

Na hora de saber como escolher uma franquia, você não pode deixar de considerar o mercado local. O cenário onde você pretende atuar precisa estar aberto para receber seu negócio. 

Dessa forma, é preciso entender se a sua franquia teria sucesso naquela região e se ela pode competir com os outros comércios que já existem. Inclusive, muitas franqueadoras trabalham com uma análise de geomarketing e isso pode lhe ser útil. 

Isso porque, a análise consegue entender se o local possui um público-alvo ideal, com capacidade de compra, se é possível atuar junto aos concorrentes, entre outros detalhes importantes que fazem a diferença. 

Mas claro, você mesmo pode começar a analisar a região. Verifique se o que você deseja oferecer realmente supre a demanda da população e se tem chances de dar certo naquela área.  

4. Pesquise as franquias

Foto de uma pessoa no sofá usando o computador. Imagem ilustrativa para texto como escolher uma franquia.
Faça sempre uma pesquisa completa para encontrar a franquia certa.

Agora, no processo de como escolher uma franquia, chegou o momento de procurar por marcas disponíveis no mercado. Como existem muitas opções e em diferentes segmentos, você precisa procurar com cuidado para achar a franquia ideal. 

Desse modo, tente buscar o máximo de opções, levando em consideração sempre as suas preferências e valores que se encaixam nas suas condições. Procure pelos sites das marcas e confira todas as informações já disponíveis. 

Além disso, não deixe de entender qual o modelo de negócio disponível e se ele é adequado para os seus objetivos. Ou seja, consulte vários detalhes para conseguir encontrar algo que realmente lhe atenda. 

5. Analise as marcas

Depois de encontrar uma marca que combina com você, comece a avaliar todas as informações que você encontrar sobre ela. Por isso, além de consultar o próprio site, faça uma busca mais ampla. 

Nesta etapa, procure saber qual o reconhecimento que a empresa possui no mercado e se ela tem credibilidade. Portanto, vale a pena consultar sites de avaliação como o Reclame Aqui. 

Além disso, as redes sociais podem ser úteis, já que é possível encontrar comentários de clientes. Procure também depoimentos de franqueados, para saber mais sobre a lucratividade e apoios oferecidos. 

Para saber mais sobre como encontrar uma boa franquia e evitar golpes, confira o vídeo que separamos a seguir. 

6. Converse com a franqueadora

Agora você já sabe como escolher uma franquia e quais pontos avaliar, não é? Então, chegou a hora de entrar em contato com a franqueadora para conhecer melhor o negócio. 

Dessa forma, é normal que você tenha que preencher um formulário no site da marca. Por meio dele, ela consegue ter o seu contato e saber do seu interesse, logo, poderá começar as negociações. 

Então, chegou o momento de trocar informações. Você pode tirar todas as suas dúvidas com o representante do negócio, analisar com cuidado a apresentação da franquia e entender como tudo funciona. 

Ao mesmo tempo, você vai precisar repassar suas informações para que a empresa lhe conheça melhor. Afinal, ela também precisa saber se a pessoa pode ser um bom franqueado, por isso, existe algo parecido a um processo de seleção.

Com todas as informações trocadas, e se ambas as partes estiverem de acordo, é possível seguir com o processo. 

7. Entre em contato com franqueados

Durante o processo de como escolher uma franquia, é muito importante que você saiba claramente como será a parceria futura com a marca escolhida. Sendo assim, aproveite para entrar em contato com franqueados e ex-franqueados. 

Isso porque, essas pessoas já tiveram uma experiência prática com a marca e podem lhe ajudar a entender como tudo funciona. Inclusive, elas podem ter uma opinião mais isenta, já que não estão tentando vender a franquia. 

Então, procure saber a opinião deles sobre o negócio, a parceria e se os suportes oferecidos são realmente úteis. 

8. Avalie os suportes oferecidos

Como dissemos ao longo do texto, você precisa conhecer uma marca antes de fazer qualquer investimento. Desse modo, um detalhe que precisa da sua atenção são os suportes oferecidos. 

Isso é algo bem característico do franchising e que faz toda diferença no dia a dia. Ao investir em uma franquia, você está em busca de mais segurança e de todo o apoio que a marca oferece ao longo da operação. 

Portanto, saber quais são os suportes oferecidos pela marca e como eles funcionam é algo muito importante. Vale a pena consultar todas as informações, perguntar ao representante sobre como esses suportes são dados e saber se eles são de qualidade. 

Foto de uma mesa com computador, xícara e bloco de anotações.
Tente sempre entender como a franquia funciona e quais os suportes que ela oferece.

9. Leia bem a COF

Ao longo do processo de como escolher uma franquia, você também terá acesso a Circular de Oferta de Franquia (COF). Neste documento, estão reunidas todas as informações necessárias sobre o negócio.

Dessa forma, você pode saber mais sobre o modelo de negócio da franquia, as taxas envolvidas, os suportes oferecidos. Além disso, você fica sabendo sobre o investimento, quais seus deveres como franqueado e também seus direitos. 

Então, leia o documento com o máximo de atenção antes de assinar qualquer contrato. Por lei, você terá um período de, no mínimo, 10 dias para avaliar tudo com cuidado e chegar a uma conclusão sobre o processo.

Agora que você entendeu como escolher uma franquia, aproveite nossos conteúdos para conhecer opções de marcas. Clique no botão a seguir e confira dicas de marcas baratas e rentáveis.

No entanto, se quiser ajuda para encontrar o negócio certo para você, aproveite nossa consultoria gratuita. Acesse henriquemol.com.br e tenha o acompanhamento de profissionais preparados para encontrar a franquia ideal. 

Conheça a franquia PanMinas e trabalhe com utilidades domésticas

Artigo anterior

Franquias no interior: negócios que dão lucro mesmo fora das capitais

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.