O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Como começar a empreender do zero? Passo a passo para você fazer

Acesse uma parte específica do artigo

mulher de camisa azul segurando celular e sorrindo ilustração de como começar a empreender

Como começar a empreender do zero? Passo a passo para você fazer

Neste texto, vamos apresentar formas de como começar a empreender do zero e ter o próprio negócio com sucesso. Então, leia com atenção e tire a ideia do papel hoje mesmo!

Até porque, o número de empreendedores cresceu no Brasil. Assim, foram 3,9 milhões de novas empresas formalizadas junto aos órgãos competentes somente em 2021.

Sendo assim, pode ser uma boa ideia entrar para o time dos empreendedores e abrir uma empresa em uma área que você goste. Saber como começar é o primeiro passo para formalizar sua ideia e começar a lucrar.

Advertisement
Advertisement

Veja como começar a empreender e ter sucesso com seu negócio

A seguir, vamos apresentar um passo a passo de como começar a empreender, mesmo que ainda não tenha uma ideia de negócio. Então, você vai entender o que fazer, conduzir pesquisas de mercado e muito mais.

Há muitas formas de oferecer um produto ou serviço, seja de forma online ou presencial. Mas a decisão envolve muitos aspectos. Por isso, confira nossas dicas de como começar a empreender e comece hoje mesmo.

Entenda o que você quer fazer

O primeiro passo para começar a empreender é entender o que você quer fazer e com o que quer trabalhar. Ou seja, identificar seus interesses e conhecer suas habilidades.

Bem como possíveis mercados de trabalho em que essas habilidades e interesses possam ser explorados.

Esse ponto é importante por diversos fatores, pois empreender é um longo caminho e é necessário muita dedicação. Por isso, ao escolher algo que se tem afinidade, é possível se dedicar melhor além de ter mais facilidade ao lidar com os problemas do dia a dia.

Desse modo, suas habilidades podem ajudar a apontar um caminho para empreender e a escolha de atuação. Entre elas, por exemplo, facilidade de lidar com pessoas, liderança, pensamento estratégico, entre outros. 

Assim, o empreendedor pode entender por onde começar e analisar quais opções contemplam essas habilidades.

Essa etapa pode ser feita de diversas formas, como listar as habilidades e áreas de interesse. Com isso em mãos é possível pesquisar mais a fundo o tipo de atuação, conversar com empreendedores do ramo, analisar o mercado, entre outros.

Avalie seu mercado local

A avaliação do mercado local é outro ponto importante para quem quer começar a empreender. Afinal, este será o público consumidor do seu futuro empreendimento. Por isso, é de extrema importância avaliar e analisar bem o mercado local e seu comportamento.

Um dos passos para isso é identificar quem são os consumidores desse mercado, como pessoas, empresas ou governo, por exemplo. Dessa forma, o empreendedor pode entender qual mercado-alvo será ideal para seus produtos ou serviços.

Assim, é fundamental também saber o que esse mercado compra. Bem como as soluções para determinados problemas ou falhas que o mercado atual não consegue alcançar. Por isso, o empreendedor precisa estar atento para atender as necessidades do seu público-alvo.

Além disso, o empreendedor pode entender o que esse público procura, como rapidez, exclusividade, qualidade, conveniência, entre outros aspectos. Todos os motivos que gerem satisfação desses clientes e que possam impactar o negócio de forma positiva.

Outro ponto de análise é a motivação do mercado para comprar, seja ela interesse, conveniência, moda, entre outros. Ou se há algum momento sazonal onde esse mercado compra mais, como Natal, férias, feriados, entre outros.

Desse modo, é possível planejar promoções e outras facilidades para alavancar as vendas. A localização do ponto também pode ajudar, dependendo do mercado que vai ser explorado.

Por exemplo, em locais de muita circulação, ou perto de um grande supermercado, no caminho do trabalho, entre outros.

Além da possibilidade de vendas online, uma grande tendência vem ganhando cada vez mais espaço. O empreendedor pode optar então por uma forma híbrida de vendas, para expandir a possibilidade de conquistar mais clientes.

Analise as tendências do empreendedorismo

Para quem quer começar a empreender a análise das tendências do empreendedorismo é um passo indispensável. Assim, é importante estar por dentro das novas tendências, dos hábitos de consumo e suas mudanças, entre outros. 

Desse modo, é possível identificar os pontos fortes dos empreendimentos que já estão no mercado. Bem como as falhas e deficiências que podem servir como diferencial para o novo empreendimento.

Porém, o empreendedor precisa ter cuidado para não confundir modismos com tendências. O modismo é geralmente imprevisível e tem pouca duração. Já as tendências são indicativos de comportamentos que irão se consolidar no mercado com consumidores futuros.

Ou seja, as novas tendências são um indicativo mais duradouro e consistente que irá se inserir e se firmar no mercado. Entre elas, por exemplo, o hábito de compras online, que já vinha ganhando cada vez mais espaço e se consolidou na pandemia.

Essa pesquisa pode ser feita de diversas formas, como em redes sociais ou com ferramentas online. Desse modo, é possível pesquisar as palavras chaves mais buscadas, assuntos de interesse em diversos contextos, entre outros.

Estude sobre como ser um bom empreendedor

Outro passo indispensável para quem quer começar a empreender é estudar sobre o assunto e aprender como ser um bom empreendedor. Assim, um dos primeiros passos é criar uma boa base de conhecimentos. 

Atualmente, existem diversos conteúdos online, como cursos, vídeos e até redes sociais. Dessa forma, é possível fazer um planejamento dos estudos e selecionar os assuntos de interesse. Há também outras opções de cursos e aulas pagas, que o empreendedor pode escolher.

A organização e planejamento ajudam a manter a motivação e uma visão mais ampla do que se quer alcançar. O começo pode ser com questões mais básicas para depois ir para assuntos mais específicos sobre a área de atuação, entre outros.

Além disso, empreender é um constante aprendizado. Ou seja, o empreendedor sempre estará se atualizando e descobrindo mais sobre o seu negócio e sobre o mercado.

Desse modo, é sempre importante se manter por dentro das questões importantes, novas tendências e estratégias.

Organize suas finanças

A organização das finanças também é um passo indispensável para quem quer começar a empreender. Para isso, um dos primeiros passos é separar as despesas da empresa das despesas pessoais para evitar possíveis confusões no futuro. 

Esse é um dos erros mais comuns da administração de uma empresa, que pode resultar em uma grande ineficiência dos processos. Desse modo, é importante elaborar um orçamento da empresa, de forma exclusiva e detalhada.

Com esse planejamento financeiro é possível acompanhar de forma mais precisa e eficiente as finanças do negócio. O que possibilita tomar ações mais assertivas e fazer um planejamento de expansão de forma segura.

Ou seja, o empreendedor pode realizar investimentos planejados que geram resultados esperados. Além de ser possível identificar custos desnecessários e tomar ações para reduzir esses gastos exatamente onde é necessário.

Um dos aspectos mais importantes da organização financeira é também preparar a empresa para possíveis imprevistos. Afinal, muitas vezes o mercado pode ser imprevisível em muitos momentos e situações que não podem ser controladas.

Escolha seu modelo de negócio

Outro passo é escolher o modelo de negócio a ser seguido, que pode ser um empreendimento do zero ou uma rede de franquias. Cada um traz vantagens e desvantagens que precisam ser analisadas e consideradas antes da decisão final.

Para começar um negócio do zero indicamos que o investidor já tenha atuado como empreendedor para ter menos riscos.

As vantagens dessa modalidade são mais autonomia e flexibilidade nas decisões e atuações do empreendimento. Além da oportunidade de expandir mais facilmente o negócio para outras áreas. Bem como a identidade própria da empresa que pode crescer com o tempo.

As desvantagens dessa modalidade são a falta de suporte, complexidade de pesquisa do mercado e público. Além de maiores gastos e dificuldades para se destacar e se solidificar no mercado.

Por outro lado, as franquias podem ser abertas mesmo por pessoas com pouca ou nenhuma experiência em empreendedorismo. Porém, também é possível adquirir uma franquia mais robusta sendo um empreendedor experiente.

Assim, franqueados podem contar com o suporte da franqueadora, maior segurança no investimento e economia em divulgação. Além disso, você recebe os lucros de forma mais rápida, treinamento inicial antes da atuação e redução dos valores dos produtos.

Entre as desvantagens da modalidade estão a escolha forçada do ponto comercial, menos espaço para inovação e expansão, bem como pagamentos de taxas e royalties de forma recorrente.

Planeje seu investimento

Então, é a hora de planejar o investimento com a ajuda dos passos anteriormente citados. Assim, considere não só o valor para abrir, mas cada etapa, seus objetivos e metas.

Dessa forma, você pode organizar suas demandas por meio de uma planilha ou software que ofereça uma visão geral sobre o negócio.

Por fim, conheça negócios: Franquias baratas e rentáveis: conheça as melhores opções no Brasil. Leia!

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje