Destaques ★Empreendedorismo

Como funciona a administração de franquias? Entenda o que você vai precisar fazer

Mesa com caderno, celular e computador. Imagem ilustrativa do texto sobre administração de franquias.

Ter um negócio próprio tem muitas vantagens. Você está pensando em abrir o seu negócio, mas está com dúvidas no funcionamento da administração de franquias? Continue a leitura para entender mais sobre esse assunto.

Abrir um negócio é o sonho de muita gente e o cenário tem se mostrado promissor nesse sentido. No período de maio a agosto de 2021, o Brasil teve 1,4 milhão de novos negócios abertos.

O modelo de negócio de franquia é uma ótima opção, por ser mais seguro. Então, confira como funciona a administração de franquias.

Advertisement

Para administrar sua franquia, você terá suporte

O modelo de franquias é muito mais seguro. Isso porque, você não iniciará um negócio do zero. Logo, vai contar com toda a estrutura disponível. Dessa maneira, por já existir, o modelo de negócio é testado e aprovado no mercado, sendo a marca já conhecida.

Além disso, você não só contará com tudo que compreende o negócio em si, com os processos e produtos, mas também terá todo o suporte para fazer uma boa gestão.

Isso inclui treinamentos do modo de fazer dos serviços, ou seja o know-how da marca, além de apoio de marketing e até mesmo jurídico.

Por exemplo, os treinamentos oferecidos pela franqueadora demonstram as melhores práticas para o desenvolvimento da unidade.

Desse modo,a franqueadora faz a gestão de franquias. Portanto, vai te dar todo o suporte para saber como administrar a sua unidade e alcançar bons resultados. Assim, você nunca estará sozinho!

Como fazer a administração de franquias?

Antes de mais nada, é importante você saber quais as melhores opções de franquias e em qual ramo quer atuar. Afinal, para planejar o negócio é preciso entender com o que se vai trabalhar.

Em seguida, pode surgir uma preocupação de como será o processo de administração e a dúvida se você dará conta do recado. Pois saiba que sim! Basta se planejar e seguir as dicas que trouxemos no conteúdo de hoje.

Pessoa fazendo anotações enquanto trabalha com uma calculadora. Ilustração do texto sobre administração de franquias.
Para fazer a administração de franquias é definido alguns passos entre franqueado e franqueadora.

Além disso, como falamos, você não estará só e a sua franqueadora estará à sua disposição, não só para orientar e facilitar o processo, mas para tirar dúvidas também.

A seguir, veja os passos para administrar o seu negócio próprio de forma prática e conquistar sua tão sonhada independência financeira.

Organize o trabalho da sua equipe

Primeiramente, organização é a palavra-chave de um negócio. Afinal de contas, é preciso montar um plano para se seguir. Além disso, você vai precisar ter funcionários e montar uma equipe de confiança que receberá um treinamento para fazer o trabalho.

Porém, a administração desses funcionários será por sua conta também. Por isso, você precisa se organizar bem e programar o trabalho de cada funcionário, estabelecer metas e horários.

E não se esqueça de avaliar se todos estão cumprindo as atividades que precisam ser feitas. Programas de recompensas são uma boa alternativa para controlar isso por meio de premiações.

Sem contar que eles também são muito úteis para motivar os funcionários, para que eles literalmente vistam a camisa da empresa.

Registre todas as entradas e saídas

Uma organização financeira também é essencial. Afinal de contas, é por meio dela que você avalia o desempenho do seu negócio. Isso porque, como você saberá se está indo bem se você não tiver um controle do que entra e do que sai?

Dessa maneira, registre em uma planilha financeira, mês a mês, todos os seus gastos, mínimos que sejam, e todas as suas entradas. Assim, você poderá acompanhar se as metas de cada período estão sendo batidas.

Além do mais, existem, hoje em dia, muitos aplicativos e softwares que facilitam a nossa vida e que podem ser usados para realizar o controle de caixa, programar pagamentos e outras funcionalidades, que são necessárias ao empreendedor. Logo, você pode optar por um sistema de gestão.

Mesmo que você receba um modelo pronto e um plano de negócios, o dia a dia exige cuidados. Já os detalhes cabe a cada franqueado analisar. E ainda, faz parte a franqueadora ficar à disposição para tirar alguma dúvida que surja.

Por exemplo, pode haver um desperdício que não está dentro do normal em sua unidade e cabe ao empreendedor identificar.

Do mesmo modo, sua conta de água ou de luz no estabelecimento pode estar muito alta, precisando se um controle mais efetivo.

Jovem no computador. Imagem ilustrativa do texto sobre administração de franquias.
Fazer um controle no dia a dia ajuda na gestão da franquia.

Faça o controle contábil

Calma, você pode estar lendo e pensando, mas e agora? Eu não sei fazer isso. Esse passo não quer dizer que você vai ter que ser um especialista no assunto. Porém, você vai precisar aprender a gerir seu negócio.

Você pode contratar um contador para te ajudar a manter a empresa regularizada legalmente. Por meio desse controle, é possível elaborar declarações, apuração de tributos devidos e produzir demonstrativos contábeis, para medir a riqueza da empresa.

Dessa maneira, esse fator é muito importante em qualquer tomada de decisão do seu negócio.

Porém, pode não ser possível contratar, logo no início, uma equipe que te ajude com todas essas questões contábeis e financeiras. Nesse caso, pode ser necessário que o próprio empreendedor realize o controle e a gestão de suas finanças.

Nesse sentido, novamente, tranquilize-se já que atualmente esse processo está mais simples. Isso porque, você tem à disposição muitos sites especializados, por exemplo, e canais no YouTube para dar dicas.

Analise os resultados do mês

Os resultados de cada mês não podem ser negligenciados. Às vezes, em meio a correria, acabamos pulando etapas.

Nesse momento, parece ser mais fácil deixar para fazer as análises depois. Mas não faça isso! Evite pular etapas. É muito importante acompanhar os resultados para avaliar o andamento do seu negócio.

Afinal de contas, somente assim será possível tomar alguma atitude necessária em tempo hábil, antes que seja tarde demais.

Fique de olho na concorrência

Na hora de fazer a administração de franquias, outro passo importante na hora de planejar o seu negócio é estudar o mercado local. Dessa maneira, é fundamental separar informações sobre tudo que pode ser relevante ao seu empreendimento.

Isso começa por analisar o ponto comercial. Logo, é importante conferir se há outros comércios do mesmo ramo nas proximidades. Mas não se preocupe! A sua franqueadora te auxilia nisso também. É mesmo uma estrutura de suporte completa, não é verdade?

Mulher olhando computador. Imagem ilustrativa do texto sobre administração de franquias.
A análise da concorrência deve ser constante para ajudar no seu planejamento estratégico e controle de qualidade.

Então, é fundamental conhecer bem os seus concorrentes. Assim, você garante que sabe dos passos deles e pode fazer uma análise bem proveitosa para o seu negócio.

Afinal de contas, trabalhar sem concorrência é difícil. Portanto, você precisa estar preparado e munido de boas estratégias para concorrer e se manter competitivo. Dessa maneira, você consegue acompanhar o mercado e propor ações para reter os clientes.

Ouça seus clientes

Antes de mais nada, conhecer bem os seus clientes é muito importante para que você defina a melhor forma de se comunicar com eles. Isso vai interferir também no seu posicionamento no mercado.

De modo geral, é possível identificar o seu público-alvo analisando algumas características dos seus consumidores. Entre elas estão a idade, faixa etária, sexo, escolaridade, classe social, localização e hábitos de consumo.

Você precisa saber bem quem é esse público. Isso porque, esse dado vai interferir em todas as suas estratégias, para que você não corra o risco de investir e não ter retorno, pois suas ações não chegarão ao seu consumidor.

Dessa forma, estabelecido o seu público-alvo, todas as ações serão voltadas para ele. Já para os que já são fidelizados, ou seja, os seus clientes, é necessário um acompanhamento constante. O cliente gosta de ser ouvido. Esse hábito também é necessário para que você tenha feedbacks sinceros do seu negócio.

Somente assim serão realizadas as melhorias. Logo, uma espécie de controle de qualidade. Portanto, não deixe de ouvir o seu cliente. Mantenha canais abertos para isso, como as redes sociais. Procure enviar também pesquisas de satisfação de tempos em tempos, para saber a opinião deles.

Atenção ao seu estoque

Mulher anotando no quadro.
A organização é importante na administração. Logo, o franqueador pode até disponibilizar um sistema de gestão.

Na administração de franquias, não se pode manter um negócio, sem o principal que é o produto, não é mesmo? Por isso, é tão importante se manter atento ao estoque.

Dessa maneira, mantenha um controle dele e uma programação de compras, sempre com antecedência. E lembre-se que você pode usar um sistema de gestão para te auxiliar. Caso a franqueadora não disponibilize um, como dito, pesquise na internet quais opções estão disponíveis para o que precisa.

Por último, se programe e não espere que os produtos acabem, para só depois providenciar o pedido.

Conte com a ajuda da franqueadora

Ainda podem surgir dúvidas sobre a administração de franquias. Nesses casos, basta você entrar em contato com a franqueadora e buscar orientação.

Isso porque, essa é uma grande vantagem de abrir uma franquia. Contar com esse suporte! Não se esqueça de fazer e seguir um plano de negócio efetivo. Está em dúvida do que se trata? Antes de mais nada, esse documento é um material amplo e detalhado sobre o funcionamento da empresa.

Assim, o plano costuma ser bem extenso. Desse modo, nele precisa haver tudo o que você pensa do seu negócio.

Mulheres em meio a uma consultoria.
A franqueadora oferece uma série de suportes para ajudar o franqueado a fazer uma boa gestão do negócio.

O plano de negócios é a alma da empresa. É como se o empreendedor fosse apresentar a marca para alguém. Dessa maneira, a melhor forma de apresentar seu empreendimento seria mostrar o plano de negócio.

Então, é uma forma de explicar para essa pessoa sobre o seu negócio, para alguém que não sabe nada sobre a sua marca. Por isso, ele precisa ser bem detalhado.

Outra boa notícia, é que no caso do setor de franchising, as franqueadoras cedem os planos de negócio prontos para os franqueados.

Por isso, você terá à sua disposição, um plano de negócio consistente e bem realista, com a certeza que pode ser colocado em prática.

Além do mais, você pode solicitar a Circular de Oferta de Franquias (COF), um documento que a franqueadora disponibiliza com todas as informações sobre a rede de franquias.

Agora que está por dentro do assunto, continue a estudar sobre o tema. Para lhe ajudar na sua escolha de franquia, leia o nosso artigo. Acesse e descubra!

Curso de desenvolvedor de games para crianças é opção para ganhar dinheiro; veja!

Artigo anterior

Mercado de franquias em 2022: 11 tendências para você investir e ganhar dinheiro

Próximo Artigo

Comentários

Comentários não permitidos.