Created by potrace 1.15, written by Peter Selinger 2001-2017

Abrir o próprio negócio: 7 dicas para fazer da forma mais simples possível


Sarah Soares | 01 ago 2022
Abrir o próprio negócio: 7 dicas para fazer da forma mais simples possível

Quem nunca sonhou em abrir o próprio negócio? Desse modo, a pessoa pode mudar até mesmo o rumo de sua vida e das outras pessoas ao gerar empregos.

Inclusive, a taxa de empreendedorismo no Brasil teve um aumento de 75%, saindo de 30% em 2019, até 53% em 2020.

No texto de hoje, vamos dar algumas dicas e apresentar um modelo de negócio para lhe ajudar a entrar com o pé direito nessa jornada que é o empreendedorismo.

Advertisement

A verdade é que não basta ter dinheiro disponível para criar o primeiro ou novos negócios. Ou seja, considere os outros fatores existentes. Então, siga as dicas e realize o seu sonho de ter um negócio. Continue a leitura!

Veja como abrir o próprio negócio com sucesso

Para abrir o próprio negócio, siga algumas dicas que vamos lhe passar. Dessa forma, não invista o seu dinheiro em qualquer empreendimento.

Isso porque, é fato que dados em relação ao investimento são importantes. Mas estão longe de ser as únicas coisas fundamentais para se avaliar.

Afinal de contas, o seu diferencial é o seu entendimento sobre o mercado. Logo, esses são pilares importantes para criar um bom negócio lucrativo.

Com um grande número de concorrências e vários mercados para se investir, muitas pessoas ficam com medo e confusas na hora de abrir o seu primeiro negócio.

Sendo assim, ficam sem saber por onde começar e como dar o passo inicial para a vida de um empreendedor. Por isso, vamos lhe ajudar nessa jornada. Confira as dicas abaixo para montar um negócio.

1. Saiba o que você quer realmente fazer

O primeiro passo é entender o que você realmente quer fazer entre as ideias de negócio disponíveis e em qual área deseja investir.

Isso porque, uma vez que o dinheiro for investido, você não poderá voltar a traz e terá que arcar com os riscos dessa decisão.

Vista de cima de uma mesa com notebook e materiais de escritório. Imagem ilustrativa do texto sobre abrir o próprio negócio.
Para quem quer abrir o pr´oprio negócio, pesquise bastante as opções, antes de escolher.
Advertisement

No caso, existem duas maneiras de agir: você pode escolher investir em uma área que gosta, mesmo que não seja tão rentável, ou estudar o mercado e investir em algo mais lucrativo.

Desse modo, a decisão fica a seu critério, mas se conseguir unir essas duas situações, ou seja, se o que quer também for muito rentável, você é uma pessoa de sorte.

Portanto, com a sua ideia de negócio escolhida, o seu diferencial pessoal e motivação farão a diferença no seu negócio, que terá grandes chances de sucesso.

Mas para alcançar o sucesso, mesmo em um mercado antigo ou moderno, você deverá estudar bem o seu público, e como está sendo a reação quanto ao seu produto ou serviço.

2. Analise o mercado

Ao abrir uma empresa, não deixe de analisar bem o mercado e monte um bom plano de negócio.

Então, após você definir o que quer fazer e decidir em qual mercado vai entrar, é hora de estudar esse segmento.

Assim, você deve analisar se ele realmente é viável e qual a melhor forma de trabalhar nele.

Desse modo, por meio de pesquisas e dados, você saberá quem é seu público e como fazer o seu produto chegar neles, além de identificar qual é a necessidade do consumidor.

Com essas informações, você saberá como lidar com o público e com o futuro da sua empresa.

Para isso, você pode criar uma estratégia, por exemplo, fazer uma análise nas redes sociais para obter informações.

Em seguida, monte um bom plano de negócio, definindo a forma que você vai trabalhar, como a sua empresa será, o que pode oferecer e em que vai focar.

Coloque também os diferenciais e como seu negócio se destaca na resolução dos problemas das pessoas. Sendo assim, você terá seu empreendimento na palma da sua mão. 

3. Confira seu mercado local

Cidade com outdoors espalhados. Imagem ilustrativa do texto sobre abrir o próprio negócio.
É importante conhecer a região onde vai atuar e analisar seus concorrentes.

Para abrir o próprio negócio, o fato é que você deve fazer uma análise do mercado local onde você decidiu investir.

Desse modo, você deverá analisar e entender se o público da região consome o seu serviço.

Além disso, é importante achar um bom local para sua loja e estudar principalmente a concorrência.

Sendo assim, é a partir deles que você verá qual a melhor forma de agir no mercado.

4. Entenda quanto você pode investir

Você pode começar esse tópico entendendo a importância de ter os pés no chão e saber realmente o quanto você pode investir.

Desse modo, leve alguns fatores em consideração, como quanto você pode gastar e se a falta desse dinheiro poderia trazer algum transtorno para você e sua família.

Mas mesmo que você tenha o capital para investir, não precisa ou deve investir tudo.

Afinal de contas, você também pode realizar um investimento progressivo no seu negócio.

Sendo assim, de acordo com o mercado e a resposta do seu público, você pode investir nos pontos certos do seu negócio para expandir.

Dessa forma, o seu investimento será mais assertivo. Então, para saber quanto você pode gastar em um negócio, não se baseie somente em quanto você tem disponível financeiramente, mas também se o mercado lhe dará esse retorno.

5. Organize-se para investir

Você precisa se organizar bem antes de abrir um negócio. Dessa forma, é preciso fazer uma boa pesquisa para ter a certeza da seriedade do negócio, antes de investir o seu dinheiro.

Afinal de contas, infelizmente existem muitos golpes nesse meio. Além do mais, como dito, depois que você investe o seu dinheiro, fica mais difícil se organizar caso algo saia do planejado.

Mulher sentada em uma mesa com calculadora e contando dinheiro. Imagem ilustrativa do texto sobre abrir o próprio negócio.
A organização é fator chave na hora de pensar em fazer muito ou pouco investimento.

Então, tenha atenção para não escolher investimentos que deram errado. Assim, optar por um investimento sem uma boa organização ou bom planejamento, tem muita chance de dar errado.

Advertisement

Nesse sentido, sem um planejamento financeiro, de marketing e gestão, você não saberá o que fazer e como progredir com a sua empresa.

Muitas pessoas, por exemplo, fazem empréstimos para investir. Porém, isso pode ser um erro. Isso porque, se você não for uma pessoa organizada, poderá colocar todo o plano em risco.

Agora, se você já estiver preparado e com todo seu negócio bem formado, um empréstimo pode ser uma boa opção, se você não tiver o capital disponível.  

6. Opte por abrir uma franquia

Entre as formas de se começar a investir, existe o modelo de franquia, que é um formato consolidado, que foi criado a muito tempo, mas que continua dando bons resultados e entregando praticidade.

O grande diferencial do modelo de franquia é que pode trazer para seu primeiro investimento uma marca grande e consolidada, o que ajudará muito no sucesso do seu empreendimento.

O modelo de negócio nada mais é do que uma dependência mútua entre marca e investidor.

Sendo assim, o franqueado precisa da franqueadora para ter seu negócio, já que usa os produtos, serviços, métodos e a marca dela.

Mas em contrapartida, a rede precisa dos investidores, para que seja propagada e fique cada vez mais conhecida.

Outra vantagem desse mercado é não precisar de um investimento tão alto para começar com uma parceira forte ao seu lado e que estará lhe apoiando com uma equipe de marketing, por exemplo.

Portanto, escolhendo entrar para o franchising, você conta com todo um suporte em diferentes áreas, garantindo que boa parte dessa jornada esteja garantida, para você se tornar um investidor de uma unidade de sucesso.

7. Abra seu negócio!

Mulher apoiada no sofá com notebook e contando dinheiro.
Investir em uma franquia pode ser um bom negócio. Isso porque, as pessoas ganham dinheiro com uma marca.

Depois de seguir todos esses passos, você está pronto para abrir o seu primeiro negócio.

Mas não de qualquer forma, e sim, seguindo um passo a passo que deixará essa trajetória mais fácil e assertiva, como ensinamos hoje.

Então, ao escolher uma franquia, basta seguir as orientações da franqueadora. O primeiro passo é fazer contato com ela. Assim, basta fazer isso por meio do site, para assinar o contrato.

Uma última dica empreendedora: é importante que em nenhum momento da sua trajetória você deixe de escutar o seu público consumidor, pois são a razão do negócio existir. Então, agradá-los é o ponto chave para o sucesso.

Portanto, o modelo de franquia é uma forma atrativa de abrir o próprio negócio de sucesso.

Assim, confira um texto a seguir com diversas franquias baratas e rentáveis que são boas opções de investimentos em variados nichos de mercado. Acesse e confira!

Advertisement

Acompanhe o Mercado

As Mais Lidas