O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Os segredos de como abrir uma seguradora de veículos de sucesso; veja aqui!

Os segredos de como abrir uma seguradora de veículos de sucesso; veja aqui!

Sumário

O setor de seguros é bem atrativo. Por isso, muitos empreendedores querem saber como abrir uma seguradora de veículos. Aqui, daremos algumas respostas para você começar o seu próprio negócio neste ramo.

De acordo com dados da Confederação Nacional das Seguradoras (Cnseg) cerca de 70% da frota brasileira de veículos ainda não estão protegidos por seguro. Ou seja, o mercado de seguros tem muito potencial para quem quer empreender e ganhar dinheiro.

Contudo, abrir uma corretora de seguros não é um processo simples. Desse modo, exige cuidados. Então, fique com a gente e veja como começar a sua própria seguradora de veículos. Continue a leitura!

Como abrir uma seguradora de veículos?

O primeiro passo é apresentar um projeto do negócio para a Superintendência de Seguros Privados (Susep). No pedido são expostos os acionistas, o plano estratégico, ramos de atuação, previsão de capital e outros recursos.

Além de plano de negócios, prazos e outras informações fundamentais para a Susep fazer a análise do projeto.

Deferida a autorização provisória, os interessados iniciam os procedimentos societários, econômicos, financeiros, tributários etc. Tudo isso é indispensável para a constituição e registro de uma sociedade anônima.

Nesse sentido, é preciso definir quais os ramos em que a empresa vai atuar. Por exemplo, se será apenas com carros de passeios, utilitários, caminhões, vans, entre outros. Outro ponto que faz parte desse processo é ter o capital necessário para abrir a seguradora.

Na proposta deve constar informações sobre o planejamento estratégico para o negócio para vender seguros e gerenciar. Ou seja, é um projeto que o empreendedor precisa analisar bem e conhecer a legislação que rege o setor. Inclusive, a base legal para o seu funcionamento é o Decreto-lei 73/66.

Além disso, a empresa está sempre sujeita à fiscalização da Susep para avaliar o bom funcionamento do negócio. Por isso, é importante a seguradora ser economicamente forte para dar conta de pagar aos seus clientes os prêmios.

Enfim, é um processo demorado. Então, o empreendedor deve estar preparado para que a empresa não saia do papel rapidamente.

O que uma seguradora de carros faz?

A seguradora de carros é a empresa responsável por pagar aos clientes uma certa quantia caso aconteça algo com o veículo do segurado. Nesse sentido, o segurado tem direito a receber em caso de diversos tipos de acontecimentos. Por exemplo, roubo de carros ou algum prejuízo com um acidente de trânsito.

Do mesmo modo, o seguro veicular pode englobar consertos de arranhões, troca de vidros, para-choque e outros itens do carro. Sendo assim, vai depender do tipo de contrato feito entre a corretora e a pessoa física ou jurídica. Afinal, esse tipo de seguro é para empresas.

Então, tudo deve estar bem explicitado nos contratos para os novos clientes, que pagam um valor, que pode ser mensal ou anual. A quantia irá depender de diversos fatores que influenciam na corretagem de seguros veicular. Por exemplo, quais seguros estão cobertos pela seguradora.

Além disso, irá variar se o motorista tirou carteira há pouco tempo, se viaja com o veículo com frequência, entre outros detalhes.

Por fim, durante o tempo do contrato o motorista estará coberto. Ou seja, caso ocorra algum problema com o veículo, ele recebe um valor para lidar com os prejuízos causados. Logo mais, entenda por qual motivo investir em uma corretora. Mas antes, descubra se vale a pena abrir uma seguradora.

Vale a pena abrir uma seguradora?

Abrir uma seguradora e atuar no mercado de seguros é um tipo de negócio que vale muito a pena. Afinal, é um setor que movimenta bilhões de reais por ano, com um alto faturamento, como mostramos anteriormente.

Mas, além disso, é um segmento com bastante potencial por conta dos milhões de veículos que circulam atualmente no Brasil sem seguro.

Contudo, para vender seguros é necessário ter uma boa capacidade de comunicação e convencimento. Mesmo com muitos clientes em potencial, não é um tipo de produto de fácil comercialização.

Do mesmo modo, um passo importante para abrir uma seguradora de veículos é o capital. Ou seja, o empreendedor precisa ter bastante dinheiro. Afinal, deve ter em caixa uma quantia para dar conta de pagar os prejuízos de todos os seus segurados.

Além disso, começar uma seguradora é um processo burocrático, como vimos. Por isso, exige do empreendedor um plano de negócios bem sólido para que tenha autorização para atuar.

São muitas coisas que o investidor deve levar em consideração. Até porque, é um investimento de certo risco, envolve muito dinheiro e variáveis que nem sempre ele controla. Por exemplo, os valores que terá que desembolsar para pagar os segurados em um determinado tempo, que pode variar.

Desse modo, o empreendedor precisa organizar a estrutura interna da empresa, ter um planejamento de gestão. Inclusive para o marketing e outros detalhes. Ou seja, é um tipo de negócio complexo.

Dessa forma, é necessário avaliar bem sua situação, pesquisar, se preparar e organizar para abrir uma seguradora de veículos.

Para trabalhar com seguros, invista em uma corretora

O empreendedor que não tenha todo esse dinheiro para investir, ou quer um tipo de negócio mais simples, pode optar por uma corretora. Isso porque, se trata de uma intermediadora da contratação da proteção oferecida pelas seguradoras aos clientes, ou melhor, segurados.

Assim, a corretora atua de forma comercial e ganha a partir de comissionamentos sobre as vendas. Enquanto as seguradoras são operacionais assegurando seus clientes.

Nesse sentido, a grande vantagem de investir em uma corretora é o capital necessário. Afinal, para abrir uma seguradora é preciso muito mais capital. Assim, o corretor não assume tantos riscos quanto o segurador.

Do mesmo modo, a operacionalização do negócio é bem diferente. Até porque, a seguradora é a base da cadeira e a corretora atua com as vendas dos seguros por meio dos corretores.

Assim como na seguradora, é importante ter bastante cuidado ao investir em uma corretora. Deve-se avaliar se a empresa é sólida, se tem parcerias com muitas seguradoras, para que possa oferecer muitos tipos de seguros.

Inclusive, é importante que não tenha uma burocracia exagerada, para que os clientes possam receber o valor do contrato em um tempo hábil.

Enfim, é bem vantajoso investir em uma corretora de seguros. O empreendedor ainda pode optar por abrir uma seguradora de veículos por meio de uma franquia, como mostraremos no próximo tópico.

Franquias de corretora de seguros são opção no mercado

As franquias são as melhores opções para investir em uma corretora de seguros. Afinal, o modelo de negócio é bem mais simples e exige menos do empreendedor.

O formato de franquia consiste em investir em uma unidade de uma empresa que já atua no mercado. O empreendedor abre um negócio que é um “clone”. Ou seja, atua da mesma forma que outras unidades da rede de franquias.

Assim, inicia o negócio e recebe da franqueadora a permissão para usar a marca, os produtos, o know-how acumulado etc.

Nesse sentido, com uma franquia o empreendedor abre a corretora de forma mais simples. Isso porque, o negócio já tem uma operação pronta, as parcerias com as seguradoras e toda a parte burocrática feita.

Outro ponto bem atrativo é em relação ao investimento, pois o franqueado precisa de menos dinheiro para começar uma corretora. Além disso, o modelo de franquia é interessante, pois o franqueado inicia um negócio que tem uma marca reconhecida no mercado.

Logo, os clientes acabam tendo mais segurança em fechar um contrato. A franquia também facilita a atuação, porque oferece treinamento para os novos franqueados. Assim, aprendem como funciona a operação, como atender bem aos clientes, entre outros detalhes.

Para o franqueado também é vantajoso, uma vez que a franqueadora auxilia no trabalho de marketing. Esse é um cuidado importante para divulgar o seu negócio.

Melhores opções de franquia para você considerar

No mundo em constante evolução dos negócios, a busca pela franquia ideal é uma decisão crucial para muitos empreendedores.

Neste artigo, apresentaremos uma lista das melhores opções de franquia para você considerar, abrangendo diversos setores e oportunidades empolgantes.

Se você está em busca de um investimento seguro e comprovado, confira a seguir para descobrir as franquias que se destacam e que podem ser a escolha certa para o seu próximo empreendimento. Acompanhe!

[raio_x]

Como escolher a franquia certa para investir?

Escolher a franquia certa para investir é uma decisão estratégica que requer análise criteriosa. Primeiramente, avalie seus interesses e habilidades, alinhando-os com o setor de atuação da franquia. Em seguida, pesquise o mercado local para identificar a demanda e a concorrência.

Depois, estude o histórico da franquia, incluia seu desempenho financeiro e a satisfação dos franqueados. Além disso, considere o suporte oferecido pelo franqueador. Então, considere o treinamento e assistência na escolha do local.

Por fim, avalie o investimento inicial e os custos operacionais. Escolher a franquia certa exige tempo e pesquisa. Assim, essa decisão bem informada pode ser o primeiro passo rumo a um empreendimento de sucesso.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Passo a passo para abrir sua corretora de seguros

Abrir sua corretora de seguros pode ser uma oportunidade emocionante, mas requer uma abordagem metódica. No início, entre em contato com a franqueadora que desperta seu interesse e conheça sua visão, valores e o suporte oferecido.

Faça uma análise minuciosa do modelo de negócio da franquia de corretora de seguros. Dessa forma, compreendenda os detalhes operacionais e os requisitos do setor.

Depois, solicite a Circular de Oferta de Franquia (COF) e examine todos os detalhes, incluindo taxas, direitos e deveres.

Em seguida, elabore um plano financeiro sólido, leve em consideração o investimento inicial, custos operacionais e projeções de receita. Nesse sentido, garanta que você tenha os recursos necessários para abrir a sua unidade.

Lembre-se de negociar os termos contratuais com a franqueadora, discuta o suporte, expectativas e acordos para garantir um relacionamento saudável durante a vigência do seu contrato.

Esses passos são cruciais tanto para estabelecer uma franquia corretora de seguros. Um planejamento sólido e uma análise detalhada são a base do sucesso em qualquer empreendimento. Agora que você já sabe como abrir uma seguradora de veículos, comece o seu negócio ganhe dinheiro.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje