O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Segmento: Moda » Abrir uma franquia de roupa: 9 dicas de sucesso

Abrir uma franquia de roupa: 9 dicas de sucesso

Sumário

Abrir uma franquia de roupa é o seu objetivo? Pois saiba que o segmento de Moda é bastante lucrativo e pode ser uma oportunidade interessante para quem deseja investir em uma franquia. Quer saber mais? Acompanhe nesse texto.

O segmento de Moda é um dos setores do franchising que vem registrando resultados positivos, mesmo diante de instabilidades econômicas. Isso porque, o segmento têxtil faz parte de uma cadeia de produção muito importante no Brasil: são cerca de 27 mil indústrias em todo o país.

As informações são do  Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário (Comtextil) da Fiesp. 

Logo, trata-se de um mercado bastante sólido, com muitas opções de negócio, formatos, tamanhos e voltados para públicos variados. Além disso, é um segmento do franchising bem rentável, como mostraremos a seguir.

Porque abrir uma franquia de roupa?

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2021, o setor de Moda foi o segundo que mais abriu novas unidades. Desse modo, registrou um aumento de 11 % em relação ao ano anterior.

Ao mesmo tempo, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) identificou, em 2019, um avanço de 4,4% nas vendas de roupas do setor. Isso em comparação com o ano de 2018. 

Assim, são várias as vantagens de investir em um segmento que só tende a crescer. Pesquisas identificam previsões muito positivas para os próximos anos.

Dados mais recentes mostram também este crescimento no setor de Moda do franchising. Em 2021, teve um faturamento de mais de R$ 22 bilhões. Um aumento de 15,2% em relação ao ano anterior.

Em 2022, o ritmo continua parecido. No primeiro semestre, o faturamento foi de quase R$ 10 bilhões, 14,7% a mais que no mesmo período de 2021.

Portanto, neste texto, você confere nove dicas para quem se interessa pelo setor e pretende abrir uma franquia de roupa. Continue a leitura!

9 dicas para abrir uma franquia de roupa

Para se tornar um empreendedor de sucesso, não há dúvidas de que é importante se identificar com o setor e o formato de franquia escolhido.

Esses fatores são importantes para a administração e operação da franquia. Principalmente porque os franqueados que trabalham com vendas de roupas costumam passar boa parte do tempo se dedicando ao sucesso da unidade. Com isso, buscando novas tendências e investindo na qualidade do atendimento.

Dessa forma, com a compreensão da sua escolha e com as dicas que vamos apresentar a seguir, é possível ter sucesso ao abrir uma franquia de roupa. Acompanhe as dicas que separamos neste artigo e se prepare para o investimento.

1. Defina seu público-alvo

A primeira dica é determinar o público-alvo o qual deseja direcionar as vendas. Essa é uma forma de estruturar estratégias mais certeiras para atrair os consumidores certos. Vale lembrar que, quanto mais amplo os nichos de atuação, maiores serão os custos com o investimento na franquia.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Isso porque, uma franquia para atender o público masculino, feminino e infantil, por exemplo, requer estrutura maior para comportar o mostruário e estoque. Além disso, precisa contar com um equipe de funcionários.

Mas não se preocupe! No franchising existem diversas opções de negócios, com formatos variados e valores de investimento distintos. Assim, possibilitando uma entrada maior de diferentes perfis de empreendedores.

Assim, existem opções de franquias baratas segmentadas, voltadas para um nicho específico, que podem ser a sua oportunidade de negócio.

Dessa forma, pode-se abrir franquia de loja de roupas infantis, uma franquia de roupa para prática esportiva, loja de pijamas, ou de moda íntima, por exemplo. Logo, as opções são vastas.

2. Entenda as oportunidades do mercado

As pesquisas de mercado são fundamentais antes mesmo de inaugurar uma franquia de roupa. Portanto, não abra mão de um estudo minucioso. Avalie o contexto de moda e vestuário, observe as oportunidades e as tendências do mercado.

Talvez seja mais atrativo investir naquilo que não está sendo oferecido pelo setor. Porém, mesmo que exista uma demanda já oferecida pelas lojas de roupas, essa pode ser uma oportunidade de concorrência saudável no segmento. Portanto, é essencial avaliar.

Outro ponto nesse sentido é que a franqueadora já consegue identificar essas oportunidades e tendências do mercado. A empresa tem mais experiência no setor e consegue antecipar movimentos do mercado que você pode demorar a identificar.

A franqueadora também consegue oferecer uma precificação mais adequada para o público e o mercado como um todo. Mas tudo vai depender do local onde você pretende estabelecer o seu tipo de negócio.

Então, tente compreender melhor o seu futuro cliente e onde está. Algumas perguntas simples podem auxiliar a sua compreensão de mercado:

  • Que tipo de roupas as pessoas buscam mais?
  • Quais são as marcas mais procuradas?
  • Qual o tipo físico predominante?
  • Quais são suas referências de moda?
  • Como são os hábitos de consumo?

3. Definição do segmento de franquia de loja de roupa

Definindo o seu público-alvo, será mais fácil compreender em qual modalidade de negócio você poderá investir.

Assim, estabeleça a sua opção de segmento de Moda e o tipo de produto que você vai vender. Depois, chegou a hora de estudar o capital necessário para abertura de uma franquia de roupa. Isso porque, existem outros custos envolvidos na aquisição de uma franquia, além do investimento inicial.

Uma dica: invista um valor mais acessível, que não irá comprometer a sua renda familiar. Em seguida, inicie o seu negócio com um potencial menor. No franchising, existem opções de franquias Home Office com baixo investimento, o que facilita a entrada de muitos investidores.

Dessa forma, em uma franquia Home Office, você não precisará investir em aluguel de ponto comercial.

Inclusive, sem arcar com custos relativos à unidade Física, contratar funcionários ou adquirir estoque. Nessa modalidade, há a oportunidade de atuar em uma franquia de Loja Virtual, por exemplo.

Sendo assim, ao longo do desenvolvimento da franquia, você pode optar por aumentar as possibilidades do seu negócio. Muitas redes permitem que os franqueados iniciem as operações em formatos mais enxutos e, ao longo do tempo, invistam em uma unidade física melhor estruturada.

4. Escolha de ponto para abrir sua franquia de loja de roupa

Como comentado, o franchising trabalha com opções de negócios que exigem ponto comercial para instalação da franquia de Loja de roupa. Mas também com modelos Home Office.

Caso você decida investir em uma franquia de Loja Física, o ponto comercial em que a unidade será instalada é definido em conjunto com a franqueadora. As redes trabalham com estratégias de geomarketing que auxiliam na escolha mais certeira para implantação da franquia.

Já o know-how da franqueadora também garante maior segurança na escolha das localidades. Neste ponto a franqueadora orientará o empreendedor para investir em um local mais adequado para o seu público-alvo.

Pode ser que seja melhor sair de perto dos concorrentes, mas dependendo, pode ser interessante o movimento contrário.

Nesse sentido, a franqueadora consegue identificar as melhores oportunidades na região, bem como as reformas necessárias de estrutura. Comumente, cada unidade precisa seguir um padrão de layout feito pela franqueadora.

Enfim, isso ajuda a identificar a marca e atrair os consumidores da região, que reconhecem cores e símbolos.

5. Invista na alternativa virtual

Vivemos novos tempos e precisamos pegar carona na adaptação que estamos vivenciando no período pós-pandemia. Até porque, as vendas pela internet e o avanço da tecnologia se tornaram aliadas dos franqueados.

Tendências de consumo on-line tornaram-se cada vez mais presentes em nosso dia a dia. Indicando assim um caminho rentável para muitas franquias que atuam como Lojas Físicas. Por isso mesmo que você não deve descartar a alternativa de vendas virtuais.

Os consumidores estão cada vez mais confiantes em comprar por meio da internet, pois sabem das facilidades de entrega e até para eventuais trocas. O desenvolvimento das redes de logística facilita este processo em várias partes do país.

Do mesmo modo, é uma maneira do empreendedor alcançar um público amplo, pois não fica restrito apenas a uma região geográfica. Isso tudo sem ter que gastar com ponto físico, e ainda permite um trabalho fora do horário comercial.

As ferramentas de marketing por intermédio da internet também são um ponto positivo para facilitar as suas vendas sem necessidade de grandes investimentos.

Portanto, invista nas vendas on-line, marque com seu cliente as possibilidades de entrega do produto, faça uma lista de contatos, envie sugestões e novidades. Aproveite as diferentes formas de atuação no ambiente online para potencializar as vendas.

6. Analise os custos de investimento

Não há como definir o valor de gastos exatos que você terá ao abrir uma franquia de loja de roupas. Porém, é possível analisar o que será mais viável. Isso dentro de suas expectativas. Afinal, é esperado que o investimento em uma Loja Física seja bem mais alto do que uma franquia virtual.

Conforme mencionamos anteriormente, existem custos como aluguel, planejamento de implantação, adequação da loja, reforma, gastos de manutenção e outros mais. Nesse sentido, são necessários em um ponto comercial.

Por outro lado, existem outros custos envolvidos nesse investimento. Por exemplo, os custos de aquisição de estoque inicial, contratação de funcionários e o capital de giro.

O capital de giro é uma reserva de dinheiro importante para manter a unidade funcionando até que as contas estejam equilibradas e a unidade comece a lucrar. Esse capital cobre custos com aluguel, contas de luz, água e internet, pagamento de funcionários e estoque, por exemplo.

Nesse caso, se você já estiver com um aporte financeiro suficiente para o investimento, ótimo! Basta escolher a opção que esteja alinhada com sua busca.

Caso contrário, escolha uma versão de franquia de roupa Home Office para começar. Até porque, é um formato de negócio que exige menor aporte financeiro e, na maioria dos casos, o capital de giro é bem mais em conta.

Dessa forma, é essencial buscar uma franquia que caiba no seu orçamento e que se encaixe ao seu perfil. Pode ser que o modelo Home Office seja mais adequado para os seus objetivos. Ou ainda, a opção pela qual você consegue pagar.

Enfim, essa escolha precisa ser bem pensada para que não se inicie um negócio com as finanças desequilibradas.

7. Aproveite o suporte de marketing para divulgar sua franquia

As franquias são formatos de negócio que proporcionam maior segurança para a atuação do franqueado. Isso porque, oferecem diferentes possibilidades de suporte para gestão e administração da unidade.

Dessa forma, você pode aproveitar desse suporte da franqueadora usufruindo ao máximo das ferramentas disponibilizadas. Uma delas é o suporte de marketing, voltado para a atuação da franquia e também para o desempenho da rede como um todo.

Ou seja, você tem acesso às ferramentas de comunicação e publicidade que auxiliam na divulgação da unidade, produtos e serviços. Nesse aspecto, você sairá na frente dos concorrentes atuando com o suporte de ações planejadas para melhorar as vendas e a divulgação da unidade.

Do mesmo modo, é uma maneira de investir menos, pois cada unidade contribui para o fundo de propaganda. Então, esse dinheiro arrecadado custeia as ações de marketing de toda a rede, e acaba ficando mais barato para cada empreendedor.

Além disso, com a experiência da franqueadora, bem como o profissionalismo do setor de marketing dela, consegue orientar melhor suas ações. Mas é preciso entender que cada franqueado é o responsável pela divulgação da sua unidade.

Por último, para este trabalho, pode contar com a ajuda da franqueadora, como na produção de conteúdo e indicação das ações mais eficientes. Assim, consegue-se atingir melhor o seu público-alvo, o que é essencial ao abrir uma franquia de roupa.

8. Pesquise antes de montar sua loja de roupas

Como dito, e é sempre bom reforçar: à frente da franquia, você terá todo o suporte adequado para desempenhar a melhor operação da unidade. Porém, é fundamental pesquisar bem as opções de negócios antes.

Além disso, é importante se dedicar diariamente para o sucesso da unidade. Por isso, o empreendedor deve estar preparado para estar presente e trabalhar até quando estiver de folga.

Dessa forma, escolha uma franquia que ofereça a melhor condição para que o seu desempenho seja o melhor possível, além de contar com um suporte completo. A melhor maneira de você avaliar a opção mais segura é por meio da Circular de Oferta de franquia (COF).

Esse é um documento de grande importância, uma vez que detalha todas as informações sobre o investimento, deveres e direitos de franqueados e da franqueadora.

Do mesmo modo, a COF apresenta projeções de custos e ganhos e também para eventuais reformas e estoque, caso atue em uma loja.

Além disso, neste documento, o empreendedor tem acesso aos contatos de franqueados e ex-franqueados da rede. Assim, pode conversar e saber se a franqueadora oferece tudo o que promete.

Por exemplo, saiba dos atuais parceiros da rede e se o suporte é realmente disponibilizado. Ou então, se as projeções de ganhos são alcançáveis ou não.

Em seguida, você terá as condições de avaliar de concordar com tudo que é discriminado no documento, antes mesmo de decidir pelo fechamento do negócio. Por fim, leia com atenção e avalie com cautela todas as informações contidas na COF.

9. Estude bem o segmento de moda e vestuário

Se tem algo que você deve fazer independente do segmento, é buscar conhecimento sobre o ramo que vai atuar. Se tratando de moda e vestuário, ainda mais.

Desse modo, as tendências do setor mobilizam os consumidores que tendem a buscar referências na internet com influenciadores digitais. As pesquisas vêm apontando essa mudança no comportamento de consumo de muitos brasileiros.

Portanto, é possível que você se torne uma referência no assunto de moda para o seu cliente. Assim, com conhecimento no mercado, você terá autoridade no que sugere como produtos para os consumidores, facilitando as vendas e fidelização.

Estude também o seu mercado local, entenda o público potencial da região, poder aquisitivo e até os hábitos de consumo. Tente identificar lacunas da região que o seu negócio possa aproveitar, com potencial de lucros.

Agora que você já sabe todas as dicas importantes para abrir uma franquia de loja de roupas, veja a seguir algumas oportunidades disponíveis no franchising.

Opções de franquias de loja de roupa que são sucesso no mercado

As oportunidades são inúmeras! Por isso, é bom que você já tenha em mente o seu objetivo de negócio. Porém, caso ainda não tenha, pode se inspirar nos modelos de negócios que trouxemos neste tópico.

Nesse sentido, você terá maior conhecimento sobre as segmentações antes de abrir uma franquia de loja de roupas e poderá avaliar o que for mais adequado para a sua expectativa de investimento. Acompanhe!

[raio_x_esf]

Essas são algumas das opções para abrir uma franquia de roupa. Então, cabe ao empreendedor pesquisar com cuidado, avaliar bem as oportunidade para assim investir com segurança.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje