O maior Portal de divulgação de Franquias do Brasil!

Como adquirir uma franquia de forma certa e descomplicada?

Acesse uma parte específica do artigo

Homem mexendo no computador e analisando alguns dados. Imagem ilustrativa texto como adquirir uma franquia

Como adquirir uma franquia de forma certa e descomplicada?

Muitos empresários desejam saber como adquirir uma franquia e conseguir mudar de vida. É o seu caso? Você busca conhecer as dicas para empreender num dos negócios mais seguros do Brasil? Se sua resposta é sim, você está no local certo para entender como isso funciona.

As empresas que buscam expandir sua área de atuação acabam optando pelas franquias, por ser uma estratégia mais barata e eficaz. Pois o modelo permite que um terceiro possa explorar comercialmente seus produtos ou serviços.

Existem diversas empresas que adotam esse modelo de negócio. Essa variedade acaba exigindo dos futuros empreendedores uma atenção na hora de escolher qual a melhor franqueadora para ele.

Advertisement
Advertisement

Sendo assim, preparamos o texto a seguir com o caminho para você chegar até a marca que mais combina com seu perfil e objetivo. Tenha maiores chances de sucesso na sua jornada. Acompanhe a leitura!

Saiba o passo a passo de como adquirir uma franquia

Inicialmente, para saber como adquirir uma franquia, é importante que você leve em consideração a sua vontade. Só a partir de um processo de identificação será possível iniciar a sua busca pelo melhor empreendimento. Ou seja, você deve olhar para além das questões financeiras que envolvem a franqueadora.

É muito comum que empresários levem em consideração, num primeiro momento, apenas o dinheiro necessário para investir e os lucros. O problema é isso acaba mascarando uma série de outras questões fundamentais para o sucesso do seu empreendimento.

A seguir, você vai entender quais são esses outros pontos que não podem ser deixados para trás na hora de encontrar a sua franquia. Mas lembre-se sempre que, no sistema de franquia, você deve buscar a marca que melhor combina com o seu perfil e objetivos futuros.

Analise seu perfil empreendedor 

Vemos quatro pessoas reunidas em uma sala. São três homens e uma mulher. À mesa, diversos papéis, copos com água e um computador. Todos estão bem concentrados enquanto analisam algo muito importante (imagem ilustrativa). Texto: como adquirir uma franquia.
Existe aquele empresário com mais facilidade para lidar com números e dados, por exemplo.

O passo um de como adquirir uma franquia é saber identificar qual é o seu perfil empreendedor. Existem pelo menos duas espécies de “classificação geral” que você deve levar em consideração. Primeiramente, temos m perfil empreendedor mais voltado mais para as questões comunicativas.

Ou seja, essa pessoa conversa bem com os clientes, compreende a dor deles, lida com facilidade com o quadro de funcionários e com a na linha de frente. Por outro lado, temos quem se destaca com questões, digamos, mais analíticas. É uma pessoa que age baseadas em relatórios, tem maior poder de negociação com fornecedores e lida melhor com documentos.

Isso quer dizer que um seja melhor que outro? Não exatamente. Em suma, seus traços se completam e são essenciais para qualquer empreendimento. A questão é saber dosar o que de um e de outro você precisa ter para levar um negócio adiante.

Nesse sentido, é importante reconhecer seus pontos fracos e começar a aprimorá-los desde já. Do mesmo modo, utilize o que você tem de melhor para dar os primeiros passos. Certamente existem nichos que vão dialogar com você devido a essas características.

Compare opções de franquias

O segundo passo para quem deseja saber como adquirir uma franquia é a busca das marcas. Sabendo o seu perfil como empresário e identificando qual nicho mais se sente identificação, chegou o momento de fazer uma pesquisa considerando diferentes opções do mercado.

Para isso, existem portais, como o Top Franquias, e outros sites que separam listas de marcas em diversas categorias. Além disso, você pode consultar revistas de empreendedorismo para saber as vantagens e a história de algumas das empresas, por exemplo.

Após realizar essa busca, faça uma lista das que mais chamaram a sua atenção. Evite escolher um número muito grande. Pois ao dar continuidade ao processo, você verá que possuir uma grande quantidade de franqueadoras pode gerar gerar confusão, impactando negativamente no seu caminhar.

Entre em contato com a franqueadora

Com suas opções separadas, chegou o momento de demonstrar para a franqueadora o seu interesse em fazer parte da rede de franquias. Para isso, basta acessar o site da marca, preencher o formulário e pronto. A empresa entrará em contato para conhecer um pouco mais sobre você.

Assim como você fez uma busca detalhada sobre ela, o mesmo precisa acontecer aqui. Lembre-se que ela irá lhe conceder o direito de explorar comercialmente seus produtos e/ou serviços. Dessa forma, é muito importante que você se encaixe no tipo de empresário que ela procura.

Caso você esteja investindo juntamente de um um sócio, ele também precisa participar desse processo. No decorrer da negociação, acontecerão outras reuniões. Aproveite esse momento para esclarecer todas as suas dúvidas iniciais. Não deixe nada para depois.

O mais importante nessa etapa é ser o mais transparente possível. É o seu primeiro contato com a franqueadora, e você terá uma pista de como poderá ser a relação com a marca no futuro. Não omita nada.

Analise a COF

Após as primeiras conversas ao longo do processo de como adquirir uma franquia, ou em alguns casos logo após a primeira entrevista, você receberá a Circular de Oferta de Franquia (COF). Este documento é responsável por apresentar uma variedade de informações importantes sobre o empreendimento.

São pontos como a história da franqueadora, os valores envolvidos no empreendimento, as taxas que serão cobradas, se há ou não pendências judiciais em nome da marca, quais regras precisam ser cumpridas, motivos para o encerramento da parceria etc.

Para se ter ideia da importância da Circular, o contrato só pode ser assinado após 10 dias do seu recebimento, como determina a Lei de Franquias. Assim, analise com todo cuidado e atenção todas as informações. Caso sinta necessidade, consulte um advogado de sua confiança.

Converse com franqueados

Vemos uma mulher muito bem vestida. Ela está sentada à frente de um homem e parece explicar algo a ele que escuta com atenção.
Conhecer outros franqueado é fundamental para entender as vantagens da franqueadora.

Dentre as informações presentes na COF, você terá acesso a uma lista com todos os atuais e ex-franqueados dos últimos 24 meses. Com esses dados em mãos, entre em contato com alguns e busque conhecer um pouco mais sobre a franqueadora. No caso dos que saíram, busque entender o motivo do ocorrido.

Uma dica com relação a essa entrevista com os demais franqueados: evite perguntas que possam ser respondidas com apenas uma palavra. A ideia aqui é ajudar você a conseguir o máximo de informações para tomar a decisão para fechar negócio ou não. Com apenas “sim” ou “não”, será muito difícil compreender a situação mais a fundo.

Evite também entrar em debates. Afinal, o outro empresário tem mais conhecimento sobre o empreendimento que você nesse momento. Portanto, deixe-os falar, mantenha uma conversa confortável e seja simpático. Por fim, sempre questione se há mais alguma coisa para ser dita e não foi perguntado.

Pesquise a opinião dos consumidores

Em seguida, analise como o público enxerga a marca em questão. Você pode acessar as redes sociais para ver como estão as reclamações, se há um excesso de críticas, se os famosos “advogados da marca” — clientes que defendem uma empresa com unhas e dentes — e, principalmente, como a franqueadora lida com eles.

Outra opção muito boa para entender como uma empresa é vista pelos clientes é acessando o “Reclame Aqui”. Esse site é responsável por reunir diversas críticas envolvendo a prestação de serviços ou a venda de produtos por empresas de todo o Brasil, além de avaliações dos usuários.

Com base nisso, você vai conseguir ter uma visão mais ampla do sucesso da franqueadora. Última dica importante: não busque uma empresa perfeita. Certamente não vai encontrar, pois sempre vai existir alguma reclamação. O que você precisa observar, nesse sentido, é a frequência com que elas ocorrem.

Disponha do capital para investir

Outro passo importante que você precisará se atentar antes de assinar o contrato é com relação ao capital financeiro. Caso não tenha o dinheiro necessário para se tornar um franqueado, existem duas coisas a se fazer para tentar resolver a questão com tranquilidade.

Primeiramente, você pode acionar alguma instituição bancária para conseguir uma linha de crédito. Os principais bancos contam com condições especiais e exclusivas para quem deseja se tornar um franqueado. Porém, eles não disponibilizam o valor total do investimento.

Mas antes de procurar, analise sua condição financeira e o quanto possui em caixa para abrir a franquia. O ideal é que o empreendimento não custe mais que o dobro desse valor que você tem disponível. Assim, ao chegar no banco, você precisará solicitar apenas a metade da quantia total para iniciar a sua jornada.

Por outro lado, caso não queira optar por uma linha de crédito, uma dica que pode lhe ajudar é tentar negociar com a franqueadora o parcelamento da taxa de franquia. Importante destacar que o valor final não pode ser alterado.

Analise o contrato da franquia

Após passar por todas essas etapas, chegou o momento de analisar o contrato final. Verifique se tudo está de acordo com o que foi negociado e conversado com a franqueadora. Leia calmamente todos os artigos e fique ciente de todas as regras que podem levar ao cancelamento do documento.

Esse caminho para quem quer saber como adquirir uma franquia é fundamental para evitar qualquer tipo de problema futuro. Mais uma vez, converse com seu advogado para ter uma tranquilidade maior na hora de fechar o negócio.

Para entender um pouco mais sobre o processo de franqueamento e as suas vantagens, separamos o vídeo a seguir com 5 verdades sobre abrir uma franquia. Confira!

O que é necessário para comprar uma franquia?

Além de seguir todos os passos que informamos ao longo do texto, será necessário ficar atento aos dois próximos pontos a seguir. São situações que farão toda a diferença na sua busca pelo empreendimento mais completo.

Não há motivo de pressa para fechar um negócio. O mais importante neste momento é ter o tempo necessário para vislumbrar todas as nuances do empreendimento. De nada adianta correr para abrir uma unidade se você ainda tem dúvidas sobre o processo.

Por mais seguro que esse modelo de negócio seja, como mostra o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), isso não quer dizer que não haverá riscos.

Para reduzir ainda mais os perigos de ir à falência ou de não obter o sucesso esperado, separamos outras duas dicas para lhe auxiliar nessa jornada.

Pesquisa minuciosa e paciente

A sua pesquisa par saber como adquirir uma franquia precisa ser bem detalhada e cuidadosa para não deixar nada de importante passar. Uma maneira de conseguir encontrar um empreendimento realmente bom para você, é fazer um levantamento de todas as empresas e, com isso, eliminar aquelas cujas questões mais visíveis lhe desagradam.

Em seguida, com aquelas que você acredita serem as melhores, visite o site de cada uma e observe se é algo que lhe dá alguma sensação boa. Se possível, visite uma unidade para conhecer o atendimento, o produto ou contrate o serviço. Afinal, é muito importante que você acredite e tenha coragem de consumir o que vende.

Essas pequenas ações farão você ter uma confiança maior na sua decisão, mesmo estando em outra fase do processo. Nunca é tarde para buscar por mais informações. Fique atento a todos os detalhes que encontrar.

Pois o essencial nesse momento é ter a certeza necessária de que você está entrando no negócio certo. Podemos dizer que funciona como um casamento, em que a empresa e você precisam estar alinhados em diversos aspectos. Do contrário, as chances de insucesso serão maiores.

Análise de modelos diversos

Ao mesmo tempo em que você estiver fazendo essa busca pela melhor franqueadora, dê uma analisada nos tipos de franquias que existem no mercado. São pelo menos cinco modelos que possuem suas vantagens e desvantagens. Veja cada um e confira os detalhes das que mais lhe agradar.

Esse conhecimento pode fazer toda a diferença na sua tomada de decisão. Cada franqueadora oferece seus formatos. Portanto, você pode encontrar uma que conta só oferece o modelo home office de franquia, outra só loja física ou uma que ofereça os dois modelos, por exemplo.

Negociação com a franqueadora

Por fim, não tem muita coisa que você pode negociar com uma franqueadora. O sistema de franchising não permite que ocorra um tratamento diferente para os empresários da rede. Assim, são raros os pontos que você consegue tentar alguma facilitação. No geral, nem todas parcelam a taxa de franquia.

Caso não consiga essa opção, a melhor dica é buscar uma linha de crédito e fazer o pagamento integral para a franqueadora.

Ainda que seja um processo complexo, a jornada em uma franquia é algo bem tranquilo. Porém, o empresário precisa ficar atento a todas as questões que envolvem o negócio. É como comprar uma casa ou carro, vários pontos precisam ser estudados com cuidado para evitar dores de cabeça no futuro.

Se conseguir ter uma noção do segmento que deseja trabalhar, do seu perfil como empresário, conseguir esclarecer todas as suas dúvidas, conversar com outros franqueados e tiver a capacidade financeira necessária, você certamente será um empreendedor de sucesso.

Gostou do nosso conteúdo sobre como adquirir uma franquia? Continue com a gente e veja o artigo “Franquias inovadoras: 9 modelos de negócio para você ganhar dinheiro”.

Advertisement

Acompanhe o mercado

A mais lidas hoje